Abrir menu principal

Alterações

264 bytes removidos ,  13h43min de 15 de janeiro de 2018
→‎Biografia: sem fontes
Nova Iorque é o cenário de praticamente todos os seus filmes e lá é rodado outro clássico do cineasta, ''[[Manhattan (filme)|Manhattan]]'', que recebeu diversos prêmios e conta com as presenças de [[Meryl Streep]] e, novamente, Diane Keaton, com quem teve um relacionamento.
 
A vida amorosa de Allen sempre deu o que falar à imprensa. Antes da fama, Woody Allen já havia tido dois casamentos e, por consequência, dois divórcios, com [[Harlene Rosen]]<ref name= interviews1>{{citar livro |autor=Robert E. Kapsis, Kathie Coblentz |título=Woody Allen: interviews, pag XXIV |ano=2006 |editora=Univ. Press of Mississippi | id= |páginas= |língua=inglês |edição= |local= |isbn=978-1-57806-793-0}}</ref> e Louise Lasser (divorciou-se em 1969).<ref>{{citar livro | autor=Sander H. Lee |título=Eighteen Woody Allen films analyzed: anguish, God and existentialism |página= 23 |ano=2002 |editora=McFarland | id= |língua=inglês |edição= |local= |isbn=978-0-7864-1319-5}}</ref> Depois da fama, namorou várias importantes atrizes, que sempre ficavam com os papéis principais de seus filmes, até se firmar com [[Mia Farrow]]. Com a atriz teve um relacionamento de 1980 até 1992, quando começou um polêmico relacionamento com Soon Yi, filha adotiva de Mia com Andre Previn, com quem se casou em 1997. Após a separação, Mia afirmou que o diretor havia molestado a outra filha adotiva do casal,<ref>{{citar web |url=http://cinema.uol.com.br/noticias/redacao/2014/01/13/mia-farrow-e-filho-ironizam-homenagem-a-woody-allen-no-globo-de-ouro.htm |publicado=Cinema.uol.com.br |título=Mia farrow e filho ironizam homenagem a Woody Allen no Globo de Ouro |autor= |obra=[[Universo Online]] |data= |acessodata= }}</ref><ref>{{citar web |url=http://veja.abril.com.br/noticia/celebridades/globo-de-ouro-mia-e-ronan-farrow-ironizam-homenagem-a-woody-allen |publicado=Veja.abril.com.br |título=Globo de ouro - Mia e Ronan Farrow ironizam homenagem a Woody Allen |autor= |obra=[[Veja]] |data= |acessodata= }}</ref> [[Dylan Farrow]], que tinha apenas 7 anos na época dos abusos. Dylan Farrow, filha da atriz Mia Farrow, publicou em 1 de fevereiro de 2014 uma carta aberta no jornal "[[The New York Times]]" em que diz que foi abusada sexualmente por seu pai adotivo Woody Allen.
 
Fã de [[Ingmar Bergman]], [[Groucho Marx]], [[Federico Fellini]], [[Cole Porter]], [[Fiódor Dostoiévski]] e [[Anton Chekhov]], já trabalhou com [[Carrie Fisher]], [[Michael Caine]], [[Diane Keaton]], [[Max Von Sydow]], [[Madonna]], [[Martin Landau]], [[Gene Wilder]], [[Angelica Huston]], [[Meryl Streep]], [[Sydney Pollack]], [[Judy Davis]], [[Liam Neeson]], [[Juliette Lewis]], [[Alan Alda]], [[Goldie Hawn]], [[Leonardo di Caprio]], [[Edward Norton]], [[Drew Barrymore]], [[Julia Roberts]], [[Mira Sorvino]], [[Helena Bonham Carter]], [[Tim Roth]], [[Natalie Portman]], [[Dianne Wiest]], [[Helen Hunt]], [[Charlize Theron]], [[Dan Aykroyd]], [[Danny DeVito]], [[Scarlett Johansson]], [[Penélope Cruz]], [[Cate Blanchett]], [[Owen Wilson]], [[Rachel McAdams]], [[Naomi Watts]], [[Alec Baldwin]], entre outros.