Diferenças entre edições de "Fita cassete"

201 bytes adicionados ,  05h40min de 15 de setembro de 2017
=== O auge ===
[[Imagem:CassetteTypes1.jpg|thumb|Cassetes de diferentes qualidades e tempos de duração. A fita no topo é uma Maxell MX (Tipo IV), da direita é uma TDK SA (Tipo II) e da esquerda uma TDK D (Tipe I).]]
Entre a [[década de 1970]] e os meados da [[década de 1990]], o cassete era um dos dois formatos mais comuns para a música pré-gravada, junto aos [[Long-Play]]s, [[Compactos Simples]] e [[Compactos Duplos]]. A venda de conjuntos[[Radiolas]]/ integrados[[Vitrolas]] (no[[Aparelho Brasilde som|Aparelho de Som]] 3 em 1) com receptor[[Toca-discos|Toca-Discos]] FM,(para toca[[Long-discosPlay]]s, [[Compactos Simples]], [[Compactos Duplos]], etc), [[Receptor]] para vinil[[Rádio]] em [[Freqüência Modulada|FM]] e gravador[[Amplitude casseteMédia|AM]], além de [[Toca-fitas|Toca-Fitas]]) fizeram com que houvesse uma tremenda difusão nas fitas gravadas domesticamente, cada um podia fazer a sua seleção de músicas das rádios ou dos discos.
 
Durante a [[década de 1980]], a popularidade do cassete se manteve como resultado dos gravadores portáteis de bolso e os reprodutores pessoais como o [[Walkman]] da [[Sony]], cujo tamanho não era muito maior do que o do próprio cassete e que permitia a música ser levada "dentro do seu bolso".
Utilizador anónimo