Diferenças entre edições de "Galinha-d'angola"

290 bytes adicionados ,  03h38min de 8 de setembro de 2017
+ Nome em língua regional sulbrasileira: Riograndenser Hunsrückisch: die Perlhinkel (Perl = pérola + Hinkel = galinha)
(+ Nome em língua regional sulbrasileira: Riograndenser Hunsrückisch: die Perlhinkel (Perl = pérola + Hinkel = galinha))
A '''galinha-d'angola''' (''Numida meleagris''), também conhecida por '''guiné''', '''coca''', '''galinha-do-mato''', '''faraona''', '''capote''', '''capota''',<ref>[http://www.correiosdeangola.ao/correios-angola/filatelia/Xedital_verso.pdf]</ref><ref>[http://www.camacupa.com/dnn/Terra/Ambiente/Fauna/Aves/P%C3%A1ssarosGrandes/ACapotaouGalinhaDAngola/tabid/300/Default.aspx]</ref> '''sakué''', '''pintada, picota '''(na Amazônia) ou '''fraca''', '''cakuê''' (em algumas regiões da Bahia) é uma [[ave]] da ordem dos [[Galliformes]], originária da [[África]] e introduzida no [[Brasil]] pelos colonizadores [[Portugal|portugueses]], que a trouxeram da [[África Ocidental]].
 
No Brasil, a [[ave]] é conhecida por vários nomes, dependendo da região, sendo chamada de ''cocá'', ''tô fraco'' (em decorrência do som característico, emitido pelas fêmeas das espécie) ou ''angolista'', ou ainda, erroneamente, de [[galinhola]]. Em hunsriqueano riograndense ou [[Riograndenser Hunsrückisch]], língua brasileira de origem germânica falada por pelo menos um par de milhões de sulbrasileiros, sobretudo no Rio Grande do Sul, ela é chamada de ''(die) Perlhinkel'' (traduzido ao pé da letra: ''galinha de pérolas''). É conhecida também por servir de oferenda em alguns rituais, especialmente para [[Oxum]].
 
== Comportamento ==
3 531

edições