Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho ,  21h11min de 24 de outubro de 2017
sem resumo de edição
|notas =
}}
'''Áustria-Hungria''' ou '''Império Austro-húngaroHúngaro''' foi um vasto e importante Estado [[Europa|europeu]], sucessor do [[Império Austríaco]]. Resultou de um acordo entre as nobrezas austríaca e [[Reino da Hungria|húngara]] em [[1867]], e foi dissolvido em [[1918]], quando as autoridades militares assinaram o armistício na Villa Giusti, dia 3 de novembro de 1918, após a derrota na [[Primeira Guerra Mundial]]. O movimento separatista havia começado ainda durante a guerra e foi consolidado nos anos seguintes (1919 e 1920) com os tratados de [[Tratado de Saint-Germain-en-Laye|Saint-Germain]] e [[Tratado de Trianon|Trianon]]. Em alguns aspectos, a mudança foi relativamente progressiva. Nos primeiros anos da década de 1920, por exemplo, esses países continuaram usando a mesma moeda, impressa pelo banco central dos dois países.
 
Na altura da sua dissolução, o império tinha uma superfície total de 677.546 km². Sua população, antes do início da Primeira Guerra Mundial era estimada em 52,5 milhões de habitantes. O que resta deste antigo Estado encontra-se dividido entre treze países atuais: [[Áustria]], [[Hungria]], [[República Checa]], [[Eslováquia]], [[Eslovénia]], [[Croácia]], [[Bósnia e Herzegovina]] e as regiões da [[Voivodina]], na [[Sérvia]], [[Bocas de Cattaro]], no [[Montenegro]], [[Trentino-Alto Ádige|Trentino-Tirol Meridional]] e [[Trieste (província)|Trieste]], na [[Itália]], [[Transilvânia]] e parte do [[Banato]], na [[Roménia]], [[Galícia (Europa Central)|Galícia]], na [[Polónia]] e [[Ruténia]] (região Subcarpática), na [[Ucrânia]].
Utilizador anónimo