Diferenças entre edições de "Príncipe de Condé"

3 bytes removidos ,  00h24min de 16 de janeiro de 2018
sem resumo de edição
{{sem-fontes|data=Maio de 2009}}
[[Ficheiro:Grand-conde.jpg|thumb|direita|250px|[[Luís II, Príncipe de Condé|Luís II]], ''o Grande Condé'', 4° Príncipe de Condé.]]
'''Príncipe de Condé''' é um título aristocrático [[frança|francês]], utilizado entre os séculos [[século XVI|XVI]] e [[século XIX|XIX]], por membros de um ramo da [[casa de Bourbon]], descendente dos [[Duque de Vendôme|Condes e Duques de Vendôme]]. O título não corresponde a um [[principado]], como o [[principado do Mónaco]], e é equiparável à designação [[conde]] ou [[duque]]. Da mesma forma, os Príncipes de Condé não representam príncipes da casa real de França, isto é, filhos de monarca, embora tenham antepassados em comum: [[Luís I, Príncipe de Bourbon-Condé|Luís de Bourbon]], primeiro Príncipe de Condé, era tio por via paterna do rei [[Henrique IV de França]].
 
Os Príncipes de Condé ocuparam o topo hierárquico da aristocracia francesa, em termos de precedência, protocolo e cerimonial de corte com a designação de ''Premier Prince du Sang Royal'' (primeiro príncipe de sangue real) e o tratamento oficial de ''Monsieur le Prince''. Apesar da contestação da [[casa de Guise]], o estatuto manteve-se até [[1710]], quando a distinção passou para a [[casa de Orléans]] após a morte de [[Luís III, Príncipe de Condé|Luís III]]. A partir desta data, os Príncipes de Condé, apesar de assim se conservarem, passaram a preferir usar no dia-a-dia o título [[Duque de Bourbon]] e o tratamento ''Monsieur le Duc''. Os filhos mais velhos dos Príncipes de Condé eram conhecidos como '''Duque de Enghien''' e as filhas solteiras, como era hábito na alta aristocracia da França absolutista, utilizavam propriedades subsidiárias da casa paterna como título de cortesia, por exemplo, ''Mademoiselle de Gex'' ou ''Mademoiselle de Sens''. A '''casa de Bourbon-Condé''' ramificou-se, por sua vez, em [[1629]], quando [[Henrique II, Príncipe de Condé|Henrique II]] conferiu o título de [[Príncipe de Conti]] ao seu filho mais novo, [[Armando, Príncipe de Conti|Armando de Bourbon]].