Diferenças entre edições de "Manuel I Comneno"

1 byte adicionado ,  13h01min de 3 de novembro de 2017
sem resumo de edição
[[Imagem:Map Crusader states 1135-pt.svg|thumb|250px|[[Condado de Edessa]] e os outros [[estados cruzados]] do [[Oriente Médio]] em 1135]]
 
A primeira prova pela qual Manuel passou em seu reinado deu-se em 1144, quando o príncipe [[Raimundo de Antioquia]] reivindicou os territórios da [[Cilícia]]. Contudo, ainda naquele mesmo ano, o [[Condado de Edessa]] assolado por uma [[guerra santa]] islâmica, iniciada por [[Zengi]]. Raimundo percebeu que qualquer ajuda imediata do ocidente estava inteiramente fora de questão. Com o seu flanco oriental perigosamente ameaçado por esta nova guerra, não havia muitas opções a não ser uma humilhante visita a Constantinopla. Engolindo a seco seu orgulho ferido, dirigiu-se ao norte a fim de dialogar a respeito da proteção do imperador. Após seu pedido a Manuel, foi-lhe prometido o apoio requisitado e sua lealdade ao Império Bizantino estava garantida.<ref name="M173">[[João Cinamo|J. Cinnamus]], ''Deeds of John and Manuel Comnenus'', 33–35<br />* P. Magdalino, ''The Empire of Manuel I Komnenos'', 40</ref>
 
=== Expedição contra Icônio ===
No ano de 1146, Manuel iniciou uma expedição punitiva contra o [[Sultanato de Rum|sultão de Rum]], Masud{{lknb|Maçude|I}}, o qual violava repetidamente as fronteiras do império em [[Anatólia]] e [[Cilícia]]. Não houve qualquer tentativa de se conquistar sistematicamente o território, entretanto as forças bizantinas atingiram a capital de do [[Sultanato de Rum]], [[Icônio]], destruíram a área em torno da cidade, porém não conseguiram transpor seus muros. Manuel destruiu a cidade fortificada de [[Filomélio]], retirando de lá a população cristã ainda existente. Um de seus motivos para elaborar esse ataque era o desejo de ser visto, no oeste, como alguém que verdadeiramente abraçou o ideal das cruzadas; Cinamo atribuiu a Manuel, ainda, o desejo de mostrar o seu poder marcial e sua valentia a sua nova noiva.<ref>[[João Cinamo|J. Cinamo]], ''Deeds of John and Manuel Comnenus'', 47<br />* P. Magdalino, ''The Empire of Manuel I Komnenos'', 42</ref> Durante essa campanha, Manuel recebeu uma carta de [[Luís VII de França]], a qual anunciava a intenção deste de liderar um exército para socorrer os estados dos cruzados.
 
=== Chegada dos cruzados ===