Abrir menu principal

Alterações

1 022 bytes adicionados ,  22h08min de 13 de fevereiro de 2018
Desfeita a edição 51264656 de 170.245.254.177 Foi banido no Grupo Especial do Rj, mas esse artigo é para todas as escolas de samba do mundo. E mesmo assim se existiu um dia é pra ser citado.
O primeiro carro alegórico do desfile é chamado de carro abre-alas, e na sua parte frontal costuma vir o nome da escola, de forma estilizada. Algumas escolas, como a [[GRES Portela|Portela]] por exemplo, trazem sempre no abre-alas o seu símbolo (no caso desta agremiação, a [[águia]]), independentemente do enredo.<ref name="Sambariocarnaval"/> Os maiores carros chegam a atingir até 13 metros de altura e 60 metros de comprimento, o que ocasionalmente prejudica a sua entrada no local de desfile. Estes carros geralmente são empurrados por pessoas, que ficam embaixo ou atrás da alegoria. Nenhum carro pode ser movido à tração animal, e durante os anos 1990, chegou-se a proibir os motorizados, devido ao risco de [[incêndio]]s.<ref>{{citar web |url=http://grupopacifica.com.br/carnival/index_05.html |autor=Grupo Pacífica |titulo=como funciona o Carnaval |data= acessodata=11/07/2011}}</ref>
 
=== Evolução e, Harmonia e Conjunto ===
Evolução é um quesito onde é julgada a velocidade e a forma como os componentes da escola de samba desfilam: se estão dançando animados, girando, se movimentando, e se passam de modo compacto, próximos uns aos outros, de modo que quem estiver olhando de cima tenha a impressão de que a escola seja um corpo único, uma fila contínua. Não se exige que os componentes sambem, mas estes devem se movimentar.<ref name="Quesitos"/> Costuma-se penalizar escolas que sofrem alterações bruscas na sua velocidade de desfile, ora desfilando muito rápido, ora muito devagar.<ref>{{citar web|URL = http://entretenimento.band.uol.com.br/bandfolia/2014/noticia.asp|título = Gaviões pode perder pontos por "cadência"|data = 02/03/2014|acessadoem = 25/08/2014|autor = Band Folia|publicado = Band.com.br}}</ref>
 
No quesito harmonia, é avaliada a interação entre o canto do intérprete oficial e o dos componentes. Escolas onde os integrantes não cantam o samba, ou cantam mal, recebem notas mais baixas neste quesito.<ref name="Superinteressante"/>
 
Já o quesito conjunto esteve ausente durante muitos anos, sendo trazido de volta aos desfiles cariocas a partir do ano [[2000]].<ref>ver a comparação entre os quesitos do [http://www.academiadosamba.com.br/memoriasamba/desfiles/1999-0.htm ano de 1999] e o [http://www.academiadosamba.com.br/memoriasamba/desfiles/2000-0.htm ano 2000]</ref> É na realidade uma vista geral de toda a escola, de forma uniforme, onde um grupo de jurados avalia por alto toda a interação entre os vários quesitos.<ref name="Quesitos"/> Em 2006, a AESCRJ aprovou a fusão dos quesitos Evolução, Harmonia e Conjunto num novo quesito: "Conjunto Harmônico".<ref>[http://academiadosamba.com.br/memoriasamba/desfiles/2006.htm Academia do Samba - 2006]</ref> Porém, esta experiência não se repetiu nos anos posteriores. No Rio de Janeiro, uma votação entre os presidentes das agremiações que formam o Grupo Especial, decidiu banir o quesito Conjunto no carnaval de 2015, esta decisão até então segue no carnaval carioca.
 
=== Enredo ===
Utilizador anónimo