Aulo Licínio Nerva Siliano (cônsul em 65): diferenças entre revisões

sem resumo de edição
|local da morte =
}}
'''Aulo Licínio Nerva Siliano''' ({{lang-la|''Aulus Licinius Nerva Silianus''}}; m. {{morte|||65}}) foi um [[senador romano]] da [[gente (Roma Antiga)|gente]] [[Licínios|Licínia]] eleito [[cônsul romano|cônsul]] em 65 com [[Marco Júlio Vestino Ático]]. Era filho biológico de [[Públio Sílio Nerva (cônsul em 28)|Públio Sílio Nerva]], cônsul em 28, e neto de [[Aulo Licínio Nerva Siliano]], cônsul em 7 e amigo de [[Augusto]]. Seu nome de nascimento provavelmente era Públio Sílio Nerva e foi alterado depois de sua [[adoção na Roma Antiga|adoção]] por um Aulo Licínio<ref name=DNP/>.
 
Morreu no ano de seu consulado acusado de participar da [[Conspiração de Pisão]] executado por ordem de [[Nero]]<ref name=DNP>Der Neue Pauly, Stuttgardiae 1999, T. 7, c. 177</ref>.
 
== Ver também ==
[[Categoria:Romanos antigos executados]]
[[Categoria:Conspiração Pisoniana]]
[[Categoria:Cônsules romanos que morreram no ano de seu consulado]]
198 349

edições