Abrir menu principal

Alterações

155 bytes adicionados, 18h33min de 13 de fevereiro de 2018
Desfeita a edição 51211550 de 189.93.143.1 Vandalismo
</ref>, que era o rio que fornecia água potável à população (aqueles que "bebiam das águas do Carioca"). A partir de 1783, por decreto de D. Luiz de Vasconcelos, então vice-rei do Brasil, foi criado um novo gentílico "mais civilizado" para o Rio de Janeiro, o "fluminense", a partir do termo [[Latim|latino]] ''flumen''s, que significa "rio", em alusão ao "Rio".
 
Segundo o relato de Dom Juan Francisco de Aguirre, nobre espanhol que visitou o Rio de Janeiro em março de 1782, os naturais do Rio de Janeiro passaram a ser apelidados de “cariocas” devido ao seu deslumbramento com o Aqueduto da Carioca e suas águas: “Foi esse deslumbre pelo seu aqueduto que fez com que os naturais desta cidade ficassem conhecidos como cariocas, nome da fonte de onde a água que abastece a região. Logo que estabelecem contato com um europeu, os cariocas apressam-se em dizer-lhe que essa água tem o poder de enfeitiçá-lo e de fazê-lo fixar residência na cidade” <ref>{{citar livro|título=Visões do Rio de Janeiro Colonial|ultimo=Carvalho França|primeiro=Jean Marcel|editora=José Olympio Editora e Editora UERJ|ano=1999|local=Rio de Janeiro|páginas=pg. 156|acessodata=}}</ref>.
A Expressão CARIOCA, VEM DO GUARANI, e significa CARY= BRANCO e OCA = CASA Já na época da colonização em 1530 os portugueses pintavam sua casas de branco para facilitar a vista dos navegadores e orienta-los onde deveriam aportar , dai a EXPRESSÃO CARY-OCA.. casa de branco.. que depois virou gentílico GRAÇAS A MEN DE SÁ E ESTACIO DE SÁ QUE DENOMINARM EM DOCUMENTO QUE OS DECENDENTES DE EUROPEUS NASCIDO AQUI NESTA CIDADE SERIAM DENOMINADOS ASSIM "CARIOCAS pois nasciam na vila de SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO..E tornou-se oficial para que nasceu no antigo ESTADO DA GUANABARA. <ref>{{citar livro|título=Visões do Rio de Janeiro Colonial|
 
Em 1834, através do [[Ato Adicional|Ato Adicional à Constituição de 1824]], o município do Rio de Janeiro se separou da [[Província do Rio de Janeiro]] para constituir o [[Município Neutro]], com administração vinculada diretamente à [[Império do Brasil|corte imperial brasileira]]. Como "carioca" é um termo indígena, os membros da Corte optaram por intitularem-se "fluminenses", tendo "carioca" sobrevivido pelo uso popular, principalmente nas demais províncias do Império do Brasil.