Abrir menu principal

Alterações

203 bytes removidos ,  17h34min de 12 de janeiro de 2018
 
==== Partições do escudo ====
[[Ficheiro:Divisions of the field-notext.png|thumb|right|200px|Partições do escudo]]
{{Artigo principal|[[Partições do campo (heráldica)]]}}
[[Ficheiro:Divisions of the field-notext.png|thumb|right|200px180px|Partições do escudo]]
 
O campo de um [[escudo (heráldica)|escudo]], na heráldica, pode ser dividido em mais de um [[esmalte (heráldica)|esmalte]]; do mesmo modo as várias [[figuras (heráldica)|figuras do escudo]]. Muitas cotas de armas consistem simplesmente de uma divisão do escudo em dois esmaltes contrastantes. Como estas são consideradas partições do escudo, a regra da contrariedade das cores pode ser ignorada. Por exemplo, um escudo dividido em partições azure e goles seria perfeitamente aceitável. A linha que divide o escudo em partições pode ser reta ou seguir padrões — serrilhados, ondulados, dentados, ou diversos outros.<ref>Stephen Friar and John Ferguson. ''Basic Heraldry''. (W.W. Norton & Company, New York: 1993), 148.</ref>
=== Elmo e timbre ===
{{Artigo principal|[[Timbre (heráldica)]]}}
[[File:UBHD Cod Sal IX 58 055r Haimschwanger.jpg|thumb|right|180px|Duas probóscides emplumadas e um coelho no timbre de Helias Haimschwanger, [[burguesia#Enobrecimento|burguês]] de Passau.]]
[[Ficheiro:Wappen Deutsches Reich - Herzogtum Sachsen-Altenburg (Grosses).png|thumb|Na heráldica alemã, há exemplos de escudos com múltiplos timbres, como estas armas de [[Saxe-Altemburgo]], que possuem sete timbres. Algumas moedas de [[táler]] chegam a mostrar quinze.]]
 
[[Ficheiro:Coat of Arms of Benedictus XVI.svg|166px180px|thumb|Brasão de Bento XVI, com a tiara recuperada]]
 
A palavra ''timbre'' é usada para se referir a toda uma categoria de adornos heráldicos. O uso técnico do termo heráldico [[timbre (heráldica)|timbre]] refere-se a apenas um componente de todo um conjunto. O timbre jaz no topo de um [[elmo]] que, por sua vez, apoia-se sobre a parte mais importante do conjunto: o escudo.
 
 
O clero costuma evitar ostentar elmos ou timbres em suas cotas de armas. Membros do clero podem mostrar a indumentária apropriada — geralmente, um chapéu de copa baixa e abas largas, chamado "galero" fora da heráldica, cujas cores e borlas indicam hierarquia. Ou, no caso das [[:en:Papal coat of arms|armas papais]], utilizava-se uma coroa tripla elaborada, conhecida como [[tiara papal]], pelo menos até o papa [[Bento XVI]] ser eleito em 2005. Bento XVI, por sugestão do arcebispo Piero Marini, havia quebrado a tradição milenar ao substituir a tiara pela [[mitra]] em [[Brasão de Bento XVI|suas armas]]. Porém, a [[10 de outubro]] de [[2010]], o papa Bento XVI mandou inserir a tiara em seu brasão, conforme projeto de Pietro Siffi, da "Ars Regia", uma firma especializada da cidade de [[Ferrara]], recuperando a heráldica tradicional dos papas.<ref>{{citar web| url= http://diretodasacristia.blogspot.com/2010/10/inserida-tiara-papal-no-brasao-de-bento.html|último = |primeiro = |título= Inserida a Tiara Papal no Brasão de Bento XVI}}</ref><ref>{{citar web| url= http://www.golias.fr/spip.php?article4531|último = |primeiro = |título= Le retour de la Tiare}}</ref>
[[Ficheiro:Coat of Arms of Benedictus XVI.svg|166px|thumb|Brasão de Bento XVI, com a tiara recuperada]]
 
O clero ortodoxo e presbiteriano às vezes adota indumentária capital diferente em suas armas.
=== Motes ===
O [[mote]], [[lema]] ou [[Lema|divisa]] armorial é a frase ou conjunto de palavras que descreve a motivação ou intenção da pessoa ou corporação detentora das armas. Não é ignorada a possibilidade de formar um trocadilho com o nome da família, como no lema de [[:en:Thomas Nevile|Thomas Nevile (em inglês)]] — "Ne vile velis" —. Motes geralmente são modificados à vontade e não são parte integrante do patrimônio heráldico. Motes podem ser encontrados tipicamente em um pergaminho sob o escudo, chamado [[listel]]. Na heráldica escocesa, em que o mote é garantido como parte do brasão, ele costuma ser mostrado em um listel acima do timbre, e não pode ser modificado à vontade. Um mote pode ser escrito em qualquer idioma.
 
[[Imagem:Coat_of_arms_of_the_January_Uprising.svg|166px|thumb|right|Brasão de armas do ''Levante de Janeiro'', respeitando e formando as nações da [[República das Duas Nações]], sendo Três Nações: Águia Branca ([[Polónia]]), Vytis/Pahonia ([[Lituânia]] e [[Bielorrússia]]) e Arcanjo Miguel ([[Ucrânia]]).]]
 
=== Suportes e outras insígnias ===
{{Artigo principal|[[Suporte (heráldica)]]}}
[[Ficheiro:Wappen Preußische Provinzen - Brandenburg.png|thumbnail|righ|180px|Tenentes (selvagem e cavaleiro medieval) nas armas da [[Prússia|província prussiana]] do [[Brandemburgo]]]]
 
[[Suporte (heráldica)|Suportes]] ou tenentes são figuras de humanos ou animais, ou, muito raramente, de objetos inanimados, normalmente colocados de cada lado de uma cota de armas, como se a estivessem suportando. Em muitas tradições, o uso de suportes passou a seguir padrões estritos, que o limitavam a certas classes sociais. No continente europeu, costuma haver menos restrições ao uso de suportes.<ref>Ottfried Neubecker. ''Heraldry: Sources, Symbols, and Meaning''. (Tiger Books International, London: 1997), 186.</ref> No Reino Unido, apenas os [[pares do reino]], uns poucos baronetes, os membros sênior de ordens de cavalaria e algumas corporações têm o direito de usar suportes. Estes freqüentemente têm um significado local ou uma ligação histórica com o detentor da cota de armas.
 
Se o detentor das armas tiver o título de [[barão]], [[cavaleiro]] hereditário ou maior, ele pode ostentar um coronel de nobreza em seu escudo. Enquanto no Reino Unido ele aparece entre o escudo e o elmo, na heráldica continental costuma estar aboletado acima do timbre.