Diferenças entre edições de "José I de Portugal"

747 bytes adicionados ,  13h08min de 14 de janeiro de 2018
m
Foram revertidas as edições de 85.244.41.145 para a última revisão de Ad portal, de 21h03min de 29 de novembro de 2017 (UTC)
(iuhuhhuhhhuh)
Etiquetas: Editor Visual Remoção considerável de conteúdo
m (Foram revertidas as edições de 85.244.41.145 para a última revisão de Ad portal, de 21h03min de 29 de novembro de 2017 (UTC))
Etiqueta: Reversão
havia muita droga 1000Kl e faturam muito
 
{{Info/Nobre
| imagem = Portrait of Joseph Emanuel, King of Portugal (1773) - Miguel António do Amaral.png
| local da morte = [[Palácio Nacional de Sintra|Palácio de Sintra]], [[Sintra]], [[Reino de Portugal|Portugal]]
}}
'''José I''' ([[Lisboa]], {{dtlink|6|6|1714}} – [[Sintra]], {{dtlink|24|2|1777}}), apelidado de "o Reformador", foi o [[Lista de monarcas de Portugal|Rei de Portugal e Algarves]] de 1750 até sua morte. Era o terceiro filho do rei [[João V de Portugal|João V]] e sua esposa a rainha [[Maria Ana de Áustria, Rainha de Portugal|Maria Ana da Áustria]].
'''J'''so económico realizado no país, na primeira metade do século XVIII.
 
O reinado de José I é sobretudo marcado pelas políticas do seu secretário de Estado, o [[Sebastião José de Carvalho e Melo|Marquês de Pombal]], que reorganizou as leis, a economia e a sociedade portuguesa, transformando [[Reino de Portugal|Portugal]] num país moderno.
 
Quando subiu ao trono, José I tinha à sua disposição os mesmos meios de acção governativa que os seus antecessores do século XVII, apesar do progresso económico realizado no país, na primeira metade do século XVIII.
 
Esta inadaptação das estruturas administrativas, jurídicas e políticas do país, juntamente com as condições económicas deficientes herdadas dos últimos anos do reinado de [[João V de Portugal|João V]], vai obrigar o monarca a escolher os seus colaboradores entre aqueles que eram conhecidos pela sua oposição à política seguida no reinado anterior.
13 384

edições