Abrir menu principal

Alterações

44 bytes adicionados ,  11h18min de 4 de novembro de 2017
sem resumo de edição
Apesar de uma certificação de junho de 2008, pelas [[Nações Unidas]], de que Israel havia se retirado de todo o território libanês,<ref name="SC/6878">{{citar web |data=18 de junho de 2000 | publicado= [[Conselho de Segurança das Nações Unidas]] | título = Security council endorses secretary-general's conclusion on Israeli withdrawal from Lebanon as of 16 junho | url=http://www.un.org/News/Press/docs/2000/20000618.sc6878.doc.html | acessodata=2006-09-29}}</ref> em agosto daquele ano o novo gabinete de governo do Líbano aprovou uma proposta que assegura a existência do partido como uma organização armada, e garante o seu direito de "liberar ou recuperar [[Fazendas de Shebaa|terras ocupadas]]." Desde [[1992]] a organização é chefiada por [[Hassan Nasrallah]], seu [[secretário-geral]].
 
Atualmente goza de certa popularidade no mundo muçulmano [[xiita]] por ter assumido a responsabilidade de levar Israel a deixar o sul do Líbano em Junho de 2000. Sendo porém duramente criticado por governos [[sunita]]s e da [[irmandade muçulmana]] de diversos países por estar envolvido na guerra civil Síria. Em Bahrain, o ministro do Exterior descreveu o chefe da Hezbollah como terrorista<ref>{{citar jornal| url =http://www.apnews.excite.com/article/20130526/DA6H5TTO1.html |título=Em Bahrain, o ministro do Exterior descreveu o chefe da Hezbollah como terrorista |acessdate=27 de maio de 2013}}</ref> e o ex-presidente do Egito [[Mohamed Morsi|Mohamed Mors]]<nowiki/>i pediu que o Hezbollah pare sua agressão ao povo sirio.<ref>{{citar jornal| url =http://www.haaretz.com/news/middle-east/egypt-s-morsi-cuts-ties-with-damascus-calls-on-hezbollah-to-leave-syria-1.529978 |título= O presidente do Egito pediu que o Hezbollah pare sua agressão ao povo Sirio |acessdate=16 de junho de 2013}}</ref>
 
O Hezbollah parece estar se espalhando pelo mundo, sendo inclusive acusado pelos EUA de ter membros venezuelanos.<ref>http://noticias.terra.com.br/mundo/interna/0,,OI2959425-EI294,00-Hezbollah+nega+ter+venezuelanos+acusados+pelos+EUA.html</ref>
Utilizador anónimo