Difference between revisions of "Luís Alexandre de Bourbon"

m
ajustes usando script
m (ajustes usando script)
| data de enterro = [[25 de novembro]] de [[1783]]
| local de enterro = [[Capela Real de Dreux]], [[Dreux]], [[França]]
| religião = [[Catolicismo]]
}}
 
== Biografia ==
[[Ficheiro:1708 - Louis-Alexandre de Bourbon (mob. nat).jpg|esquerda|miniaturadaimagem|Luís Alexandre]]
Foi o terceiro filho do rei [[Luís XIV de França|Luís XIV]] com sua amante [[Francisca Atenas]]. O pai legitimou Luís e aos seus três irmãos que sobreviveram, e declarou até que dois filhos seus com Montespan eram dignos de, eventualmente, suceder no trono. Quando sua mãe morreu em [[1707]], Luís Alexandre e as irmãs choraram-na em privado, pois qualquer manifestação pública foi proibida pelo rei e por [[Françoise d'Aubigné]], a Madame de Maintenon, que ocupava agora um lugar especial no coração do rei.
 
Fundador da Casa de Bourbon-Toulouse, foi feito Almirante de França aos cinco anos, desde [[1683]]. Entregue desde o nascimento aos cuidados de Madame de Monchevreuil como sua irmã mais velha [[Francisca Maria de Bourbon]], futura duquesa de Orleães. Na ocasião de sua legitimação, em 1681, foi feito conde de Toulouse. Em [[1684]], já era coronel de um regimento de infantaria batizado com seu nome, e em [[1693]]m mestre de campo de um regimento de cavalaria. Em janeiro de 1689, foi nomeado governador da Guyenne ou [[Aquitânia]], cargo que trocou pelo de governador da [[Bretanha]] em [[1695]].
 
==Casamento e descendência==
Casou em 2 de fevereiro de [[1723]] com Maria Vitória de Noailles, filha do [[duque de Noailles]], Anne Jules de Noailles, viúva do filho de seu meio-irmão, o [[Luís de Pardaillan]], marquês de Godrin. Seu único filho, nascido em [[1725]] e morto em [[1793]], foi o duque de Penthièvre, Luís João Maria de Bourbon.
 
Tivera dois bastardos antes do casamento, Louis-Alexandre de Sainte Foy (1720–1723) e Philippe-Auguste de Sainte Foy (1721–1795).
 
Sua viúva morreu em 30 de setembro de [[1766]] no Hôtel de Toulouse, sua mansão parisiense próxima do [[Louvre]], que comprara em [[1712]] de Phélypeaux, marquês de La Vrillière. Seu corpo, com o do marido, foi transferido de Rambouillet para a igreja Colegial Saint-Etienne de Dreux quando em [[1783]] o duque de Penthièvre vendeu o castelo a [[Luís XVI de França]].
 
Luís Alexandre, pelo casamento de sua neta, [[Luísa Maria Adelaide de Bourbon]], a Mademoiselle de Penthièvre, com [[Philippe Égalité (1747–1793)|Luís Filipe II]], duque de [[Chartres]], e futuro [[duque de Orleães]], é o ancestral da [[Casa de Orleães]].
[[Categoria:Nobres da França]]
 
{{semiw}}
[[Categoria:Nascidos em 1678]]
[[Categoria:Mortos em 1737]]