Diferenças entre edições de "Julianna Peña"

8 bytes adicionados ,  20h53min de 15 de dezembro de 2017
sem resumo de edição
No ano de 2013, Julianna conseguiu uma vaga para competir no [[The Ultimate Fighter: Team Rousey vs. Team Tate]] com uma vitória por decisão sobre a lutadora Gina Mazany. Peña foi a primeira escolhida para treinar no time liderado por [[Miesha Tate]]. Já no primeiro combate envolvendo as equipes, Peña foi a escolhida e enfrentou a lutador do Team Rousey, [[Shayna Baszler]]. Penã venceu por finalização (mata-leão) ainda no primeiro round.<ref>http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2013/09/tuf-18-time-de-miesha-vence-luta-e-ronda-chora-com-derrota-de-pupila.html</ref>
 
Julianna venceu na fase semi-final, a lutadora [[Sarah Moras]], foi o segundo encontro entre as duas lutadoras que já haviam lutado em um evento em 2012 (na ocasião, Moras havia vencido por TKO). A luta começou com algumas ações por parte das duas lutadoras e no segundo round, Julianna encaixou uma guilhotina em Moras.<ref>http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2013/11/tuf-18-julianna-pena-finaliza-sarah-moras-e-e-primeira-finalista-feminina.html</ref>
 
Peña disputou o título do [[The Ultimate Fighter]], no dia 30 de novembro de 2013 no [[The Ultimate Fighter: Team Rousey vs. Team Tate Finale]] contra Jéssica Racokzy. Peña derrubou Racokzy com facilidade e a castigou no ground and pound depois de conseguir a montada, levando Racokzy a nocaute técnico, se tornando a primeira mulher campeão de uma edição do TUF.
| {{no2}}Derrota
|align=center| 4-1
|{{CANb}} [[Sarah Moras]]
|Nocaute Técnico (paralisação médica)
| Conquest of the Cage 11
4 798

edições