Abrir menu principal

Alterações

146 bytes removidos, 04h37min de 18 de janeiro de 2018
O parágrafo se refere à antiga república romana
Um '''triunvirato''' é uma associação política entre três homens (''triúnviros'') em pé de igualdade.<ref name="priberam2">{{citar web|url=http://www.priberam.pt/dlpo/triunvirato|título=Triunvirato|autor=[[Priberam]], dicionário de língua portuguesa da [[Porto Editora]]}}</ref><ref name="priberam">{{citar web|url=http://www.priberam.pt/dlpo/triúnviro|título=Triúnviro|autor=[[Priberam]], dicionário de língua portuguesa da [[Porto Editora]]}}</ref> A palavra triunvirato originou-se a partir de dois radicais do [[latim]]: ''trium''- (três) e ''vir'' (homem).
 
Ao longo da história ocorreram vários triunviratos, todos eles de pouca duração. Na [[história de Roma]], quando ainda república, existiram três dois triunviratos:<ref name="infopedia">{{citar web|url=http://www.infopedia.pt/$triunvirato|título=Triunvirato|autor=[[Infopédia]], Enciclopédia Online da [[Porto Editora]]}}</ref>
 
*[[Primeiro Triunvirato]] ([[59 a.C.]] – [[53 a.C.]]), [[Júlio César]], [[Pompeu|Pompeu (o Grande)]] e [[Marco Licínio Crasso]] (Crassus)
*[[Segundo Triunvirato]] ([[43 a.C.]] – [[33 a.C.]]), [[Augusto|Octaviano]], [[Marco Antônio]] e [[Lépido]]
*[[Terceiro Triunvirato]] ([[17 de janeiro de 2018]] – [[22 de janeiro de 2018]]), [[Eurico Miranda ]], [[Fernando Horta]] e [[Júlio Brant]]
 
==Ver também==