Diferenças entre edições de "Peça de artilharia"

47 bytes removidos ,  12h44min de 25 de setembro de 2017
m
ajustes usando script
m (ajustes usando script)
 
==História==
Na artilharia medieval e renascentista, existiam diversos tipos de peças de artilharia, cada qual dispondo de uma designação própria. A diferenciação entre os tipos baseava-se em diversas características, como as dimensões da peça e o peso das munições que disparava.
 
Durante o [[século XVI]], as peças eram normalmente designadas por nomes de animais reais ou imaginários (ex.: leão, camelo, dragão, águia, falcão, pelicano, serpe, escorpião, basilisco, áspide, esmerilhão e sacre) ou pelos efeitos produzidos (ex.: espalhafato, passa-muro, roqueira e berço). Estas designações derivavam frequentemente da fantasia dos fabricantes.
==Características de algumas peças de artilharia renascentistas==
{| width="60%" {{prettytable}}
! Designação da peça
! Calibre ([[milímetro|mm]])
! Peso da peça
! Peso da<br>munição ([[quilograma|kg]])
|----
| [[Canhão]] || 178 mm || 3175 kg || 47 lb || 21,3 kg
|---
| [[Meio canhão]] || 152 mm || 2722 kg || 27 lb || 12,3 kg
|---
| [[Colubrina]] || 127 mm || 1814 kg || 15 lb || 6,8 kg
|---
| [[Meia colubrina]] || 114 mm || 1633 kg || 9 lb || 4,1 kg
|---
| [[Sacre]] || 89 mm || 1134 kg || 5¼ lb || 2,4 kg
|---
| [[Falconete]] || 51 mm || 95 kg || 1¼ lb || 0,6 kg
|---
|}
*[http://nautarch.tamu.edu/shiplab/01monteiro/Artilharia01.htm MONTEIRO, Paulo, A Artilharia em arqueologia subaquática, ''The Nautical archaeology of the Azores'', Nautical Archaeology Program, Texas A&M University, 2003]
{{Esboço-mil}}
{{Seminterwiki|data=setembro de 2009}}
 
{{DEFAULTSORT:Peca Artilharia}}
210 183

edições