Diferenças entre edições de "Silva Canta Marisa"

Sem alteração do tamanho ,  21h32min de 8 de fevereiro de 2018
 
==Histórico==
Em setembro de 2015, o artista lançou uma série de shows em que cantava músicas de [[Marisa Monte]], cantora fluminense de quem é fã. Em dezembro do mesmo ano, o mesmo repertório foi utilizado quando o artista foi convidado a participar do programa "''Versões''", que vaifoi ao ar pelo [[Bis (canal de televisão)|Canal Bis]]<ref>[http://centraldampb.com.br/noticias-silva-canta-marisa-monte-em-show-inedito/ Notícias: SILVA canta Marisa Monte em show inédito]</ref>. A cantora assistiu ao programa e entrou em contato com Silva, com quem acabou definindo uma amizade e estabelecendo uma parceria musical. Juntos, eles compuseram uma série de canções.<ref>[http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/post/parceria-com-marisa-monte-pode-ser-o-mote-do-proximo-album-de-silva.html Parceria com Marisa Monte pode ser o mote do próximo álbum de Silva]</ref> Uma delas, a inédita ''Noturna (Nada de Novo na Noite)'', contém a participação da cantora na autoria da letra e nos vocais.
 
O repertório do disco difere daquele escolhido para o programa de televisão e para os shows, tendo músicas de todas as fases de Marisa, incluindo projetos paralelos como os [[Tribalistas]]. Nas palavras do capixaba: