Diferenças entre edições de "Caminho do Itupava"

19 bytes adicionados ,  01h28min de 18 de setembro de 2017
Pontuação e correção ortográfica; Ligação com contexto;
(Pontuação e correção ortográfica; Ligação com contexto;)
| gestao =
}}
O '''Caminho do Itupava''' é uma [[trilha]] [[história|histórica]] aberta para ligar [[Curitiba]] a [[Morretes]], no estado do [[Paraná]], no [[Brasil]], entre 1625 e 1654 por [[Povos indígenas do Brasil|indígenas]] e [[minerador]]es <nowiki/>, posteriormente foi calçadocalçada com pedras por [[Escravidão no Brasil|escravo]]s. Durante mais de três séculos, os caminhos coloniais foram a única passagem da costa para o [[planalto]], dando, posteriormente, origem às [[rodovia]]s e [[ferrovia]] que possibilitaram o desenvolvimento do Estado do Paraná.
 
Originário de antigas trilhas indígenas, o Caminho do Itupava foi uma das principais vias de comunicação entre o Primeiro Planalto paranaense e a Planície Litorânea desde o século XVII até a conclusão da [[Estrada da Graciosa]], em 1873 e a efetivação da Estrada de Ferro, Curitiba - [[Paranaguá]] em 1885, quando foi abandonado. No entanto, propiciou a ocupação e colonização dos Campos de Curitiba onde, durante dois séculos, contribuiu para o desenvolvimento socioeconômico das regiões que interligava.
1 175

edições