Diferenças entre edições de "Placa de gesso"

5 bytes adicionados ,  22h22min de 14 de outubro de 2017
m
ajustando datas, traduzindo nome/parâmetro nas citações, outros ajustes usando script
Etiqueta: Inserção de predefinição obsoleta
m (ajustando datas, traduzindo nome/parâmetro nas citações, outros ajustes usando script)
[[FileImagem:Drywall.jpg|thumb|Placas de gesso laminado aplicadas numa parede interior]]
'''Placa de gesso''', '''gesso laminado''', '''gesso cartonado''' ou ainda '''''drywall''''' (em português: "parede seca") é um painel constituído por [[sulfato de cálcio|Sulfato de cálcio hidratado]] ([[Gipsita|gesso]]), com ou sem aditivos, e geralmente pressionado contra um revestimento de cartão. É amplamente usado na [[construção civil]] em paredes e tectos interiores.<ref>{{citecitar web|url=http://www.merriam-webster.com/dictionary/plasterboard |titletítulo=Definition of PLASTERBOARD |website=www.merriam-webster.com}}</ref> O gesso pode ser misturado com fibras, geralmente de papel ou [[fibra de vidro]], ou outros aditivos que lhe conferem maior resistência ao fogo ou diminuem a absorção de água.
 
As paredes neste sistema são mais leves e com espessuras menores que as das paredes de alvenaria. São chapas fabricadas industrialmente mediante um processo de laminação contínua de uma mistura de gesso, água e aditivos entre duas lâminas de cartão. Tais sistemas são usados somente em ambientes internos das edificações, para os fechamentos externos, o sistema deverá utilizar perfis de aço estruturais (steel frame) e chapas comentícias (resistentes à ação de ventos e chuvas). O método é muito utilizado na construção civil, principalmente para áreas comerciais. As paredes de gesso ''dry wall'' permitem instalações elétricas e hidráulicas através do [[sistema de fixação a polvora|sistema de fixação]] em tetos ou aparafusadas em perfis de aço galvanizado. Além disso, adaptam-se a qualquer estrutura, como aço, concreto ou madeira.
 
Entretanto, por ainda estar associado ao gesso que requeria antigas técnicas de aplicação envolvendo muita mão-de-obra onerosa e aparência frágil, a maioria das pessoas ainda evitava as construções com Drywall, imaginando que sua instalação requeria os mesmos cuidados ou que não era
segura. Foi só a partir de 1945 que suas vantagens passaram a ser notadas em relação a outros tipos de construção e acabamentos.
 
A escassez da mão de obra entre o durante e o pós-guerra foi decisiva para alçar o Drywall como opção econômica e rápida em detrimento das técnicas tradicionais. Casas e fábricas podiam ser construídas em menos da metade do tempo e com bem menos trabalho que anteriormente. Além disso, os produtos baratos e eficientes passaram a ser encarados de maneira bastante patriótica por parte dos americanos, pois eles permitiam que fosse possível concentrar mais tempo e dinheiro para apoiar o esforço de guerra.
 
== Ferramentas e instalação ==
A instalação do Drywall é relativamente simples, apesar de se utilizar de ferramentas específicas como serrotes de ponta, pistolas para fixação de parafusos e parafusos próprios para Drywall.
 
Por esse motivo, costuma ser um projeto DIY (faça você mesmo) bastante popular no mundo, pois é de fácil aprendizagem e não requer ferramentas especiais ou muito caras.
O Drywall também aceita facilmente a instalação de vasos sanitários, pias e bidês e pode ser colocado inclusive em ambientes “molhados” onde haverá a existência de banheiros ou cozinhas, facilitando a introdução de encanamento e aceitando a instalação de louças e azulejos no acabamento. Nas versões fixo, monolítico e removível, ele permite ainda a fácil aplicação e acesso à tubulações.
 
Na construção civil, substitui as vedações e paredes internas convencionais (paredes, tetos e revestimentos) de edifícios de qualquer espécie, onde inclusive há um ganho de 4% de área útil. Ele ainda diminui custos na preparação da superfície para a pintura, uma vez que sua superfície é lisa e precisa.<ref>{{citar web|URL = http://www.placo.com.br/consumidores_drywall/guia-morador-drywall/guia-morador-drywall.asp|título = Guia do Morador|data =abril de 04/2015|acessadoem acessodata=1 de julho de 07/2015|autor = |publicado = }}{{Ligação|datali=outubro de inativa2017}}</ref>
 
== Fixação de objetos ==
== Vantagens e aplicações ==
O peso reduzido, o elevado desempenho acústico e o isolamento térmico por si só já garantem uma elevada vantagem do sistema Drywall sobre os sistemas tradicionais, como as paredes de alvenaria. Porém suas vantagens não param por aí: O Drywall também é conhecido mundialmente pela rapidez e limpeza na montagem. Para se ter uma ideia, uma parede, um forro ou
um revestimento de Drywall além de ser executado com muita rapidez, gera pouquíssimo entulho, evitando assim o desperdício. A montagem de uma parede divisória para a criação de um novo ambiente em uma casa ou apartamento demora apenas de 24 a 48 horas já se levando em consideração a instalação de portas, tomadas e interruptores, pronta apenas para receber a pintura final.
 
Em razão da rapidez e da limpeza na montagem dos sistemas de Drywall, reformar um imóvel fica muito mais simples, além de permitir soluções criativas muito mais facilmente como uso de curvas, recortes para iluminação embutida e sancas.
 
A mesma vantagem de rapidez e limpeza está presente na hora de se consertar vazamentos de água ou fiações e sistemas internos de refrigeração por exemplo. Em todos os casos, basta fazer um corte na estrutura com um serrote de ponta, suficiente para permitir o conserto e depois fechar a parede com o mesmo pedaço de chapa.
O Drywall também costuma levar vantagens até mesmo no controle de insetos e fungos.
 
Embora insetos possam alojar-se e constituir colônias no interior de quaisquer sistemas construtivos, o Drywall impõe algumas barreiras a estas situações.
 
Por se tratar de um sistema baseado em componentes industrializados, sua construção, além de seca, é normalmente muito limpa. Além disso, os próprios elementos que o compõem não são atrativos a insetos: as superfícies das chapas para Drywall, não são atrativas para os cupins; as estruturas, por sua vez, são compostas por perfis de aço galvanizado; e, para completar, o isolamento térmico e acústico dos sistemas, quando necessário, é executado com lã de vidro, outro material inerte que não serve como alimento a
 
== Drywall x Alvenaria ==
Em detrimento aos métodos de construção tradicionais, o Drywall apresenta inúmeras vantagens. A primeira é em relação ao planejamento geral da obra.
 
Neste quesito, ele sai na frente em contrapartida dos tradicionais projetos em alvenaria, já que diferente deste último é possível saber com precisão o quanto se vai investir calculando a quantidade de placas a serem utilizadas, evitando assim surpresas ou gastos extras com materiais. A execução é rápida e limpa, com pouco desperdício de material, e dificilmente tendo custos não programados.
 
No que diz respeito às instalações elétricas, toda a fiação do projeto pode ser embutida no forro e a mudança ou inserção de novas tomadas, passagem de cabos, consertos ou derivações de tubulações se tornam bem mais fáceis não exigindo a quebra das paredes e sendo rapidamente executáveis, sem sujeira e transtornos no ambiente, mesmo que este já esteja construído.
 
O Drywall também é um sistema altamente resistente. Uma parede de Drywall é muito leve, porém é tão firme, rígida e estável quanto uma parede de alvenaria comum. Esta mesma leveza lhe proporciona versatilidade na hora de mudanças de layout de ambientes e projetos, maior facilidade na criação de detalhes, como nichos, detalhes decorativos e de iluminação, além da facilidade de limpeza, enquanto que sua resistência e estabilidade se devem à rigidez de sua estrutura, montada com perfis de aço galvanizado que permitem que a estrutura das placas não se contraia ou dilate com o tempo e que armários, estantes, suportes de TV  e demais, possam ser fixados com segurança.
 
=== Isolamento Acústico ===
feito sobre uma estrutura de perfis fixada. Pode-se também obter um melhor isolamento térmico adicionando lã de vidro ou de rocha entre a parede e o revestimento, que ainda melhora o isolamento acústico do ambiente e proporciona um acabamento de qualidade.
 
Pode-se ainda aproveitar a mesma solução para o isolamento térmico contra o frio, sendo por isso indicado também para aplicação em casas de madeira.
 
Nestes casos, o revestimento deve ser fixado sempre sobre uma estrutura de perfis de aço galvanizado e não colado diretamente sobre a madeira, pois a mesma apresenta um coeficiente diferente de dilatação térmica em relação ao Drywall.
A textura naturalmente lisa do Drywall proporciona facilidade na aplicação de quaisquer acabamentos, devendo-se observar apenas algumas regras simples.
 
É necessário por exemplo que a região das juntas e dos parafusos seja lixada para eliminação de rebarbas, saliências e ondulações.
 
Já a pintura, deve ser precedida da aplicação de um fundo preparador, pois a superfície do Drywall após tratamento das juntas e dos pontos de aplicação dos parafusos, terá nestas áreas menor absorção da tinta, enquanto que o restante da superfície apresentará maior absorção.
 
Cerâmica - A superfície a ser revestida com esse material deve estar completamente limpa e livre de poeira. Recomenda-se a utilização de argamassa do tipo flexível.
 
No caso da aplicação de laminados plásticos, os montantes devem ser fixados, no mínimo, a cada 400 mm e as chapas devem ser parafusadas preferencialmente na posição horizontal, para evitar abaulamento e saliências.
Os procedimentos para reparar vazamentos, problemas de encanamento e outros no Drywall em contrapartida, costumam ser bastante simples, bastando-se apenas o reparo do trecho danificado. Em média, leva-se cerca de dois dias entre conserto e reposição do acabamento.
 
Deve-se cortar o trecho da chapa afetado pela água e substituir o pedaço por outro de chapa nova com as mesmas dimensões. Não se deve cortar a estrutura metálica.
 
No caso de problemas no encanamento, abre-se o revestimento da mesma forma, e após o conserto do encanamento a abertura é fechada com o mesmo pedaço de chapa cortado ou com um retalho de chapa nova nas mesmas dimensões.
 
== Drywall e a sustentabilidade ==
Justamente por ser um material de base papel e gesso, o Drywall permite uma série de facilidades em se tratando de reciclagem e reutilização sustentável.
 
O sistema se enquadra em uma categoria que proporciona conforto ambiental e economia com eficiência energética, já que garante a temperatura interna dos ambientes e ainda pode colaborar com a redução do uso de sistemas de calefação ou refrigeração, reduzindo significativamente o consumo de recursos energéticos do planeta, contribuindo para a melhora dos gastos em relação a energia elétrica.
Devido também a sua facilidade de instalação, melhora o reaproveitamento de espaços em construções já existentes e que podem estar em áreas de degradação, sendo um importante elemento de revitalização de espaços urbanos e geração de novas habitações.
 
Os resíduos do Drywall ainda são 100% recicláveis, o que facilita a sua reutilização de diversas formas, inclusive reaproveitando o gesso para a obtenção de novos Drywall, evitando assim que o mesmo possa continuar a ser extraído e tenha que fazer longas viagens, diminuindo assim os custos de logística e deslocamento para fabricantes e utilizadores.
 
O gesso reciclado pode ainda ser matéria prima para o cimento Portland, que por sua vez também é utilizado em diversos materiais para construção, como por exemplo o estuque. E mais recentemente, foi descoberto que o Drywall esmagado é muito útil como condicionador de solos, já que fornece cálcio e enxofre, possuindo também um alto teor de sal, que torna o solo mais apto para o crescimento e desenvolvimento de culturas como batata, milho e amendoim.
210 191

edições