Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 13h28min de 19 de janeiro de 2018
→‎Uso historiográfico: Estátua do biografado em local público.
=== Uso historiográfico ===
[[Imagem:Praçatiradentes.JPG|esquerda|thumb|[[Estátua]] mostrando Tiradentes a ser [[forca|enforcado]], na ''Praça Tiradentes'', em [[Belo Horizonte]].]]
[[Ficheiro:Polício Militar do Piauí (Monumento).JPG|miniaturadaimagem|Estátua de Tiradentes no Quartel do Comando Geral da [[Polícia Militar do Estado do Piauí]].]]
Tiradentes permaneceu, após a [[Independência do Brasil]], relativamente obscuro, pois o país continuou sendo uma monarquia regida pela [[Casa de Bragança]], e os dois monarcas, [[Pedro I do Brasil|Pedro I]] e [[Pedro II do Brasil|Pedro II]], eram descendentes de [[Maria I de Portugal|D. Maria I]], contra a qual Tiradentes conspirara e que havia assinado sua sentença de morte. Além disso, Tiradentes era republicano. O "''Código Criminal do Império do Brasil''", sancionado em 16 de dezembro de 1830, também previa penas graves para quem conspirasse contra o imperador e contra a monarquia:
 
2 060

edições