Diferenças entre edições de "Isaac Benayon Sabbá"

28 bytes adicionados ,  01h07min de 25 de outubro de 2017
m
traduzindo nome/parâmetro nas citações, rm link para a própria página, outros ajustes usando script
m (traduzindo nome/parâmetro nas citações, rm link para a própria página, outros ajustes usando script)
|bgcolour = lightblue
|imagem= Isaac Benayon Sabbá age 88.jpg|thumb|Isaac Benayon Sabbá aos 88 anos
|legenda= Isaac Benayon Sabbá
|nome_completo = Isaac Benayon Sabbá
|data_nascimento = 12 de fevereiro de 1907
|local_nascimento = [[Belém (Pará)|Belém]], [[Pará|PA]]
'''Isaac Benayon Sabbá''' ([[Belém (Pará)|Belém]], [[12 de fevereiro]] de [[1907]] — [[Manaus]], [[22 de março]] de [[1996]]) foi um [[empresário]] [[brasil]]eiro.
 
Nasceu em uma família [[Judeu|judaica]] de origem [[Marrocos|marroquina]].<ref name=amazoniajudaica>{{citar web|titletítulo=Isaac Benayon Sabbá|url=http://www.amazoniajudaica.org/167563/Isaac-Benayon-Sabb%C3%A1|obra=www.amazoniajudaica.org|publisherpublicado=Amazônia Judaica|accessdateacessodata=10 de novembro de 2015}}</ref>
 
Isaac foi um empreendedor, sendo o fundador do grupos [[IB Sabbá Ltda.]] e [[Petróleo Sabbá SA]],<ref name=amazoniajudaica /> o maior grupo de negócios a operar na região da [[Amazônia brasileira|Amazônia]] durante o [[século XX]].<ref name=amazoniajudaica />
 
==Primeiros anos==
Quando adolescente sua família se mudou para Manaus, devido ao casamento de sua irmã mais velha. Seu futuro cunhado os havia convidado para trabalhar com ele. Logo Isaac começou a trabalhar como assistente de escritório de representação do seu cunhado. A carga de trabalho não lhe permitiu estudar, interrompendo sua vida escolar no segundo ano. No entanto, ele reservou seu tempo livre para leitura, um hábito que cultivou a vida toda.<ref name=fdb>{{citar web|titletítulo=Fundação Amazônica de defesa da Biosfera|url=http://www.fdb.org.br/?pg=galeria,personalidades&cd=2|website=www.fdb.org.br/|accessdateacessodata=10 de novembro de 2015}}</ref>
 
==Carreira==
 
==== Segunda Guerra Mundial====
Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, o Governo Federal estabeleceu o monopólio da borracha, uma época em que a empresa de Isaac Sabbá representava 64% das exportações. Esta não seria a única vez que o governo iria nacionalizar suas empresas.<ref name=eretzamazonia>{{citar livro|last1último1 =Benchimol|first1primeiro1 =Samuel|titletítulo=Eretz Amazonia|publisherpublicado=Valer|isbn=9788586512216|pagepágina=225-245|pagepágina=225|accessdateacessodata=8 de novembro de 2015}}</ref>
 
Em 1942, Isaac Sabbá tinha fundado a Companhia Mercantil Comissionária e Exportadora, transformado mais tarde em Devel -. Sociedade de Desenvolvimento da Amazônia Ltda, a fim de aumentar os negócios [[goma elástica]].<ref name=amazoniajudaica />
Compreender os pontos fracos do ambiente de negócios da Amazônia, caracterizadas pela pobreza e pela falta de recursos financeiros que poderiam ser usados para a exploração de sua imensa riqueza natural, ele estudou e colocou em prática um sistema de financiamento que beneficiou o produtor. Depois de analisar a situação das indústrias locais, ele viu que não era possível aumentar a produção de matérias-primas, sem um fornecimento de combustível, a um preço acessível na região amazônica. Daí veio a ideia de construir uma refinaria de petróleo em Manaus que se tornou [[Reman]].<ref name = amazoniajudaica />
 
Ele foi chamado pelo [[Time Magazine]] e pelo [[Los Angeles Times]] como "The king of the Amazon (O Rei da Amazônia)".<ref name=king>{{citar web|titletítulo=King of The Amazon|url=https://news.google.com/newspapers?nid=1817&dat=19720319&id=ywMdAAAAIBAJ&sjid=LZwEAAAAIBAJ&pg=7406,3607620&hl=pt-BR|obra=google newspaper|publisherpublicado=Los Angeles Times|accessdateacessodata=10 de novembro de 2015}}</ref>
 
====Petróleo Sabbá====
A Refinaria de Petróleo Isaac Sabbá, foi edificada nas margens do [[Rio Negro (Amazonas)|Rio Negro]] em [[Manaus]], iniciou suas operações em 6 de setembro de 1956 sob o nome de Companhia de Petróleo do Amazonas (Copam - Companhia de Petróleo do Amazônia). A refinaria foi inaugurada oficialmente em 3 de Janeiro de 1957, com a presença do Presidente [[Juscelino Kubitschek]].<ref name=petrobras>{{citar web|titletítulo=Reman- Isaac Sabbá|url=http://www.petrobras.com.br/pt/nossas-atividades/principais-operacoes/refinarias/refinaria-isaac-sabba-reman.htm|obra=www.petrobras.com.br/|publisherpublicado=Petrobras|accessdateacessodata=10 de novembro de 2015}}</ref>
 
No entanto, apenas para produzir combustível não era suficiente, o mais importante foi o de torná-los acessíveis a outros centros de consumo, o seu objetivo foi a integração da região amazônica na vida económica do país.<ref name = amazoniajudaica />
 
Em 1971 IB Sabbá em parceria com [[Royal Dutch Shell|Shell]] e formaram a sociedade Petróleo Sabbá SA, que assumiu as atividades do departamento de Petróleo do IB Sabbá & Cia. Ltda. No mesmo ano COPAM foi nacionalizada pelo governo militar,<ref name=enfoque>{{citar notícia|titletítulo=Isaac Sabba, ícone do empreendedorismo|url=http://www.enfoqueamazonico.com.br/notas.php?dot=9|accessdateacessodata=10 de novembro de 2015|agencyagência=http://www.enfoqueamazonico.com.br/}}</ref> e foi rebatizado Refinaria de Manaus ([[REMAN]]), apenas em 1996 depois de sua morte ela foi renomeada Refinaria Isaac Sabbá.<ref name=petrobras /> Em 31 de maio de 1974, COPAM foi incorporada ao Sistema [[Petrobras]] como Refinaria de Manaus (Reman).
 
===== Curiosidade =====
 
==Vida pessoal==
[[Ficheiro:Ketubah-_Isaac_Benayon_Sabba_&_Irene_Assayag_Gonçalves.jpg|ligação=https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Ketubah-_Isaac_Benayon_Sabba_&_Irene_Assayag_Gon%C3%A7alves.jpg|direita|miniaturadaimagem|267x267px|Ketubá de [['''Isaac Benayon Sabbá]]''' e Irene (Assayag) Gonçalves Sabbá Casamento realizado em [[Manaus]], em 1942.]]
 
Sabbá casou com Irene (née. Assayag) Gonçalves Sabbá em 1942. O casal teve cinco filhos, Moises Gonçalves Sabbá (b.1944), Alberto Mimon Gonçalves Sabbá (b. 1945), Mário Gonçalves Sabbá (b.1947), Ester Gonçalves Sabbá (b.1949) e Débora Gonçalves Sabbá (1963-1963). Ele tomou como pupilo seu sobrinho Moysés Benarrós Israel, que foi seu braço direito durante toda a sua vida.<ref name = amazoniajudaica />
210 174

edições