Quilperico I: diferenças entre revisões

3 bytes adicionados ,  21h21min de 17 de dezembro de 2017
m
sem resumo de edição
m
{| border="0.5" cellpadding="2" cellspacing="0" align="right" width="300" style="margin-left:0 2em;"
! colspan="2" bgcolor="#aaaaff" style="font-size:120%"|'''ChilpericoQuilperico I'''
|-
! colspan="2" bgcolor="#ffdab9" style="font-size:100%"|''Rei da Nêustria (561-584)''
|-
|}
'''ChilpericoQuilperico I''' (ca. [[539]] — [[Setembro]] de [[584]]) foi rei da [[Nêustria]] (ou [[Soissons]]) de 561 até sua morte. Era um dos filhos de [[Clotário I]], rei de todos os [[francos]], e [[Aregunda]].
 
==Vida==
[[Imagem:Portrait Roi de france Chilpéric roy de France.jpg|thumb|right|Retrato de ChilpericoQuilperico I numa medalha de bronze de [[1720]]]]
 
[[Imagem:Invasion du royaume d'Orléans en 583-pt.svg|thumb|Invasão de ChilpericoQuilperico ao Reino de Orleães em 583]]
 
Imediatamente após a morte de seu pai, em [[561]], ele se empenhou em tomar posse de todo o reino, sequestrando o tesouro acumulado na cidade real de [[Berny]] e entrando em [[Paris]]. Seus irmãos, no entanto, forçaram-no a dividir o reino com eles, e [[Soissons]], junto com [[Amiens]], [[Arras (França)|Arrás]], [[Cambraia]], [[Thérouanne]], [[Tournai]] e [[Bolonha-sur-Mer|Bolonha]] ficaram com Chilperico I. Seu irmão mais velho [[Cariberto I|Cariberto]] recebeu Paris, [[Gontrão de Borgonha|Gontrão]] recebeu a [[Borgonha]] com sua capital em [[Orleães]] e [[Sigeberto I]] recebeu a [[Austrásia]].À morte de Cariberto em [[567]], suas posses foram aumentadas quando seus irmãos dividiram o reino de Cariberto entre eles e combinaram compartilhar Paris.Qu
 
ilperico I. Seu irmão mais velho [[Cariberto I|Cariberto]] recebeu Paris, [[Gontrão de Borgonha|Gontrão]] recebeu a [[Borgonha]] com sua capital em [[Orleães]] e [[Sigeberto I]] recebeu a [[Austrásia]].À morte de Cariberto em [[567]], suas posses foram aumentadas quando seus irmãos dividiram o reino de Cariberto entre eles e combinaram compartilhar Paris.
Não muito após sua acessão, no entanto, ele entrou em guerra com Sigeberto, com quem ficaria num longo estado de antipatia. Sigeberto o derrotou e marchou para Soissons, onde ele derrotou e aprisionou o primogênito de Chilperico, [[Teodeberto de Soissons|Teodeberto]]. A guerra ampliou-se em 567, com a morte de Cariberto. Chilperico imediatamente invadiu as novas terras de Sigeberto, mas Sigeberto novamente o derrotou. Chilperico, então, aliou-se a Gontrão contra Sigeberto ([[573]]), mas Gontrão mudou de lado e Chilperico sofreu mais uma derrota.
 
Não muito após sua acessão, no entanto, ele entrou em guerra com Sigeberto, com quem ficaria num longo estado de antipatia. Sigeberto o derrotou e marchou para Soissons, onde ele derrotou e aprisionou o primogênito de ChilpericoQuilperico, [[Teodeberto de Soissons|Teodeberto]]. A guerra ampliou-se em 567, com a morte de Cariberto. ChilpericoQuilperico imediatamente invadiu as novas terras de Sigeberto, mas Sigeberto novamente o derrotou. ChilpericoQuilperico, então, aliou-se a Gontrão contra Sigeberto ([[573]]), mas Gontrão mudou de lado e ChilpericoQuilperico sofreu mais uma derrota.
Quando Sigeberto desposou [[Brunilda de Autrásia|Brunilda]], filha do soberano [[visigodos|visigodo]] da [[Espanha]], [[Atanagildo]], Chilperico também quis realizar um grande casamento. Ele já havia repudiado sua primeira esposa, Audovera, e tinha tomado como concubina uma serviçal chamada [[Fredegunda]]. Conseqüentemente, ele dispensou Fredegunda e se casou com a irmã de Brunilda, [[Galsuinta]]. Mas ele logo se cansaria de sua nova parceira, e numa manhã Galsuinta foi encontrada estrangulada em sua cama. Em poucos dias Chilperico casou-se com Fredegunda.
 
Quando Sigeberto desposou [[Brunilda de Autrásia|Brunilda]], filha do soberano [[visigodos|visigodo]] da [[Espanha]], [[Atanagildo]], ChilpericoQuilperico também quis realizar um grande casamento. Ele já havia repudiado sua primeira esposa, Audovera, e tinha tomado como concubina uma serviçal chamada [[Fredegunda]]. Conseqüentemente, ele dispensou Fredegunda e se casou com a irmã de Brunilda, [[Galsuinta]]. Mas ele logo se cansaria de sua nova parceira, e numa manhã Galsuinta foi encontrada estrangulada em sua cama. Em poucos dias ChilpericoQuilperico casou-se com Fredegunda.
Esse assassinato foi a causa da mais longa e sangrenta guerra, intercalada de armistícios, entre Chilperico e Sigeberto. Em [[575]], Sigeberto foi assassinado por Fredegunda no momento que ele tinha Chilperico sob misericórdia. Chilperico então declarou guerra ao protetor da esposa e do filho de Sigeberto, Gontrão. Chilperico retomou sua posição, conquistando da Austrásia [[Tours]] e [[Poitiers]] e alguns locais na [[Aquitânia]], e estimulou a discórdia no reino oriental durante a minoridade de [[Childeberto II]].
 
Esse assassinato foi a causa da mais longa e sangrenta guerra, intercalada de armistícios, entre ChilpericoQuilperico e Sigeberto. Em [[575]], Sigeberto foi assassinado por Fredegunda no momento que ele tinha ChilpericoQuilperico sob misericórdia. ChilpericoQuilperico então declarou guerra ao protetor da esposa e do filho de Sigeberto, Gontrão. ChilpericoQuilperico retomou sua posição, conquistando da Austrásia [[Tours]] e [[Poitiers]] e alguns locais na [[Aquitânia]], e estimulou a discórdia no reino oriental durante a minoridade de [[Childeberto II]].
Ele aparentava alguma cultura literária, e foi autor de algumas posias, tomando [[Célio Sedúlio|Sedúlio]] como modelo. Ele inclusive acrescentou letras ao [[alfabeto latino]], ordenando que os manuscritos fossem reescritos com os novos caracteres. A captura de Tours da Austrásia e o sequestro das propriedades eclesiásticas, além do hábito de Chilperico de apontar como bispos nobres do palácio que não eram clérigos, o que provocou o ódio amargo de [[Gregório de Tours]], por quem Chilperico foi estigmatizado como [[Nero]] e [[Herodes, o Grande|Herodes]] de sua época.
 
Ele aparentava alguma cultura literária, e foi autor de algumas posias, tomando [[Célio Sedúlio|Sedúlio]] como modelo. Ele inclusive acrescentou letras ao [[alfabeto latino]], ordenando que os manuscritos fossem reescritos com os novos caracteres. A captura de Tours da Austrásia e o sequestro das propriedades eclesiásticas, além do hábito de ChilpericoQuilperico de apontar como bispos nobres do palácio que não eram clérigos, o que provocou o ódio amargo de [[Gregório de Tours]], por quem ChilpericoQuilperico foi estigmatizado como [[Nero]] e [[Herodes, o Grande|Herodes]] de sua época.
Num dia de setembro de [[584]], enquanto retornava de uma caçada para sua vila real de Chelles, Chilperico foi apunhalado até a morte.
 
Num dia de setembro de [[584]], enquanto retornava de uma caçada para sua vila real de Chelles, ChilpericoQuilperico foi apunhalado até a morte.
Chilperico deve ser considerado um soberano merovíngio típico. Ele era excessivamente ansioso em ampliar sua autoridade real. Ele era zeloso com o tesouro real, cobrando numerosos impostos, e suas medidas fiscais provocaram uma grande revolta em [[Limoges]] em [[579]]. Quando sua filha Rigunta foi enviada aos visigodos como noiva para o rei [[Recaredo I]], carregada de presentes esplendorosos, o exército que a acompanhou sobreviveu de modo voraz da terra no caminho até [[Toledo]]. Ele desejava a submissão da igreja, e para isso acabou vendendo bispados pela maior oferta, anulando os testamentos em favor dos bispados e abadias, e tentando impor sobre seus súditos uma concepção única da Santíssima Trindade, como Gregório de Tours relata:
 
:''Ao mesmo tempo que o rei Chilperico escrevia um pequeno exame sobre o efeito que a Santíssima Trindade não deveria ser assim chamada com referência a pessoas distintas mas deveria simplesmente ter o significado de Deus, dizendo que não era adequado que Deus fosse comparado a um homem de carne; afirmando também que o Pai, o Filho e o Espírito Santo são a mesma coisa. "Igual", disse ele, "era a visão dos profetas e patriarcas e assim era ensinada a lei". Quando ele havia lido isso para mim, disse: "Eu quero que você e os outros educadores da igreja apoiem este ponto de vista". Mas eu respondi: "Bom rei, abandone esta crença; é sua obrigação seguir a doutrina que os outros educadores da igreja nos deixou após o tempo dos apóstolos, os ensinamentos de Hilário e Eusébio que você professou no batismo".'' [http://www.fordham.edu/halsall/basis/gregory-hist.html]
ChilpericoQuilperico deve ser considerado um soberano merovíngio típico. Ele era excessivamente ansioso em ampliar sua autoridade real. Ele era zeloso com o tesouro real, cobrando numerosos impostos, e suas medidas fiscais provocaram uma grande revolta em [[Limoges]] em [[579]]. Quando sua filha Rigunta foi enviada aos visigodos como noiva para o rei [[Recaredo I]], carregada de presentes esplendorosos, o exército que a acompanhou sobreviveu de modo voraz da terra no caminho até [[Toledo]]. Ele desejava a submissão da igreja, e para isso acabou vendendo bispados pela maior oferta, anulando os testamentos em favor dos bispados e abadias, e tentando impor sobre seus súditos uma concepção única da Santíssima Trindade, como Gregório de Tours relata:
:''Ao mesmo tempo que o rei ChilpericoQuilperico escrevia um pequeno exame sobre o efeito que a Santíssima Trindade não deveria ser assim chamada com referência a pessoas distintas mas deveria simplesmente ter o significado de Deus, dizendo que não era adequado que Deus fosse comparado a um homem de carne; afirmando também que o Pai, o Filho e o Espírito Santo são a mesma coisa. "Igual", disse ele, "era a visão dos profetas e patriarcas e assim era ensinada a lei". Quando ele havia lido isso para mim, disse: "Eu quero que você e os outros educadores da igreja apoiem este ponto de vista". Mas eu respondi: "Bom rei, abandone esta crença; é sua obrigação seguir a doutrina que os outros educadores da igreja nos deixou após o tempo dos apóstolos, os ensinamentos de Hilário e Eusébio que você professou no batismo".'' [http://www.fordham.edu/halsall/basis/gregory-hist.html]
 
==Pais==
#♂ [[Meroveu de Soissons|Meroveu]] (◊ 552 † 577)
#♂ [[Clóvis de Soissons|Clóvis]] (◊ 555 † 580), assassinado por Fredegunda.
#♀ [[Basina, filha de ChilpericoQuilperico I|Basina]] (◊ c. 565 † ?), freira, liderou uma revolta na abadia de [[Poitiers]].
#♀ Childesinta (◊ c. 567 † ?)
*em Março de [[567]], [[Ruão]], com '''Galsuinta''' (◊ c. 540 † 568) filha de [[Atanagildo I]], rei dos [[visigodos]] da [[Espanha]]. Sem filhos.