Abrir menu principal

Alterações

m
peq. ajustes, replaced: |consulté le= → |acessodata= (2), {{Lien web|url=http://tempsreel.nouvelobs.com/election-presidentielle-2012/20120319.OBS4072/la-campagne-suspendue-les-candidats-se-precipitent-a-toulouse.htm utilizando AWB
}}
 
A décima '''eleição presidencial da [[Quinta República Francesa]] em [[2012]]''' foi realizada no primeiro turno em [[22 de abril]] e a [[6 de maio]] no segundo turno.<ref>[{{citar web | url=http://www.lefigaro.fr/flash-actu/2011/05/11/97001-20110511FILWWW00470-les-dates-de-la-presidentielle-2012-fixees.php | título=''Les dates de la présidentielle 2012 fixées ''] }} dans ''[[Le Figaro]]'' du 11 mai 2011.</ref> O presidente eleito recebe um mandato de cinco anos.
 
O primeiro turno, realizado em 22 de abril, terminou virtualmente empatado entre [[Nicolas Sarkozy]] e [[François Hollande]], pois nenhum dos dois obteve os votos necessários para ser eleito. O segundo turno foi realizado em 6 de maio, e no mesmo dia a apuração das urnas apontou Hollande como novo presidente da França, eleito com 51,63% dos votos.<ref>[{{citar web | url=http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1086341-sarkozy-ja-admite-derrota-para-hollande-na-franca.shtml | título="Sarkozy já admite derrota para Hollande na França"]. }} ''Folha Online''</ref>
 
== Processo eleitoral ==
 
=== Apresentação de assinaturas ===
Os candidatos declarados à eleição presidencial tiveram até [[sexta-feira]], [[16 de março]] de 2012 para apresentar suas 500 ''parrainages'' (assinaturas de apoio de prefeitos franceses para o conselho constitucional).<ref>[{{citar web | url=http://www.conseil-constitutionnel.fr/conseil-constitutionnel/francais/election-presidentielle-2012/parrainages/parrainages-election-presidentielle-2012.104284.html | título=« Parrainages - Élection présidentielle 2012 »], }} présentation de l'élection présidentielle de 2012 sur le site du Conseil constitutionnel.</ref>
 
Depois de verificar a conformidade destas assinaturas por parte do Conselho, a lista de candidatos oficiais da eleição presidencial foi publicado no Jornal Oficial da [[terça-feira]] [[20 de março]] de 2012, em uma ordem estabelecida por sorteio para ser respeitado durante toda a campanha oficial.<ref>[{{citar web | url=http://www.legifrance.gouv.fr/affichTexte.do;jsessionid=CAA153E7187428A118619838A6C37056.tpdjo13v_1?cidTexte=JORFTEXT000025540935&dateTexte=&oldAction=rechJO&categorieLien=id | título=Jornal Oficial da França], }} os candidatos. 20 de março de 2012. Acessado em 23/4/2012.</ref>
 
Na [[quarta-feira]], [[7 de março]] de 2012, [[Nathalie Arthaud]] anunciou que conseguiu 521 assinaturas.<ref>« [http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5iqG5hOLZeAvFK6ZD4FEyd0KfU6Hg?docId=CNG.339b96f208d10c8e1996d8c49c86c501.621 Nathalie Arthaud, candidate de LO, première à rendre publiques ses 500 signatures] », AFP, 7 mars 2012</ref> Na [[quinta-feira]], [[8 de março]] de 2012, [[Jacques Cheminade]] anunciou 538 assinaturas.<ref>« [http://lci.tf1.fr/politique/elections-presidentielles/cheminade-a-depose-ses-500-signatures-7047086.html Cheminade a déposé ses 500 signatures] », TF1 News, 8 mars 2012</ref> Na [[terça-feira]], [[13 de março]], [[Philippe Poutou]] afirmou ter "entre 520 e 530 formulários oficiais",<ref>« [http://www.lefigaro.fr/flash-actu/2012/03/13/97001-20120313FILWWW00689-poutou-oscar-du-petit-candidat.php Poutou: "l'Oscar du petit candidat"] », ''[[Le Figaro]]'', 13 mars 2012</ref><ref>« [http://tempsreel.nouvelobs.com/topnews/20120316.AFP0571/les-candidats-a-la-presidentielle-deposent-leurs-parrainages.html Les candidats à la présidentielle déposent leurs parrainages] », ''Le Nouvel Obs'', 16 mars 2012</ref> e [[Marine Le Pen]] disse em um comício em [[Henin-Beaumont]] que conseguiu reunir um número suficiente de assinaturas para se tornar candidata.<ref>« [http://www.lavoixdunord.fr/Election-presidentielle-2012/2012/03/14/article_marine-le-pen-trouve-ses-500-signatures.shtml Marine Le Pen trouve ses 500 signatures et entre officiellement en campagne] », ''[[La Voix du Nord]]'', 14 mars 2012</ref> Na quarta-feira, 14 de março, [[Nicolas Dupont-Aignan]] alegou a apresentação de 708 assinaturas ao conselho constitucional.<ref>« [http://www.lepoint.fr/politique/election-presidentielle-2012/le-record-de-nicolas-dupont-aignan-14-03-2012-1441240_324.php Parrainages : le record de Nicolas Dupont-Aignan] », ''[[Le Point]]'', 14 mars 2012</ref> Na quinta-feira, 15 de março, [[Eva Joly]] disse ter apresentado 639 assinaturas,<ref>« [http://www.lepoint.fr/politique/eva-joly-a-depose-jeudi-639-signatures-au-conseil-constitutionnel-15-03-2012-1441695_20.php Eva Joly a déposé jeudi 639 signatures au Conseil constitutionnel] », ''Le Point'', 15 mars 2012</ref> e [[Jean-Luc Mélenchon]] anunciou que recebeu cerca de {{formatnum:1100}} assinaturas.<ref>« [http://www.liberation.fr/depeches/01012396283-pres-de-1-100-signatures-d-elus-recueillies-par-melenchon Près de 1.100 signatures d'élus recueillies par Mélenchon] », ''Libération'', 15 mars 2012</ref>
 
=== Campanha oficial ===
A campanha oficial começou na terça-feira, 20 de março. No entanto, o início da campanha oficial foi interrompida por uma [[Aentados a Toulouse e Montauban|série de assassinatos em Toulouse e Montauban]], e os candidatos declararam a suspensão da campanha, com exceção de [[François Bayrou]] e [[Jean-Luc Mélenchon]].<ref>{{Liencitar web|url=http://tempsreel.nouvelobs.com/election-presidentielle-2012/20120319.OBS4072/la-campagne-suspendue-les-candidats-se-precipitent-a-toulouse.html|titretitulo=La campagne "suspendue", les candidats se précipitent à Toulouse|sitewebsite=tempsreel.nouvelobs.com|en ligne ledata=19 marsde março de 2012|consulté leacessodata=21 marsde março de 2012}}</ref><ref>{{Liencitar web|url=http://www.marianne2.fr/Toulouse-campagne-suspendue-vraiment_a216523.html|titretitulo=Toulouse : campagne suspendue, vraiment ?|sitewebsite=marianne2.fr|en ligne ledata=20 marsde março de 2012|consulté leacessodata=21 marsde março de 2012}}</ref> De acordo com Jean-Luc Mélenchon, a continuação da campanha é "um ato de resistência moral, intelectual e afetiva".<ref>{{citar web|url=http://www.portugues.rfi.fr/franca/20120320-ataque-na-escola-judaica-repercute-na-campanha-presidencial-francesa|título=Ataque na escola judaica repercute na campanha presidencial francesa|publicado=rfiportuguês|data=20 de março de 2012|acessodata=25/4/2012}}</ref>
 
Nos trinta dias que antecedem o primeiro turno, todos os candidatos possuem o mesmo espaço conforme a lei. Assim, a [[mídia]] até então controlada pelos dois grandes partidos (PS e UMP) deve ser equilibrado com os pequenos. Os programas políticos e de generalidades, nas [[rádio]]s e [[TV]]s, são obrigados a contar o tempo de intervenção de cada concorrente. O Conselho Superior Audiovisual define as regras para garantir a pluralidade da expressão política, determinando o tempo das intervenções, as análises e reportagens políticas. A imprensa escrita não está submetida a este tipo de regulamentação. Os candidatos são livres para criar acessos à comunicação virtual. Entretanto, na véspera das eleições todos os sites montados por eles são fechados.<ref name="ascenção">{{citar web|url=http://operamundi.uol.com.br/conteudo/opiniao/20791/franca+a+surpreendente+mare+vermelha.shtml|título=França: a surpreendente maré vermelha|publicado=Opera Mundi|data=31/3/2012|acessodata=01/5/2012}}</ref>
| style="width: 10em"| <center>[[Ficheiro:Jacques-Cheminade 2.jpg|110px]]</center>
| style="width: 10em"| <center>[[Ficheiro:F Bayrou.jpg|105px]]</center>
| style="width: 10em"| <center></center>
| style="width: 10em"| <center>[[Ficheiro:Meeting François Hollande 22 September 2011 N2.jpg|115px]]</center>
|-
|style="text-align: right" |
|}
Em sua campanha eleitoral com o slogan "A ecologia, a verdadeira mudança"<ref>{{citar web|url=http://www.portugues.rfi.fr/geral/20120409-propaganda-dos-presidenciaveis-entra-em-nova-fase-13-dias-do-1-turno|título=Campanha francesa entra em nova fase, a 13 dias do primeiro turno |publicado=Rfi português|data=9/4/2012|acessodata=3/5/2012}}</ref> pela coligação Europa Ecologia-Os Verdes, ela defende uma ecologia de combate e pragmática. Exerce a função de [[eurodeputado|deputada]] do [[Parlamento Europeu]]. Defende a moralização da vida política e propõe o abandono progressivo da [[energia nuclear]] em benefício das [[energia renovável|energias renováveis]].<ref name="conheça"/><ref name="candidatos">{{citar web|url=http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2012/04/20/os-dez-candidatos-a-eleicao-presidencial-francesa.htm|título=Os dez candidatos à eleição presidencial francesa|publicado=UOL|data=20 de abril 2012|acessodata=25/4/2012}}</ref>
 
[[Ficheiro:Marine Le Pen, bébé, drapeaux, banquet des Mille3louis maitrier.jpg|thumb|right|250px|[[Marine Le Pen]] em campanha em [[Paris]] em 19 de novembro de 2011.]]
=== Marine Le Pen ===
[[Marine Le Pen]], de 43 anos, é [[advogada]], considerada pela metade da população como sendo uma candidata de [[extrema-direita]] [[nacionalista]] e [[xenofobia|xenófoba]] e pela outra metade como uma [[patriota]] de [[centro-direita|direita]] que defende os valores tradicionais. Seu pai, [[Jean-Marie Le Pen]], criou em 1972 o partido [[Frente Nacional (França)|Frente Nacional]], pelo qual ela é candidata. Exerce a função de [[eurodeputado|deputada]] do [[Parlamento Europeu]]. Defende o abandono do [[euro]] e da [[União Europeia]], e a expulsão dos [[imigrantes]]. Realizou uma campanha dirigida aos setores populares, acrescentando medidas sociais de proteção dos salários.<ref name="conheça"/><ref name="candidatos"/> A candidata teve maior apoio dos homens entre 35 e 49 anos, os mais afetados pela crise. A França, país berço do [[feminismo]], mostra que ela não possui apoio das eleitoras do sexo feminino.<ref>{{citar web|url=http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/20393/candidata+a+presidencia+marine+le+pen+nao+convence+eleitorado+feminino+na+franca.shtml|título=Candidata à Presidência, Marine Le Pen não convence eleitorado feminino na França|publicado=Opera Mundi|data=8/3/2012|acessodata=1/5/2012}}</ref>
 
=== Nicolas Sarkozy ===
 
=== Jean-Luc Mélenchon ===
[[Jean-Luc Mélenchon]], de 60 anos, é candidato de esquerda nascido no [[Marrocos]] e mudou-se para a França com os pais aos 11 anos. Ex-membro do Partido Socialista, ajudou a fundar o partido [[Frente de Esquerda (França)|Frente de Esquerda]] em 2008. É contra o [[liberalismo]] e defende uma Europa na contramão da economia de mercado. Exerce a função de [[eurodeputado|deputado]] do [[Parlamento Europeu]].<ref name="conheça"/><ref name="candidatos"/> Em várias ocasiões, o instituto [[TNS-Sofres]] considerou a campanha de Jean-Luc Mélenchon como a que teve "melhor dinâmica" por lotar espaços e locais públicos.<ref name="megacomícios">{{citar web|url=http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/21193/candidatos+a+presidencia+na+franca+fazem+megacomicios+as+vesperas+das+eleicoes.shtml|título=Candidatos à Presidência na França fazem megacomícios às vésperas das eleições|publicado=Opera Mundi|data=16/4/2012|acessodata=27/4/2012}}</ref> Durante a campanha, apesar de não estar entre os dois candidatos mais votados, Mélenchon apresentou uma grande ascensão política, fazendo os maiores comícios com cerca de 100 mil pessoas.<ref name="ascenção"/><ref>{{citar web|url=http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/20794/franca+pesquisa+consolida+crescimento+da+esquerda+e+mostra+estabilidade+entre+favoritos.shtml|título=França: pesquisa consolida crescimento da esquerda e mostra estabilidade entre favoritos|publicado=Opera Mundi|data=27/3/2012|acessodata=1/5/2012}}</ref>
 
A Frente de Esquerda inclui comunistas, sociais-democratas radicais, ecologistas e trotskistas, uma coligação baseada nas tradições das lutas operárias, sindicais e de movimentos sociais. Jean-Luc Mélenchon cresceu quando iniciou uma luta contra a [[extrema-direita]], recuperando votos de operários perdidos para o discurso xenófobo. Propõe a criação de um salário máximo, a nacionalização do sistema de energia, o aumento do salário mínimo para 17 mil euros.<ref>{{citar web|url=http://www.cartacapital.com.br/politica/a-politica-nos-extremos/|título=A política nos extremos|publicado=Carta Capital|data=19/4/2012|acessodata=3/5/2012}}</ref>
 
=== Jacques Cheminade ===
[[Jacques Cheminade]], de 71 anos, é candidato do partido [[Solidariedade e Progresso]]. Considera-se "gaulista de esquerda" e "adversário do mundo das finanças". Foi candidato a presidente em 1995, quando obteve 0,28% dos votos.<ref name="candidatos"/> Jacques Cheminade prometeu colonizar o planeta [[Marte (planeta)|Marte]] caso fosse eleito. Além dessa anedota, também comparou o presidente dos Estados Unidos [[Barack Obama]] com o ditador [[Nazismo|nazista]] [[Alemanha|alemão]] [[Adolf Hitler]].<ref name="Azar"/>
 
{{imagem múltipla
| image1 = Francois Bayrou-IMG 4426.JPG
| width1 = 224
| caption1 =
 
| image2 = Francois Bayrou-IMG 4432.JPG
 
=== François Bayrou ===
[[François Bayrou]], de 60 anos, é candidato [[centrista]]. Disputou a Presidência em 2002 obtendo 6,84% dos votos e em 2007, obtendo 18,57% dos votos. Exerce a função de [[deputado]] do departamento [[Pyrénées-Atlantiques]], fundou o partido [[Movimento Democrata]]. Evita se mostrar como candidato de direita ou de esquerda, por isso é acusado muitas vezes de "ficar em cima do muro" querendo agradar a todos.<ref name="candidatosconheça"/><ref name="conheçacandidatos"/>
 
=== Nicolas Dupont-Aignan ===
<small>* PRG = [[Partido Radical de Esquerda]], em francês ''Parti radical de gauche''.</small>
 
Em maio de 2011, [[Dominique Strauss-Kahn]], o então candidato preferido dos socialistas, envolveu-se em escândalos sexuais, o que provocou uma reviravolta no Partido Socialista e fez com que François Hollande fosse escolhido como candidato presidencial pelo Partido Socialista.<ref name="conheça"/><ref name="candidatos"/><ref name="socialista">{{Citar web|url=http://www.lesechos.fr/economie-politique/politique/dossier/0201680165336-les-primaires-du-ps-un-scrutin-inedit-229806.php|título=Les primaires du PS, un scrutin inédit|idiomalíngua=francês|publicado=Les Echos|data=6/10/2011|acessodata=26/4/2012}}</ref><ref name="candidatos"/><ref name="conheça"/> Hollande criticou o sistema financeiro, de forma a apagar a imagem de homem indeciso que havia sido criada pela oposição. Prometeu aprovar uma reforma fiscal e financeira e aumentar os impostos "aos que mais ganham, aos bancos e às grandes empresas".<ref>{{citar web|url=http://operamundi.uol.com.br/conteudo/opiniao/19693/o+giro+a+esquerda+dos+socialistas+franceses.shtml|título=O giro à esquerda dos socialistas franceses|publicado=Opera Mundi|data=6/2/2012|acessodata=2/5/2012}}</ref> O PS diz rejeitar um novo tratado europeu proposto por Sarkozy e a chanceler alemã [[Angela Merkel]], privilegiando o crescimento do emprego e reorientando a função do [[Banco Central Europeu]]. Promete criar 60 mil empregos no setor da Educação, a criação de um banco público para o financiamento das pequenas e médias empresas, a construção de 2,5 milhões de novos imóveis. Demonstrou a intenção de reduzir a dependência à [[energia nuclear]] e investir em energias renováveis. O PS apoia o [[casamento entre pessoas do mesmo sexo]], incluindo o direito à [[adoção]]; a legalização da [[eutanásia]]; e o [[direito de voto]] em eleições locais para os estrangeiros legais que vivam na França há pelo menos cinco anos.<ref>{{citar web|url=http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/19438/franca+candidato+socialista+propoe+aumento+de+impostos+para+os+mais+ricos.shtml|título=França: candidato socialista propõe aumento de impostos para os mais ricos|publicado=Opera Mundi|data=26/1/2012|acessodata=2/5/2012}}</ref>
 
== Sondagens ==
| rowspan=1|[http://www.ifop.com/media/poll/1723-1-study_file.pdf Ifop]
| rowspan=1| <center>[[4 de janeiro|4]] a [[6 de janeiro|6]]</center>
| rowspan=1| <center>{{formatnum:1163}}<sup></sup></center>
|<center>–</center>
|<center><span style="background:#ffbfff">[[François Hollande|Hollande]] 28</span> {{!}} <span style="background:#d9d9ff">[[Nicolas Sarkozy|Sarkozy]] 26</span> {{!}} [[Marine Le Pen|Le Pen]] 19 {{!}} [[François Bayrou|Bayrou]] 12 {{!}} [[Jean-Luc Mélenchon|Mélenchon]] 6 {{!}} [[Eva Joly|Joly]] 3 {{!}} [[Dominique de Villepin|Villepin]] 2,5 {{!}} [[Hervé Morin|Morin]] 1 {{!}} [[Corinne Lepage|Lepage]] 0,5 {{!}} [[Nicolas Dupont-Aignan|Dupont-Aignan]] 0,5 {{!}} [[Nathalie Arthaud|Arthaud]] 0,5 {{!}} [[Philippe Poutou|Poutou]] 0,5 {{!}} [[Christine Boutin|Boutin]] 0,5 {{!}} [[Jean-Pierre Chevènement|Chevènement]] 0 {{!}} [[Frédéric Nihous|Nihous]] 0</center>
| rowspan=1|[http://www.bva.fr/administration/data/sondage/sondage_fiche/1072/fichier_intention_de_vote_bva-le_parisien_-_9_janvier_2012d007c.pdf BVA]
| rowspan=1| <center>[[6 de janeiro|6]] a [[7 de janeiro|7]]</center>
| rowspan=1| <center>973<sup></sup></center>
|<center>22 %</center>
|<center><span style="background:#ffbfff">[[François Hollande|Hollande]] 28</span> {{!}} <span style="background:#d9d9ff">[[Nicolas Sarkozy|Sarkozy]] 24</span> {{!}} [[Marine Le Pen|Le Pen]] 17 {{!}} [[François Bayrou|Bayrou]] 11 {{!}} [[Jean-Luc Mélenchon|Mélenchon]] 8 {{!}} [[Dominique de Villepin|Villepin]] 4 {{!}} [[Eva Joly|Joly]] 4 {{!}} [[Nathalie Arthaud|Arthaud]] 1 {{!}} [[Corinne Lepage|Lepage]] 1 {{!}} [[Jean-Pierre Chevènement|Chevènement]] 1 {{!}} [[Christine Boutin|Boutin]] 1 {{!}} [[Philippe Poutou|Poutou]] 0 {{!}} [[Nicolas Dupont-Aignan|Dupont-Aignan]] 0 {{!}} [[Hervé Morin|Morin]] 0 {{!}} [[Frédéric Nihous|Nihous]] 0 </center>
| rowspan=1|[http://www.bva.fr/administration/data/sondage/sondage_fiche/1079/fichier_intention_de_vote_bva-orange-spqr-rtl2a9fb.pdf BVA]
| rowspan=1| <center>[[18 de janeiro|18]] a [[19 de janeiro|19]]</center>
| rowspan=1| <center>974<sup></sup></center>
|<center>8 %</center>
|<center><span style="background:#ffbfff">[[François Hollande|Hollande]] 30</span> {{!}} <span style="background:#d9d9ff">[[Nicolas Sarkozy|Sarkozy]] 23</span> {{!}} [[Marine Le Pen|Le Pen]] 18 {{!}} [[François Bayrou|Bayrou]] 13 {{!}} [[Jean-Luc Mélenchon|Mélenchon]] 7 {{!}} [[Eva Joly|Joly]] 4 {{!}} [[Nicolas Dupont-Aignan|Dupont-Aignan]] 1,5 {{!}} [[Dominique de Villepin|Villepin]] 1,5 {{!}} [[Hervé Morin|Morin]] 1 {{!}} [[Nathalie Arthaud|Arthaud]] 0,5 {{!}} [[Christine Boutin|Boutin]] 0,5 {{!}} [[Jean-Pierre Chevènement|Chevènement]] 0 {{!}} [[Corinne Lepage|Lepage]] 0 {{!}} [[Philippe Poutou|Poutou]] 0 {{!}} [[Frédéric Nihous|Nihous]] 0 </center>
| rowspan=1|[http://www.harrisinteractive.fr/news/2012/Results_HIFR_VSD_25012012.pdf Harris]
| rowspan=1| <center>[[19 de janeiro|19]] a [[22 de janeiro|22]]</center>
| rowspan=1| <center>{{formatnum:1029}}<sup></sup></center>
|<center>-</center>
|<center><span style="background:#ffbfff">[[François Hollande|Hollande]] 27</span> {{!}} <span style="background:#d9d9ff">[[Nicolas Sarkozy|Sarkozy]] 23</span> {{!}} [[Marine Le Pen|Le Pen]] 20 {{!}} [[François Bayrou|Bayrou]] 14 {{!}} [[Jean-Luc Mélenchon|Mélenchon]] 8 {{!}} [[Eva Joly|Joly]] 4 {{!}} [[Nicolas Dupont-Aignan|Dupont-Aignan]] 1 {{!}} [[Dominique de Villepin|Villepin]] 1 {{!}} [[Hervé Morin|Morin]] 0,5 {{!}} [[Nathalie Arthaud|Arthaud]] 0,5 {{!}} [[Christine Boutin|Boutin]] 0,5 {{!}} [[Frédéric Nihous|Nihous]] 0,5 {{!}} [[Jean-Pierre Chevènement|Chevènement]] 0 {{!}} [[Corinne Lepage|Lepage]] 0 {{!}} [[Philippe Poutou|Poutou]] 0</center>
| rowspan=1|[http://www.csa.eu/multimedia/data/sondages/data2012/opi20120124-la-campagne-de-francois-hollande-et-l-election-presidentielle.pdf CSA]
| rowspan=1| <center>[[23 de janeiro|23]] a [[24 de janeiro|24]]</center>
| rowspan=1| <center>898<sup></sup></center>
|<center>16 %</center>
|<center><span style="background:#ffbfff">[[François Hollande|Hollande]] 31</span> {{!}} <span style="background:#d9d9ff">[[Nicolas Sarkozy|Sarkozy]] 25</span> {{!}} [[Marine Le Pen|Le Pen]] 17 {{!}} [[François Bayrou|Bayrou]] 15 {{!}} [[Jean-Luc Mélenchon|Mélenchon]] 9 {{!}} [[Eva Joly|Joly]] 2 {{!}} [[Dominique de Villepin|Villepin]] 1 {{!}} [[Nathalie Arthaud|Arthaud]] 0 {{!}} [[Christine Boutin|Boutin]] 0 {{!}} [[Jean-Pierre Chevènement|Chevènement]] 0 {{!}} [[Nicolas Dupont-Aignan|Dupont-Aignan]] 0 {{!}} [[Hervé Morin|Morin]] 0 {{!}} [[Corinne Lepage|Lepage]] 0 {{!}} [[Frédéric Nihous|Nihous]] 0 {{!}} [[Philippe Poutou|Poutou]] 0 </center>
|-
! colspan="3" |Fonte
| colspan="4" |<ref>{{Citar web|url=http://www.interieur.gouv.fr/Elections/Les-resultats/Presidentielles/elecresult__PR2012/(path)/PR2012//FE.html|titulo=Résultats de l'élection présidentielle 2012|acessodata=2016-11-22|obra=http://www.interieur.gouv.fr/Elections/Les-resultats/Presidentielles/elecresult__PR2012|lingua=fr-FR}}</ref>
|}
{{Referências|col=3}}