Diferenças entre edições de "Guerra de trincheiras"

898 bytes adicionados ,  20h02min de 2 de novembro de 2017
m
sem resumo de edição
m
Etiqueta: Inserção de predefinição obsoleta
[[Imagem:Cheshire Regiment trench Somme 1916.jpg|300px270px|miniaturadaimagem|Soldados ingleses lutando nas suas trincheiras (1916).]]
{{Guerra}}
'''Guerra de trincheiras''' é um tipo de guerra terrestre utilizando linhas ocupadas consistidas principalmente de [[trincheira]]s, onde as tropas que lá estão desfrutam de uma posição bem protegida contra ataques de projéteis balísticos inimigos, como armas de fogo pequenas e artilharia. O caso de luta de trincheira mais conhecido ocorreu na [[Frente Ocidental (Primeira Guerra Mundial)|Frente Ocidental]] da [[Primeira Guerra Mundial]]. Este conflito foi marcado pela "guerra parada", consistido de ataques de baionetas, [[Guerra de atrito|luta de atrito]], cercos e ofensivas fúteis para tentar expulsar o inimigo da sua trincheira.<ref>{{cite web| title = Dictionary.com Cultural Dictionary| url = http://dictionary.reference.com/browse/trench%20warfare| accessdate = 2 de novembro de 2017}}</ref>
[[Imagem:Cheshire Regiment trench Somme 1916.jpg|300px|miniaturadaimagem|Soldados ingleses lutando nas suas trincheiras (1916).]]
 
'''Guerra de trincheiras''' foi uma guerra ocorrida na segunda fase ([[1915]]-[[1917]]) da [[Primeira Guerra Mundial]]. Recebeu esse nome pois os exércitos da [[Frente Ocidental (Primeira Guerra Mundial)|Frente Ocidental]] se protegiam em extensas linhas de trincheiras (de terras) que eles mesmo cavavam. Foi também a fase mais mortífera da guerra. Essa guerra tinha como armas: minas, redes de arame, metralhadoras, canhões de longo alcance e gás tóxico (mais especificamente o gás mostarda ).O quotidiano dos exércitos rivais era péssimo pois a higiene era muito má (sujeitos a pragas, parasitas, ratos e ratazanas). No meio das duas trincheiras existia a chamada terra de ninguém, cobiçada pelos dois exércitos que ao avançar poucos metros se deparava com muito arame farpado o que dificultava a batalha. Era na terra de ninguém que a maioria dos soldados morria.<ref>{{citar web|título= Dictionary.com Cultural Dictionary| url = http://dictionary.reference.com/browse/trench%20warfare |acessodata= 14 de agosto de 2009}}</ref>
A guerra de trincheiras durante a Primeira Grande Guerra causou uma revolução em termos de táticas e poder de fogo, para superar as defesas paradas do inimigo. Numa luta de trincheiras, o defensor sempre tem a vantagem.<ref>Nicholas Murray, ''The Rocky Road to the Great War: The Evolution of Trench Warfare to 1914''.</ref> Na Frente Ocidental (1914–1918), ambos os lados do conflito construíram uma série de trincheiras fortificadas e buracos com posições de metralhadoras e armas leves, protegidos por [[arame farpado]], [[Mina terrestre|minas-terrastres]] e outros obstáculos. A área entre as duas linhas de trincheiras era conhecida como "[[terra de ninguém]]" e era a região mais exposta ao fogo inimigo. Ataques, bem sucedidos ou não, normalmente resultavam em perdas humanas terríveis.
 
Com o desenvolvimento da [[guerra mecanizada]] deu início ao declínio da guerra de trincheiras, embora as batalhas ainda fossem, inicialmente, estáticas.<ref>{{citar web|título= Dictionary.com Cultural Dictionary| url = http://dictionary.reference.com/browse/trench%20warfare |acessodata= 14 de agosto de 2009}}</ref>
 
== Táticas de infantaria ==