Diferenças entre edições de "Caio Quíncio Cincinato"

7 bytes removidos ,  19h06min de 23 de outubro de 2017
m
rm link para a própria página, outros ajustes usando script
m (rm link para a própria página, outros ajustes usando script)
|local da morte =
}}
'''Caio Quíncio Cincinato''' ({{lang-la|''Caius Quintius Cincinnatus''}}) foi um político da [[gente (Roma Antiga)|gente]] [[Quíncios|Quíncia]] nos primeiros anos da [[República Romana]], eleito [[tribuno consular]] em 377 a.C..
 
== Tribunato consular (377 a.C.) ==
Em 377 a.C., Caio Quíncio foi eleito tribuno consular com [[Caio Vetúrio Crasso Cicurino]], [[Lúcio Emílio Mamercino (cônsul em 366 a.C.)|Lúcio Emílio Mamercino]], [[Públio Valério Potito Publícola]], [[Sérvio Sulpício Pretextato]] e [[Lúcio Quíncio Cincinato Capitolino (tribuno consular em 386 a.C.)|Lúcio Quíncio Cincinato Capitolino]].<ref name=LivVI32>[[Lívio]], ''[[Ab Urbe Condita libri|Ab Urbe Condita]]'' VI, 3, 32.</ref>.
 
Durante seu mandato, Roma teve que enfrentar somente a ameaça dos [[volscos]], desta vez aliados aos [[latinos (tribo)|latinos]]. Organizado o alistamento, o exército foi dividido em três partes: uma para defender a cidade, uma para a defesa do território romano e a maior parte foi enviada para combater o inimigo, sob as ordens de Lúcio Emílio e Públio Valério.
 
A batalha foi travada perto de [[Satricum]] e os romanos levaram a melhor, apesar da forte resistência dos latinos, que haviam copiado as técnicas militares romanas. Enquanto os volscos se retiraram para [[Âncio]] (sua capital), a partir de onde trataram sua rendição, entregando a cidade e seu território aos romanos,<ref name=LivVI32/>, os latinos atearam fogo a Satricum e atacaram [[Túsculo]], segundo eles uma cidade "duplamente culpada", pois era a única latina que havia obtido a [[cidadão romano|cidadania romana]].
 
Enquanto os latinos ocupavam a cidade, os tuscolanos se retiraram para a [[cidadela]] e enviaram um pedido de ajuda urgente aos romanos, que enviaram reforços sob as ordens de Lúcio Quíncio e Sérvio Sulpício, que conseguiram expulsar os latinos e libertar a cidade.<ref>[[Lívio]], ''[[Ab Urbe Condita libri|Ab Urbe Condita]]'' VI, 3, 33.</ref>.
 
== Ver também ==
|con3=[[Públio Valério Potito Publícola]]
|con4=[[Sérvio Sulpício Pretextato]]
|con5=[[Caio Quíncio Cincinato]]
|con6=[[Lúcio Quíncio Cincinato Capitolino (tribuno consular em 386 a.C.)|Lúcio Quíncio Cincinato Capitolino]] II (III?)
|ano=377 a.C.
|seg1=[[Lúcio Papírio Crasso (tribuno consular em 382 a.C.)|Lúcio Papírio Crasso]] II
|seg2=[[Sérvio Cornélio Maluginense (tribuno consular em 386 a.C.)|Sérvio Cornélio Maluginense]] V
|seg3=[[Licínio Menênio Lanato]] IV,
|seg4=[[Sérvio Sulpício Pretextato]] II
|seg5=