Diferenças entre edições de "Pressão parcial"

47 bytes removidos ,  19h45min de 11 de setembro de 2017
m
ajustes usando script
(Melhorias gramaticais e de redação do texto, mantendo o conteúdo original.)
m (ajustes usando script)
A '''pressão parcial''' de um gás numa mistura gasosa de gases ideais corresponde à pressão que este exerceria caso estivesse sozinho ocupando todo o recipiente, à mesma temperatura da mistura ideal. Sendo assim, a pressão total é calculada através da soma das '''pressões parciais''' dos gases que compõe a mistura.
 
Considerando "P" a pressão total, P<sub>A</sub> a pressão parcial de um certo gás "A", P<sub>B</sub> a pressão parcial de um certo gás "B" e "X" a [[fração molar]], temos a seguinte relação:
sendo que a fração molar (X) de um gás é a relação entre o número de [[mol]]s do gás pelo número de mols da mistura. Exemplo: <math>\!X_A = \frac{n_A}{n~total}</math>
 
'''OBS''': Esse método descrito aqui corresponde a lei de Raoult e vale apenas para gases ideais. Para gases reais: em uma mistura o volume molar das substância não é o mesmo que o volume molar do gás ideal (calculado por P.V=n.R.Tcu).
 
A '''pressão parcial''' de um gás mede as atividades termodinâmicas das moléculas do gás. Gases dissolvem, reagem e se difundem de acordo com as suas pressões parciais e não de acordo com sua concentração em uma mistura de gases ou líquidos. Essa propriedade é muito usada na quimica, para mistura de soluções, podendo assim ter aplicações em outras áreas como a medicina. Analisando a '''pressão parcial''' do oxigênio podemos identificar a quantidade de oxigênio que seria tóxico para o corpo humano, aplicação válida para quem esquia ou mergulha.
 
 
*[N<sub>2(g)</sub>] é a concentração em mol/litro de N<sub>2</sub>
*PN<sub>2</sub> é a '''pressão parcial''' de N<sub>2</sub>
*R é a [[constante universal dos gases]]
*T é a temperatura em [[Kelvin]]
 
 
 
 
Ao substituir os valores de concentração obtidos, podemos assim calcular a [[Constante de equilíbrio|constante de equilíbrio]].
 
Além disso, deslocamento do [[equilíbrio químico |equilíbrio]] é toda e qualquer alteração da velocidade da reação direta ou da reação inversa, provocando modificações nas concentrações das substâncias e levando o sistema a um novo estado de equilíbrio. Numa reação entre gases, o '''aumento da [[pressão]] total''' sobre a mistura '''reduz seu volume'''. Então, as moléculas se aproximam e o número de choques entre elas aumenta, '''aumentando, dessa maneira, a velocidade da reação'''. Assim sendo, a '''pressão parcial''' de cada gás influi na velocidade da reação como se fosse sua concentração em mols, a que há proporcionalidade direta entre essas duas grandezas.<ref>Quimica volume 2 - Físico Química,Ricardo Feltre, 6ª Edição, Editora Moderna </ref>
 
===Mergulho===
[[FileImagem:Mergulho em Fernando de Noronha, Pernambuco, Brasil.jpg|thumb|right|330 px|Mergulho em Fernando de Noronha, Pernambuco, Brasil]]
Durante um mergulho, o mergulhador carrega cilindros de aço cheios de ar cuja pressão ao nível do mar, é de 1 atm. O ar contém aproximadamente 20% de O<sub>2</sub> e 80% de N<sub>2</sub>, logo a '''pressão parcial''' do oxigênio é aproximadamente 0,2 atm e a do nitrogênio é 0,8 atm. A cada 10m de descida, a [[pressão]] aumenta aproximadamente 1 atm. Portanto, a 40 m de profundidade,a [[pressão]] será 1 atm (da superfície) mais 4 atm (da descida), totalizando 5 atm — consequentemente,teremos 1 atm de pressão para o O<sub>2</sub> e 4 atm para o N<sub>2</sub>. A essa profundidade, o mergulhador estará respirando ar (vindo dos cilindros) a 5 atm de [[pressão]]; Então, haverá mais ar dissolvido em seu sangue — de acordo com a [[lei de Henry ]].
Considerando os efeitos das elevadas '''pressões parciais''' de O<sub>2</sub> e de N<sub>2</sub> sobre o corpo humano:
 
*A '''pressão parcial''' do oxigênio não pode ser muito alta (recomenda-se abaixo de 1,6 atm), em excesso ocorre a aceleração do metabolismo o que causa a diminuição do ritmo respiratório, diminuindo também a eliminação do CO<sub>2</sub>, o que provoca o envenenamento do mergulhador.
*A '''pressão parcial''' elevada no nitrogênio causa a chamada “embriaguez do nitrogênio”, que faz o mergulhador perder a noção da realidade.
 
=== Ar Atmosférico ===
No ar atmosférico sempre há uma certa quantidade dissolvida de vapor de água—é o que se chama de umidade do ar. Se a umidade aumenta
e chega ao [[ponto de saturação]] (ponto de orvalho), começa a se formar a neblina, as nuvens e o orvalho. Em boletins meteorológicos se divulga a umidade relativa do ar. Esse valor é definido como “o quociente entre a '''pressão parcial''' do vapor de água presente no ar e a pressão máxima do vapor de água, na mesma temperatura”. Esse quociente pode ser expresso em porcentagem, sendo que [[Umidade relativa| umidade relativa]] entre 50% e 70% são consideradas confortáveis pela maioria das pessoas.
 
===Transporte de Oxigênio===
210 105

edições