Diferenças entre edições de "Cneu Papírio Carbão"

1 byte removido ,  00h37min de 9 de dezembro de 2017
m (peq. ajustes utilizando AWB)
 
== Cônsul e o ''Regnum Cinnanum'' ==
[[Ficheiro:Bell Civ 83 82.PNG|thumb|direita|upright=1|Marcha de [[Sula]] até Roma, desde [[Brundísio]] (à direita).]]
Em 85 a.C., foi escolhido por Cina para ser seu colega consular e os dois começaram os preparativos para uma guerra na [[Grécia romana|Grécia]] contra [[Mitrídates VI]], do [[Reino do Ponto]], e, provavelmente, contra [[Sula]], o [[procônsul]] exilado que estava sob o comando da guerra até então e que já havia anunciado a sua intenção de voltar para a [[Itália romana|Itália]]. Para isto, os dois mobilizaram todos os seus aliados para conseguir os recursos necessários para o alistamento e para a reforma da [[marinha romana|frota]] que vigiava as costas da Itália, com base em [[Ancona]]. Sula escreveu ao Senado e os senadores decidiram não aceitar nenhuma proposta dos cônsules até que novas notícias chegassem; Cina e Carbão se mostraram dispostos a obedecer, mas tão logoslogo os embaixadores de Sula deixaram Roma, Cina e Carbão declararam-se reeleitos para o ano seguinte (84 a.C.), pois nenhum dos dois queriam a obrigação de retornar para a capital para organizar as eleições, abandonando assim os preparativos.
 
Muitas tropas conseguiram atravessar o [[mar Adriático]], mas, quando Cina foi assassinado num [[motim]] por seus próprios soldados, que se recusavam a participar de uma guerra civil sem nenhuma perspectiva de saques, Carbão se viu obrigado a trazê-los todos de volta para a Itália. Quando finalmente conseguiu chegar em Roma para as eleições, Carbão não conseguiu eleger um [[cônsul sufecto]] para terminar o mandato de Cina por causa de [[prodígio]]s desfavoráveis, permaneceu como cônsul solitário (o que era ilegal) até o final do ano.