Diferenças entre edições de "Ponto de interrogação"

8 bytes adicionados ,  19h09min de 4 de setembro de 2017
m
Revertidas edições de boa-fé por 177.80.149.124 discussão: WP:GRITO (usando Huggle) (3.1.22)
m (Revertidas edições de boa-fé por 177.80.149.124 discussão: WP:GRITO (usando Huggle) (3.1.22))
Uma hipótese para a origem do ponto de interrogação apontaria para o uso da palavra ''quaestio'' ("questão" em [[latim]]) colocada ao fim de uma frase para indicar uma pergunta. Para economizar espaço, ela teria sido abreviada duas vezes. Primeiro para ''qo'' e depois para um ''q'' minúsculo posto sobre um ''o'', transformando-se no embrião do atual ponto de interrogação<ref>Brewer, E. C. Dictionary of Phrase and Fable, 1870 (rev. 1894), s.v. 'Punctuation'.</ref>.
 
== OUTRASOutras LINGUAGENSlínguas ==
[[Ficheiro:Question opening-closing.svg|thumb|esquerda|80px|Ponto de interrogação usado em [[Língua castelhana|castelhano]].]]
 
;Castelhano
;
O sinal pode variar de uma [[linguagem]] para a outra. A [[língua castelhana]], por exemplo, usa dois sinais de interrogação, um no começo da oração e outro no fim, sendo o primeiro grafado de ''ponta-cabeça'': " '''¿'''Qué te pasa'''?''' ". É assim utilizado pois auxilia na linguagem oral, pois o leitor pode se orientar e saber com que tipo de frase se deparou, diferenciando a entonação. Isto é ainda mais importante quando a pergunta é longa ou vem embutida dentro de outra frase.
 
70 745

edições