Diferenças entre edições de "Arte degenerada"

278 bytes removidos ,  00h32min de 13 de janeiro de 2018
Desfeita a edição 51006403 de Fernandessoares
(Desfeita a edição 51006403 de Fernandessoares)
Etiqueta: Desfazer
* ''[[:de:Berliner_Skulpturenfund|Berliner Skulpturenfund]]''
Durante as escavações de resgate arqueológico, antes da construção da estação de [[:de:U-Bahnhof_Rotes_Rathaus|metrô Rotes Rathaus]] na [[:de:Rathausstraße_(Berlin)|Rathausstraße]], em frente à [[Rotes Rathaus]] (Prefeitura Vermelha) em Berlim, foram descobertas em 2010 onze esculturas que haviam sido confiscadas em 1937 para a exposição “Arte degenerada”. De acordo com a ''[[:de:Stiftung_Preußischer_Kulturbesitz|Stiftung Preußischer Kulturbesitz]]'' (Fundação do Patrimônio Cultural da Prússia), tratam-se de esculturas de bronze de [[:de:Edwin_Scharff|Edwin Scharff]], [[:de:Otto_Baum_(Bildhauer)|Otto Baum]], [[:de:Marg_Moll|Marg Moll]], [[:de:Gustav_H._Wolff|Gustav Heinrich Wolff]], [[:de:Naum_Slutzky|Naum Slutzky]] e [[:de:Karl_Knappe|Karl Knappe]], bem como peças de cerâmica de [[Otto Freundlich]] e [[:de:Emy_Roeder|Emy Röder]]. Elas foram exibidas em uma exposição intitulada ''Der Berliner Skulpturenfund. ‚Entartete Kunst‘ im Bombenschutt'' em 9 de novembro de 2010 no pátio do ''[[Neues Museum]]'', na [[Ilha dos Museus]]<ref>[http://www.spiegel.de/kultur/gesellschaft/nazi-ausstellung-entartete-kunst-verschollene-skulpturen-wiederentdeckt-a-727877.html Verschollene Skulpturen wiederentdeckt]. [https://de.wikipedia.org/wiki/Spiegel_Online Spiegel Online]; acesso em 8 de novembro de 2010</ref>, e depois disso como uma exposição itinerante. Além disso, os fragmentos sugerem que foram armazenadas no depósito, desconhecido até a escavação, em torno de 200 a 300 pinturas e ilustrações que não sobreviveram ao fogo de 1944. As obras provavelmente estavam em caminhões no local encontrado, como revela uma nota sobre a “carga de sete metros”.<ref>Bernau, Nikolaus: [https://www.berliner-zeitung.de/kultur/berliner-skulpturenfund-im-neuen-museum-entartete-kunst-aus-dem-schutt-1208288 „Entartete Kunst“ aus dem Schutt]. Em: [https://de.wikipedia.org/wiki/Berliner_Zeitung Berliner Zeitung], 14 de março de 2012</ref>
* 5 de junho a 28 de agosto de 2011, Kulturforum Burgkloster, Lübeck ''1933–45. Verfolgt – Verfemt – Entartet. Obras do acervo na Willy-Brandt-Haus, Berlim.''<ref>Exposição Verfolgt – Verfemt – Entartet, Lübeck 2011. Panfleto do Die Lübecker Museen</ref><ref>Bernau, Nikolaus: [https://www.berliner-zeitung.de/kultur/berliner-skulpturenfund-im-neuen-museum-entartete-kunst-aus-dem-schutt-1208288 „Entartete Kunst“ aus dem Schutt]. Em: [https://de.wikipedia.org/wiki/Berliner_Zeitung Berliner Zeitung], 14 de março de 2012</ref>
 
* Descoberta de mais seis esculturas
102

edições