Abrir menu principal

Alterações

108 bytes adicionados, 14h40min de 9 de janeiro de 2018
m
sem resumo de edição
}}
 
A '''Guerra da Independência do México''' tem sido um conflito entre os colonos mexicanos (chamados de ''patriotas'') e as autoridades representantes da [[Coroa espanhola]] (chamados ''realistas''). O conflito se estendeu por dez anos, resultando na emancipação da [[Vice-Reino da Nova Espanha|Nova Espanha]] e a formação do [[Primeiro Império Mexicano]].
 
Depois de quase três séculos sob domínio colonial [[Espanha|espanhol]], os habitantes do [[Vice-Reino da [[Nova Espanha]] começaram a exigir a independência da sua nação devido a divergências políticas e religiosas com a coroa. No início do [[século XIX]] este sentimento ganhou força entre a elite da [[Cidade do México]] e, depois de algumas tentativas falhadas, a guerra foi declarada na madrugada de [[16 de Setembro]] de [[1810]] pelo padre [[Miguel Hidalgo|Miguel Hidalgo y Costilla]] na paróquia de [[Dolores Hidalgo]], estado de [[Guanajuato]] (esta declaração ficou conhecida como '''Grito de Dolores''').
 
O conflito prolongou-se por oito anos e esteve longe de ser um movimento homogéneo. Começou quase como se de uma guerra religiosa se tratasse sendo liderada por sacerdotes. No entanto passado pouco tempo tornou-se uma guerra republicana, tendo o exército realista praticamente posto fim à contenda após um par de anos. A luta independentista passou então a fazer-se sob a forma de uma guerra de guerrilha confinada às montanhas do sul até que um hábil coronel realista de nome [[Agustín de Iturbide]] negociou alianças com quase todas as facções combatentes (incluindo o governo do vice-reino) tendo conseguido a independência de uma forma relativamente pacífica em [[27 de Setembro]] de [[1821]], ainda que o reconhecimento formal de Espanha só tenha ocorrido em [[28 de Abril]] de [[1836]].
 
A antiga colónia espanhola passou a ser, de forma bastante efémera, uma monarquia constitucional católica com a designação de [[primeiro Império Mexicano]] o qual, após a independência das províncias da [[América Central]] bem como de alguns conflitos internos, se converteria numa república federal.
 
== Miguel Hidalgo e o início do movimento de insurgência ==
 
== O consumar da independência ==
As forças rebeldes de todo o México juntaram-se ao exército de Iturbide. Quando a vitória dos insurgentes se tornou aparente deu-se a renúncia do Vice-rei. Em [[24 de Agosto]] de 1821, foi assinado, por Iturbide e representantes da coroa espanhola, o '''[[Tratado de Córdoba]]''', que reconhecia o México como nação independente segundo os termos do plano de Iguala. Iturbide, que havia sido um realista leal, convertera-se no paladino da independência mexicana. Iturbide incluiu um artigo no tratado que possibilitava ao congresso escolher um rei ''criollo'' se nenhum membro da realeza europeia aceitasse o trono mexicano. Este artigo permitiu a Iturbide subir ao trono mexicano, dando início ao primeiro [[primeiro Império Mexicano]].
 
== Ver também ==
* [[Vice-Reino da Nova Espanha]]
* [[Primeiro Império Mexicano]]
* [[Mulheres na Guerra da Independência (México)]]
 
== {{Ligações externas}} ==
* [http://www.mexicodesconocido.com.mx/espanol/historia/siglo_xix/decis.cfm?idsub=16&idsec=3&group_by_edo=false México Desconocido: A independência do México] (em [[língua espanhola|espanhol]])
* [http://www.elbalero.gob.mx/historia/html/independ/ El Balero: A independência] (em [[língua espanhola|espanhol]])