Diferenças entre edições de "Ary Toledo"

19 bytes adicionados ,  18h42min de 21 de setembro de 2017
Entre o ponto e a próxima palavra, dá-se o espaço. O ano 2013 deve ser escrito com 4 dígitos, para não confundir com 1913. Coloca-se a vírgula antes da conjunção adversativa mas. Contrações sempre se escrevem com letras minúsculas.
(Adição de conteúdo)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(Entre o ponto e a próxima palavra, dá-se o espaço. O ano 2013 deve ser escrito com 4 dígitos, para não confundir com 1913. Coloca-se a vírgula antes da conjunção adversativa mas. Contrações sempre se escrevem com letras minúsculas.)
'''Ary Christoni de [[Toledo Piza]]''' ([[Martinópolis]], {{dtlink|lang=br|22|8|1937}})<ref name="Marcondes1977">{{citar livro|autor =Marcos Antônio Marcondes|título=Enciclopédia da música brasileira: erudita, folclórica, popular|url=http://books.google.com/books?id=NGn0AAAAMAAJ|ano=1977|publicado=Art Editora|página=755}}</ref> é um [[humorista]], [[cantor]], [[músico]], [[compositor]], [[teatrólogo]], [[ator]] e [[dublador]] [[brasil]]eiro.
 
É considerado pelo [[Livro de Recordes]] do Brasil, "O maior [[piadista]] do Brasil", com um repertório de mais de 62.000 piadas, título que recebeu no palco do programa de TV [[Domingo Legal]], enquanto estava sendo homenageado através do quadro ''Esta é Sua Vida''. http://m.sbt.com.br/domingolegal/fiquepordentro/95207/Ary-Toledo-e-homenageado-na-estreia-do-Esta-e-Sua-Vida-no-Domingo-Legal.html.
 
==Biografia==
Tendo conhecido Vinícius de Moraes e [[Elis Regina]], foi aconselhado por estes a seguir a carreira de humorista. Mais tarde tornou-se [[humorista]] e [[Piada|piadista]], onde permanece até os dias atuais, sendo muito identificado por suas piadas de conteúdo obsceno.<ref name="BIOGRAFIADEARYTOLEDO2" />
 
Em um relato pessoal, Ary Toledo diz que o humor é um [[Talento (aptidão)|dom]] que lhe acompanha desde a [[infância]]: "Aos nove anos, estava jogando [[bola-de-gude]], com meus amigos, quando o padre Arnaldo chegou e, vendo que estávamos numa rua de terra, com poeira, ele perguntou onde era o correio. Eu expliquei a ele e depois ele, sutilmente, sugeriu que nós saíssemos da rua, cheia de pó e fôssemos à Igreja para que nos ensinasse o caminho de Deus. Disse a ele que não ia coisa nenhuma, pois se ele não sabia o caminho do correio, como podia saber o caminho de Deus? Ele achou graça e disse que eu era muito espirituoso. Na época, eu não sabia que estava fazendo humor! Faleceu no dia 24/08/132013", afirmou Ary certa vez em uma entrevista.<ref name="BIOGRAFIADEARYTOLEDO" /><ref name="entrevistacomarytoledo">{{citar web|url=http://www.estradas.com.br/entrevistas/hps/ary_toledo.htm|título=Ary Toledo - O Garimpeiro do humor|autor=|data=|publicado=|acessodata=}}</ref>
 
==Piadista==
Apesar de ter tido uma brilhante carreira como ator, foi na [[comédia]] que Ary Toledo tornou-se nacionalmente famoso. Interpretando piadas e anedotas de conteúdo [[:wikt:vulgar|vulgar]] e [[Obscenidade|obsceno]]. Muito apreciadas pelo público por serem [[Diversão|divertidas]], o piadista arrebata em seus espetáculos, grandes [[plateias]].<ref name=JORNALFOLHAVP>{{citar web|url=http://www.folhavp.com.br/entretenimento/724-ary-toledo-e-garantia-de-risos-no-tatuape.html|título=Ary Toledo é garantia de risos no Tatuapé|autor=|data=|publicado=FolhaVP|acessodata=14/01/2012}}</ref>
 
Suas [[piadas]] normalmente estão baseadas em temas [[sexo|sexuais]] ou no [[humor negro]] e no [[politicamente incorreto]]. Durante a época da [[Ditadura Brasileira|ditadura]], havia uma espécie de acordo com os [[Censura no Brasil#Censura durante o regime militar|censores]]. Os humoristas evitavam temas políticos e podiam fazer mais humor pornográfico. "Fui detido várias vezes. Quando foi promulgado o [[Ato Institucional Número Cinco|Ato Institucional V]], eu dizia no show que "quem não tem [[Canis lupus familiaris|cão]], caça com [[gato]] e quem não tem gato, caça com ''Ato''." Por esta declaração, Ary foi preso, mas liberado pouco tempo depois. A relação com os censores era curiosa, pois eles eram fãs de Ary e pediam desculpas.
 
Dentre os temas abordados em suas anedotas e piadas, frequentemente são citados animais falantes (principalmente os papagaios). Outros temas recorrentemente tratados por Ary Toledo em seus espetáculos são a suposta ingenuidade dos [[Portugal|portugueses]],<ref>{{citar web|url=http://www.pinhal.sp.gov.br/novo/index.php?option=com_content&view=article&id=102:ary-toledo-show-de-humor&catid=36:teatro&Itemid=104|título= Ary Toledo - SHOW de Humor|autor=|data=|publicado=|acessodata=}}</ref> a inocência (ou a falta dela) presente nas [[criança]]s, a malícia de certos profissionais, tais como [[médico]]s, a hipocrisia de [[Religião|líderes religiosos]] e a falta de decoro dos [[Política brasileira|políticos brasileiros]]. Obviamente, trata-se de menções com propósitos humorísticos, não devendo ser levadas a sério pela plateia que acompanha a apresentação do artista.
 
==Discografia==
* Ary Toledo Nono Fino Dada Bossa (1968/1988) - RGE FERMATA LP
* Ary Toledo - Antologia do Sexo (1979) - Copacabana LP
* Ary Toledo Pois é (1982) - Copacabana LP
* Ary Toledo - Na Base do Riso Explícito (1985) - Copacabana LP
* Ary Toledo Aoao vivo (1968) - RGE LP
* Ary Toledo Aa Todo Vapor (2008)
 
==Ligações externas==
1 660

edições