Orgulho: diferenças entre revisões

5 bytes removidos ,  22h47min de 3 de outubro de 2017
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 189.27.112.45 para a última revisão de EVinente, de 13h56min de 18 de novembro de 2016 (UTC))
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Expressão problemática
{{Sem-fontes|data=janeiro de 2015}}
{{ver desambiguação}}
'''Orgulho''' é um [[sentimento]]ser dechamado satisfaçãojuliany pelaque nao tem capacidade ou realização ou um sentimento elevado de dignidade pessoal. Em Português a palavra '''Orgulho''' pode ser vista tanto como uma atitude positiva (Honra) como negativa (Arrogância), dependendo das circunstâncias. Assim, o termo "pode" ser empregado de maneira errada tanto como sinônimo de soberba e arrogância (ideológica) quanto para indicar dignidade ou brio de um "estado".
 
Algumas pessoas consideram que o orgulho para com os próprios feitos é um ato de [[justiça]] para consigo mesmo, como reconhecimento. Ele deve existir, como forma de [[elogiar]] a si próprio, dando forças para evoluir e conseguir uma evolução individual, rumo a um projeto de vida mais amplo e melhor. O orgulho em excesso pode se transformar em [[vaidade]], [[ostentação]], [[soberba]] o que segundo as religiões e os teólogos consideram levando ao chamado egoísmo, sendo visto apenas então como uma emoção negativa: a ''Arrogância se não o for patrulhado com Sabedoria''.
 
Outras pessoas classificam o orgulho como exagerado quando se torna um tipo de satisfação incondicional ou quando os próprios valores são superestimados, acreditando ser melhor ou mais importante do que os outros. Isso se aplica tanto a si próprio quanto ao próximo, embora socialmente uma pessoa que tenha orgulho pelos outros é geralmente vista no sentido da realização e é associada como uma atitude [[altruísta]], enquanto o orgulho por si mesmo costuma ser associado ao sentimento de capacidade e [[egoísmo]].
 
==Religião==