Diferenças entre edições de "Expensive Soul"

5 bytes removidos ,  02h55min de 7 de setembro de 2017
m
ajustes usando script
(dados adicionais)
Etiqueta: Remoção considerável de conteúdo
m (ajustes usando script)
|gravadora =
|integrantes = Expensive Soul: <br /> New Max (voz, produção e composição) <br /> Demo (MC) <br /> Jaguar Band: <br />Isabel Milheiro, Ricardo Rocha, Helena Neto (coro) <br /> Pedro Ferreira (baixo) <br /> Sérgio Silva (bateria) <br /> Andres Tarabbia Pancho (percussão) <br /> Lino Matos (guitarra) <br /> Diogo Santos Silva (teclados) <br /> José Silva (trompete) <br /> João Samuel Silva (saxs/flauta) <br /> João Sêco (trombone)
|exintegrantes =Dino D'Santiago (coro) <br /> Nuno Gonçalves (Mr. D) [falecido]
|site = [http://www.expensivesoul.com/ Sítio oficial]
}}
Os '''Expensive Soul''' são um grupo musical de [[Leça da Palmeira]] composto por António Conde, conhecido como Demo ([[Mestre de cerimônias|MC]]), e Tiago Novo, conhecido como [[New Max]] (cantor/MC/músico/produtor).
 
Começaram em [[1999]] mas apenas em [[2004]] se tornaram mais conhecidos com a edição do seu 1º álbum, [[B.I.]].
 
O seu estilo de música é difícil de categorizar porque possuem uma sonoridade que vai desde o [[Soul]]/[[Reggae]] até ao [[R&B]]/[[Hip-Hop]] mas sempre com uma forte componente orgânica. Destacam-se também pelo facto de serem o primeiro grupo em [[Portugal]] de matriz [[hip hop]] com banda ao vivo, a [[Jaguar Band]].
 
== 1999 - 2003: Início ==
O projeto nasceu no final da [[década de 1990|década de 90]], quando New Max e Demo foram colegas da mesma turma e se juntaram para fazer música.
 
Demo desafiou Max a participar num concurso da [[Antena 3]] e do Projecto Vida destinado a eleger os 12 melhores temas de hip-hop que abordassem o tema da [[Toxicodependente|droga]]. Como prémio foram atuar à estação de rádio onde se estrearam ao vivo. Em [[2000]] foram convidados para assegurarem as primeiras partes dos concertos de [[Kika Santos]].
 
Chegaram à conclusão que necessitavam de uma banda suporte. Formam uma banda completa com baixo, bateria, coros, guitarras e teclas: a '''Jaguar Band'''.
 
== 2004 - 2009: Estreia discográfica e ascensão ao circuito ''mainstream'' ==
[[2010]] foi um ano decisivo para o crescimento da sua popularidade graças ao álbum [[Utopia_ (álbum)|Utopia]] (lançado através da [[Vidisco]]), e sobretudo ao primeiro ''single'' , ''"''O Amor é Mágico" - que conta com um ''sample'' de "I'll Always Be Here", do grupo The Impressions<ref>{{citar web|url=http://www.whosampled.com/Expensive-Soul/O-Amor-%C3%A9-M%C3%A1gico/|titulo=O Amor é Mágico by Expensive Soul|data=|acessodata=01-05-2017|publicado=WhoSampled|ultimo=|primeiro=}}</ref> -, tema que assaltou as principais rádios portuguesas e renovou o interesse do público pelo desencadeando mais pedidos para concertos. Gravam "A Machadinha" para um disco de versões de clássicos infantis.
 
Em 2011 recebem o prémio de melhor música do ano, por "O Amor É Mágico", na gala dos [[Globos de Ouro (Portugal)|Globos de Ouro]]. Ainda nesse ano foram nomeados pela 2ª vez para a categoria "Best Portuguese Act" dos [[MTV Europe Music Awards de 2011|MTV Europe Music Awards]].<ref>{{citar web |url=http://musica.sapo.pt/noticias/aurea-e-the-gift-entre-nomeados-da-mtv-para-best-portuguese-act |autor= |obra=[[SAPO]] |título=Aurea e The Gift entre nomeados da MTV para «Best Portuguese Act» |acessodata=24 de setembro de 2011 |data=19 de setembro de 2011 |publicado=Musica.sapo.pt}}</ref> O duo de Leça da Palmeira acabou por perder o prémio para [[Aurea]]
 
Em 28 de abril de 2012, no âmbito da [[Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura]], acontece no Pavilhão Multiusos [[Guimarães|daquela cidade]] a «Expensive Soul Symphonic Experience» com direção do maestro [[Rui Massena]]. os '''Expensive Soul''' atuam para um público entusiasta de 6500 pessoas, acompanhados pela [[Fundação Orquestra Estúdio]], por um coro de meia centena de vozes do [[Região do Norte|Norte]] e pelo ribombar das caixas e bombos do grupo dos [[Velhos Nicolinos]]. O concerto foi filmado pela [[Rádio e Televisão de Portugal|RTP]] e editado também em DVD.
210 159

edições