Abrir menu principal

Alterações

8 bytes removidos ,  04h04min de 3 de novembro de 2017
sem resumo de edição
Então, em {{AC|75|x}}, ele avançou através dos [[Montes Tauro]] (a primeira vez que um exército romano fez isso) e conseguiu derrotar os [[isáurios]] que viviam na encosta norte da cordilheira. Ele cercou a principal cidade da região, [[Isáuria (cidade)|Isáuria]], e conseguiu capturá-la depois de desviar o curso de um rio, privando os defensores de sua única fonte de água.<ref name="s1233"/> Quando seu mandato terminou, Vácia Isáurico havia organizado o território que capturara e o incorporou à província da Cilícia.<ref name="s1233"/> De qualquer maneira, a maior parte da Cilícia Pédias ainda era ainda parte do [[Império Armênio]] de [[Tigranes, o Grande]], e a [[Cilícia Traqueia]] (''Trachea'') ainda estava nas mãos dos piratas.
 
Foi somente quando [[Cneu Pompeu Magno]] venceu os piratas na decisiva [[Batalha de Coracésio]] (na moderna [[Alanya]]) em {{AC|67|x}} que eles foram finalmente expulsos e a Cilícia Traqueia foi conquistada. Depois que Pompeu recebeu o comando da [[Terceira Guerra Mitridática]], ele forçou a rendição de Tigranes e conquistou-lhe as porções da Cilícia Pédias que ainda estavam sob controle armênio. Em {{AC|64|x}}, Pompeu organizou a criação da nova província da Cilícia e anexou a ela todas as suas conquistas. A capital escolhida por ele foi [[Tarso]]. Ele subdividiu a Cilícia em seis partes: Cilícia Campestre, Cilícia Áspera, [[Panfília]], [[Pisídia]], [[Isáuria]] e [[Licônia]]. Estavam também sob o comando da nova província uma grande parte da [[Frígia]], incluindo o [[convento jurídico]] de [[Laodiceia no LicosLico|Laodiceia]], [[Apameia (Frígia)|Apameia]] e {{ilc|Sínada||Synnada}}.
 
Em {{AC|58|x}}, a ilha de [[Chipre romano|Chipre]] foi adicionada depois que os romanos tomaram-na do [[Egito ptolemaico]]. Esta era a configuração da Cilícia quando [[Cícero]] tornou-se [[procônsul]] da região entre 51 e {{AC|50|x}} Nesta época, ela já estava dividida em oito conventos (ou fóruns): o convento de Tarso, onde morava o governador; o fórum de [[Icônio]] para a Licônia; o Fórum Isáurico (''forum Isauricum''), provavelmente em [[Filomélio]]; o Fórum Panfílio (''forum Pamphylium''), em local desconhecido; o Fórum Cibirático (''forum Cibyraticum'') em Laodiceia; os fóruns (''fora'') de Apameia, Sínada e Chipre.
|p1=Síria-Cilícia Fenícia
|s1=Califado Omíada
|s2=ThemaTema Cibirreota
|flag_s1=Umayyad Flag.svg
}}
As três foram subordinadas à [[Diocese do Oriente]] da [[Prefeitura pretoriana do Oriente]].
 
A Cilícia propriamente dita permaneceu sob controle dos [[bizantinos]] até o início do {{séc|VII}}, quando a região foi conquistada pelo [[Califado Omíada]] e tornou-se um território fortificado de fronteira (''[[thughurtugur]]''). Contudo, a região já estava quase que completamente despopulada em meados do {{séc|VII}} e formava uma [[terra de ninguém]] entre o Império Bizantino e o Califado. A porção ocidental da antiga província permaneceu sob controle bizantino e foi incorporada ao [[Tema Cibirreota]].
 
== Sés episcopais ==