Abrir menu principal

Alterações

1 938 bytes adicionados ,  22h04min de 19 de setembro de 2017
sem resumo de edição
 
Apesar de Stieler ter trabalhado principalmente à serviço da corte do [[Reino da Baviera]]<!-- His painted likenesses in [[Schloss Nymphenburg]], [[Schönheitengalerie]], the so-called Gallery of Beauties, were commissioned by [[Ludwig I of Bavaria|King Ludwig I]].-->, também pintou retratos de [[Goethe]], [[Amalia de Oldenburg]], [[Friedrich Wilhelm Joseph von Schelling]], [[Ludwig Tieck|Johann Ludwig Tieck]] e [[Alexander von Humboldt]].
 
== Biografia ==
Nascido na cidade de [[Mainz]] numa família de coveiros, Stieler recebeu certo treinamento artístico de seu pai, August Friederich Stieler. <ref name=":0">[https://www.wga.hu/frames-e.html?/bio/s/stieler/biograph.html Web Gallery of Art]</ref>
 
Após a morte prematura de seu pai, Joseh Karl completou seu aprendizado como autodidata e começou sua carreira como um pintor de miniaturas, as quais se popularizavam entre os círculos burgueses da época.
 
Depois de [[Mainz]] ter sido ocupada pelas tropas revolucionárias francesas em 1792, Stieler seguiu a corte exilada do principe e arcebispo [[Friederich Karl Joseph von Erthal]] para [[Aschafemburgo|Aschaffenburg]].<ref name=":0" /> Na cidade, Stieler conheceu o arcebispo [[Karl Theodor Anton Maria von Dalberg]], que se tornou seu patrão e patrocinador mais importante.
 
De 1802 a 1805, ele atendeu as aulas de [[Heinrich Friedrich Füger|Heinrich Füger]] na Academia de Artes de Viena. O estilo de retratar de Stieler foi tomando mais forma durante seu trabalho no ateliê parisiense de [[François Gérard]], um estudante de [[Jacques-Louis David]]. Em 1808, ele se estabeleceu como um retratista independente na cidade de Frankfurt e, em 1810, viajou pela Itália. A partir de 1812 ele trabalhou na corte do rei Maximilian I Joseph da Bavária.<ref name=":0" />
 
Em 1816, Stieler novamente viajou para Vienna para pintar um retrato do imperador Francis I da Áustria. Entre fevereiro e abril de 1820, o pintor alemão trabalhou em seu famoso retrato de [[Ludwig van Beethoven]].<ref name=":0" />Em 1847, Stieler também pintou o retrato de [[Lola Montez]], que se envolveu com o rei Ludwig I da Bavária, causando a abdicação do monarca no ano seguinte.
 
Stieler se aposentou em 1855 para viver em sua terra natal, [[Tegernsee]]. Ele morreu em [[Munique]] três anos depois. Seu filho, [[Karl Stieler]], se tornou um escritor conhecido.<ref name=":0" />
 
{{esboço-pintor}}
67

edições