Diferenças entre edições de "Taifa de Silves"

232 bytes adicionados ,  23h59min de 28 de outubro de 2017
reposição de conteudo referenciado
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de Hupikof, com Reversão e avisos)
(reposição de conteudo referenciado)
* [[Maomé I Amide Aldaulá]] ([[1040]])-([[1048]])
* [[Issa II Almuzafar]] ([[1048]]-[[1053]])
* [[MaoméMohamede IIben NácerIça Annácer]] ([[10531054]]-[[1058]])
* [[Issa III Almuzafar]] ([[1058]]-[[1063]])
|-
A '''Taifa de Silves''' foi um pequeno emirato muçulmano surgido em [[Alandalus]] em 1027 a partir da desintegração do [[Califado de Córdova]] e que perdurou até 1063, quando foi absorvido pela [[Taifa de Sevilha]]. A taifa de Silves ocupava a área mais ocidental da atual região [[Portugal|portuguesa]] de [[Algarve]], ao redor do [[cabo São Vicente]] e teve como centro a cidade de [[Silves (Portugal)|Silves]] (Xilbe).
 
Em Silves sucederam-se diversos chefes antes da tomada do poder pela família dos {{ilc|muzainidas||Banu Muzayn}}, dos quais se sucederam três [[emir]]es: [[Issa II Almuzafar]] (1048-1053), [[MaoméMohamede IIben NácerIça Annácer]] (10531054-1058)<ref>[https://books.google.com/books?redir_esc=y&hl=pt-BR&id=T-MEAAAAYAAJ&dq=rei+N%C3%A1cer+de+Granada&focus=searchwithinvolume&q=Ann%C3%A1cer Grande enciclopédia portuguesa e brasileira] Volume 17, p. 515</ref> e [[Issa III Almuzafar]] (1058-1063), até ser conquistada por [[Almutadide]] de Sevilha.
 
== Segunda taifa ==
113

edições