Abrir menu principal

Alterações

275 bytes removidos ,  22h52min de 17 de outubro de 2017
m
Melhora do layout das referências e suavização das cores da tabela. +correções semiautomáticas (v0.53/3.1.39/1.107)
| imagem_legenda = ''O. arborea'' do CB unicamp, [[Campinas]] - [[São Paulo|SP]], [[Brasil]].
| estado = NE
| estado_ref = <ref name="reflora"/>
| sistema_estado =
| domínio = [[Eukariota]]
A ''O. arborea'' é muito similar morfologicamente à ''[[Ormosia fastigiata|O. fastigiata]]'' [[Tul.]], o que gera dificuldade na sua identificação em campo e em material herborizado.<ref name="GURSKI"/> As sementes de O. arborea são mais pesadas e criptocotiledonar; seus folíolos apresentam [[parênquima paliçádico]] de [[célula]]s mais curtas, com base mais larga.<ref name="GURSKI"/>
 
A ''O. arborea'' é [[monoica]], atinge altura de quinze a vinte metros; sua [[raiz]] possui nodulações; sua [[copa (botânica)|copa]] é frondosa; [[flor]]es, [[zigomorfa]]s, [[néctar|nectarífera]], levemente odorífera, apresentam coloração rosa e roxa, em [[panícula]]s amplas e terminais; [[fruto]] em [[vagem]] bivalvar, curta (cerca de seis centímetros), com [[pericarpo]] lenhoso, com normalmente uma a raramente três [[semente]]s.<ref name="Lorenzi"/><ref name="refloresta"/><ref name="IBF"/><ref name="arvores"/><ref name="Gonçalves"/> Após 26 dias a planta atinge altura de doze centímetros, apresenta sistema radicular pouco desenvolvido com algumas raízes secundárias e [[eófilo]]s; eófilo com forma elíptica, filotaxia oposta, nervuras bem aparentes e bordos ondulados.<ref name="Gonçalves"/> Aos cinquenta dias a [[plántula]] apresenta um terceiro eófilo, sistema radicular mais desenvolvido, cotilédones presentes e diminuídos; o cotilédone murcha aos setenta dias.<ref name="Gonçalves"/>
 
=== Semente ===
[[FicheiroImagem:Ormosia arborea seeds.jpg|120px|miniaturadaimagem|esquerda|Sementes de ''O. arborea'']]
Suas sementes são chamativa, com cores contrastantes, possuem testa bicolor, vermelha e preta, tegumento de textura lisa, formato de elíptico a oblongo, massa entre 0,827 e 0,776 g, comprimento médio foi de 1,15 centímetros, com diâmetro e espessura médios de 9,2 e 7,5 milímetros respectivamente, massa média de 685mg; seu [[hilo]] é semicircundante, elíptico, heterócromo (cor esbranquiçada quando o [[funículo]] é removido), próximo à base da semente e fenda hilar, pouco perceptível; seu [[embrião]] é de cor creme, invaginado, globoso, com [[cotilédone]]s crassos, plano-convexos, dispostos perpendicularmente ao eixo hipocótilo-radícula, que é reto e curto, com tamanho diminuto em relação ao restante da semente.<ref name="Lorenzi"/><ref name="embrapa"/><ref name="GURSKI"/><ref name="refloresta"/><ref name="IBF"/><ref name="arvores"/><ref name="Silva"/> Sua germinação é criptocotiledonar ou fanerocotiledonar; seu [[cotilédone]] é verde e crasso; seu [[epicótilo]] é cilíndrico de cor verde clara, superfície pilosa e apresenta rápido crescimeno; emite a raiz principal em cerca de nove a doze dias após a germinação.<ref name="Gonçalves"/>
 
[[FicheiroImagem:Ormosia arborea 01.jpg|150px|miniaturadaimagem|esquerda|Folhas compostas e, nas extremidades da copa, frutos de ''O. arborea''.]]
 
[[Ficheiro:Ormosia arborea 01.jpg|150px|miniaturadaimagem|esquerda|Folhas compostas e, nas extremidades da copa, frutos de ''O. arborea''.]]
=== Folhas ===
Suas [[folha]]s são compostas, imparipinadas, com média de dez [[folíolo]]s; folíolos glabros, coriáceos, com dimensões de dezessete por oito centímetros de comprimento e largura respectivamente, presença de pigmentos vacuolares, espaços intercelulares conspícuos no parênquima esponjoso, tricomas tectores restritos à nervura principal e células epidérmicas da face adaxial maiores que as da face abaxial.<ref name="Lorenzi"/><ref name = "embrapa"/><ref name="GURSKI"/><ref name="refloresta"/><ref name="IBF"/><ref name="arvores"/>
 
=== Tronco ===
[[FicheiroImagem:Ormosia arborea tronco.jpg|150px|miniaturadaimagem|direita|Tronco de ''O. arborea''.]]
Seu [[tronco (órgão vegetal)|tronco]] de reto a levemente tortuso, atinge de cinquenta a setenta centímetros DAP (diâmetro à altura do peito, a 1,30 metros do chão); seu [[fuste]] chega a ter até sete metros de comprimento; apresenta casca com [[ritidoma]] [[lenticela|lenticelado]]; [[caule]] com tricomas tectores esparsos e grande quantidade de lenticelas.<ref name="Lorenzi"/><ref name = "embrapa"/><ref name="GURSKI"/><ref name="refloresta"/><ref name="IBF"/><ref name="arvores"/>
 
== [[Química]] ==
 
== [[Ecologia]] ==
A ''O. arborea'' possui habito semidecíduo ou [[perenifólio]], é [[heliófita]], [[Comunidade clímax|climácica]], prefere solos mais drenados.<ref name="Lorenzi"/><ref name="refloresta"/> Possui germinação hipógea.<ref name="GURSKI"/>
 
Propicia associação do tipo [[micorriza]].<ref name="Fontes"/> Aparenta ser adaptada a alagamentos sazonais.<ref name="Junglos"/>
 
== [[Semeadura]] e manejo de mudas ==
Para haver melhor taxa de germinação é recomendado escarificação das sementes.<ref name="Lorenzi"/><ref name="Darwin"/><ref name="Walquíria"/><ref name="Marco"/><ref name="Aline"/><ref name="IPEF"/><ref name="Teixeira"/><ref name="BasqueiraEscarificação"/> A salinidade prejudica sua germinação.<ref name="Matos"/> As mudas jovens desenvolvem-se melhor sob condição de sombreamento e toleram sombreamento de 70%.<ref name="Koga"/>
 
== [[Etmologia]] e nomes populares ==
! colspan="13" | Nomes vernaculares
|-
! style="background: #efdede;"| angelim
! style="background: #efdede;"| tento
! style="background: #efdede;"| tento-macanaíba
|-
| rowspan=9 style="background: #dddddd;"| Estados
! style="background: #ef0000afffaf; text-align: left;"| [[Bahia]]
! style="background: #ef0000afffaf;"|
|
|
|
|-
! style="background: #00ef00ffffdd; text-align: left;"| [[Espírito Santo]]
|
! style="background: #00ef00ffffdd;"|
|
|
|
|-
! style="background: #5f5fefffdddd; text-align: left;"| [[Mato Grosso]]
|
|
! style="background: #5f5fffffdddd;"|
|
|
|
|-
! style="background: #5f5f00ccffff; text-align: left;"| [[Mato Grosso do Sul]]
|
|
|
! style="background: #5f5f00ccffff;"|
|
|
|
|-
! style="background: #8f8f8fbfbf55; text-align: left;"| [[Minas Gerais]]
|
! style="background: #8f8f8fbfbf55;"|
|
! style="background: #8f8f8fbfbf55;"|
! style="background: #8f8f8fbfbf55;"|
|
|
|
|-
! style="background: #ff8f8fafffaf; text-align: left;"| [[Paraná]]
|
|
|
! style="background: #ff8f8fafffaf;"|
|
! style="background: #ff8f8fafffaf;"|
! style="background: #ff8f8fafffaf;"|
! style="background: #ff8f8fafffaf;"|
|
|
|
|-
! style="background: #ff8fffffffdd; text-align: left;"| [[Rio de Janeiro]]
|
|
|
|
! style="background: #ff8fffffffdd;"|
|
|
|
|-
! style="background: #ff00ffffdddd; text-align: left;"| [[Santa Catarina]]
|
|
|
|
! style="background: #ff00ffffdddd;"|
|
! style="background: #ff00ffffdddd;"|
|
|
|
|-
! style="background: #44ffffccffff; text-align: left;"| [[São Paulo]]
|
! style="background: #44ffffccffff;"|
|
! style="background: #44ffffccffff;"|
|
|
|
|
! style="background: #44ffffccffff;"|
! style="background: #44ffffccffff;"|
! style="background: #44ffffccffff;"|
|}
 
{{Referências|col=2|refs =
<ref name = "reflora">{{citar web
|URL = http://reflora.jbrj.gov.br/reflora/floradobrasil/FB29802
 
<ref name = "várias">Compilado de fontes de bases de dados sobre espécies vegetais:
* {{citar livro
|autor = Tamashiro, Jorge Yoshio
|título = Árvores do campus da Unicamp: nativas do Brasil
|ISBN = 978-85-268-0995-6}}
 
* {{citar web
|URL = http://sites.unicentro.br/wp/manejoflorestal/8591-2/
|título = ''Ormosia arborea'' (Vell.) Harms
|acessodata= 22 de setembro de 2017}}
 
* {{citar web
|URL = https://www.ncbi.nlm.nih.gov/Taxonomy/Browser/wwwtax.cgi?id=1231557
|título = ''Ormosia arborea'' (Vell.) Harms
|publicado = [[International Plant Names Index]] (IPNI). Disponível em:http://www.ipni.org/index.html
|idioma = inglês
|acessodata= 13 de outubro de 2017}}</ref>
</ref>
<ref name = "sinônimos">Compilado de fontes de bases de dados para os sinônimos:
* {{citar web
|publicado = [[Species 2000]] & ITIS [[Catalogue of Life]], 2017 Annual Checklist. Digital resource at www.catalogueoflife.org/annual-checklist/2017. Species 2000: [[Museu de História Natural de Leiden|Naturalis]], [[Leiden]], the [[Netherlands]]
|ISSN = 2405-884X
|idioma = de, en, es, fr, lt, nl, pl, pt, ru, th, vi, zh
|acessodata= 22 de setembro de 2017}}
 
|publicado = [[Tropicos]].org. [[Missouri Botanical Garden]]
|idioma = inglês
|acessodata= 22 de setembro de 2017}}</ref>
</ref>
 
<ref name = "gbif">{{citar web
<ref name = "GURSKI">{{citar periódico
|autor = GURSKI, Cristina; DIAS, Edna Scremin and MATTOS, Eduardo Arcoverde de
|título = Caracteres das sementes, plântulas e plantas jovens de Ormosia arborea (Vell.) Harms E Ormosia fastigiata Tul. (Leg-papilionoideae).
|volume = 36
|número = 1
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref name = "Escarificação">Compilado de referências sobre eficácia da escarificação das sementes na germinação:
<ref name = "Walquíria">{{citar periódico
<ref* name = "Aline">{{citar periódico
|autor = Walquíria Fernanda Teixeira; Eliana Aparecida Rodrigues; Alice Fátima Amaral
|título = Estudo de superação de dormência de Ormosia arbórea sob diferentes testes, para produção de mudas para reflorestamento de áreas degradadas no município de Patos de Minas, MG
|páginas = 26-30
|ISSN = 1806-6399
|url = http://perquirere.unipam.edu.br/documents/23456/35660/Estudo_de_superacao_de_dormencia.pdf}}</ref>
 
<ref* name = "Marco">{{citar periódico
|autor = Marco Antonio Marques, Teresinha de Jesus Deléo Rodrigues, Rinaldo Cesar de Paula
|url = http://cientifica.org.br/index.php/cientifica/article/view/79
|volume = 32
|número = 2
|páginas = 141-146|id =
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref* name = "embrapa">{{citar webperiódico
|URL = http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/especies_arboreas_brasileiras/arvore/CONT000fu18ojjh02wyiv807nyi6sdpswres.html
|título = Coronheira (''Ormosia arborea'')
|autor = Paulo Ernani Ramalho Carvalho
|publicado = Agência [[Embrapa]] de Informação Tecnológica disponível em: http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref name = "Aline">{{citar periódico
|autor = Aline Cristine Curiel, Cristiano Pedroso de Moraes
|url = https://www.scientiaplena.org.br/sp/article/view/215
|volume = 7
|número = 12
|páginas = 6|id =
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref* name = "actaplantarum">{{citar web
|URL = http://www.actaplantarum.org/etimologia/etimologia.php
|título = ''Ormosia''
|publicado = Etimologia dei nomi botanici e micologici e corretta accentazione publicado em: http://www.actaplantarum.org
|idioma = italiano
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref name = "IPEF">{{citar web
|URL = http://www.ipef.br/tecsementes/dormencia.asp
|título = Métodos de Quebra de Dormência de Sementes
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref* name = "Koga">{{citar teseperiódico
|autor = Alan Seity Ferraz Koga; Silvana de Paula Quintão Scalon
|url = http://eventos.ufgd.edu.br/enepex/anais/arquivos/1185.pdf
|título = Diferentes níveis de sombreamento no desenvolvimento de mudas de ''Ormosia arborea'' (Vell.) Harms|editora=
|publicado = Encontro de Ensino Pesquisa e Extensão (ENEPEX) - 9º ENEPE UFGD, 6º EPEX UEMS
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref name = "Teixeira">{{citar periódico
|autor = Walquíria Fernanda Teixeira; Evandro Binotto Fagan; Derblai Casaroli; Sabrina de Carvalho Canedo; Kamilla Alves Barbosa
|url = https://periodicos.ufsc.br/index.php/biotemas/article/viewFile/2175-7925.2011v24n4p25/20213
|título = Avaliação de métodos para superação de dormência na germinação de ''Ormosia arborea'' (Vell.) Harms
|revista = Biotemas|local=
|volume = 24
|número = 4
|páginas = 25-29|id =
|publicado = Encontro de Ensino Pesquisa e Extensão (ENEPEX) - 9º ENEPE UFGD, 6º EPEX UEMS
|data = dezembro de 2011
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}
 
* {{citar periódico
|autor = Reginaldo Augusto Basqueira, Henderson Pessa, Thiago de Souza-Leal, Cristiano Pedroso-de-Moraes
|url = http://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/rama/article/view/1876
|título = Superação de Dormência em Ormosia arborea (Fabaceae: Papilionoideae) pela Utilização de Dois Métodos de Escarificação Mecânica em Diferentes Pontos do Tegumento
|revista = Revista em Agronegócios e Meio Ambiente |local =
|volume = 4
|número = 3
|páginas = 547-561
|issn = 1981-9951
|data = agosto de 2011
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref name = "Walquíriaembrapa">{{citar periódicoweb
|URL = http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/especies_arboreas_brasileiras/arvore/CONT000fu18ojjh02wyiv807nyi6sdpswres.html
|título = Coronheira (''Ormosia arborea'')
|autor = Paulo Ernani Ramalho Carvalho
|publicado = Agência [[Embrapa]] de Informação Tecnológica disponível em: http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref name = "Teixeiraactaplantarum">{{citar periódicoweb
|URL = http://www.actaplantarum.org/etimologia/etimologia.php
|título = ''Ormosia''
|publicado = Etimologia dei nomi botanici e micologici e corretta accentazione publicado em: http://www.actaplantarum.org
|idioma = italiano
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref name = "IPEFKoga">{{citar webtese
|autor = Alan Seity Ferraz Koga; Silvana de Paula Quintão Scalon
|url = http://eventos.ufgd.edu.br/enepex/anais/arquivos/1185.pdf
|título = Diferentes níveis de sombreamento no desenvolvimento de mudas de ''Ormosia arborea'' (Vell.) Harms|editora =
|publicado = Encontro de Ensino Pesquisa e Extensão (ENEPEX) - 9º ENEPE UFGD, 6º EPEX UEMS
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
|publicado = Agência Ambiental Pick-upau, disponível em: http://www.pick-upau.org.br
|data = agosto de 2012
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>
 
<ref name = "Basqueira">{{citar periódico
|autor = Reginaldo Augusto Basqueira, Henderson Pessa, Thiago de Souza-Leal, Cristiano Pedroso-de-Moraes
|url = http://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/rama/article/view/1876
|título = Superação de Dormência em Ormosia arborea (Fabaceae: Papilionoideae) pela Utilização de Dois Métodos de Escarificação Mecânica em Diferentes Pontos do Tegumento
|revista = Revista em Agronegócios e Meio Ambiente |local =
|volume = 4
|número = 3
|páginas = 547-561
|issn = 1981-9951
|data = agosto de 2011
|acessodata= 10 de outubro de 2017}}</ref>