Diferenças entre edições de "Sucot"

5 bytes removidos ,  17h07min de 14 de fevereiro de 2018
sem resumo de edição
(alterando predefinição do hebraico)
{{mais-fontes|data=Novembro de 2017}}
{{Calendário judaico}}
'''Sucot''' (do [[língua hebraica|hebraico]] סוכות ou סֻכּוֹת, sukkōt, "cabanas" ou "tendas") é um [[Festas Judaicas|festival judaico]] que se inicia no dia 15 de [[Tishrei]] de acordo com o [[calendário judaico]]. Também conhecida como '''Festa dos Tabernáculos''' ou '''Festa das Cabanas''' ou '''Festa das Tendas'''<ref>[https://cmc-terrasanta.com/pt/video/arqueologia-cultura-e-outras-religioe-8/festa-das-tendas-memoria-da-travessia-do-povo-pelo-deserto-11709.html Festa das tendas: memória da travessia do povo pelo deserto, Pe. Frédéric Maans, Christian Media Center, 18 Outubro 2016]</ref> ou, ainda, '''festa das colheitas''', tendo em vista que coincide com a estação das colheitas em [[Israel]], no começo do outono<ref>É realizado duas semanas após o [[Rosh Hashanah]] e, usualmente, cai final de Setembro ou princípio de Outubro. - A Festa dos Tabernáculos (Sucôt ou Cabanas), Ministério Ensinando de Sião, 2015 (http://ensinandodesiao.org.br/artigos-e-estudos/a-festa-dos-tabernaculos-sucot-ou-cabanas/)</ref>. É uma das três maiores festas, conhecidas como [[Shalosh Regalim]], onde o povo de Israel peregrinava para o [[Templo de Jerusalém]]. Nos dias de hoje, multidões entre 50 a 100 mil pessoas se reúnem aos pés do [[Muro das Lamentações]], participando da [[Benção dos Sacerdotes]].
 
Sucot relembra os 40 anos de [[êxodo]] dos hebreus no [[deserto]] após a sua saída do [[Egito]]. Nesse períod,operíodo o povo judeu não tinha terraprópriaterra própria;, eram [[nômade]]s e viviam em pequenas tendas ou cabanas frágeis e temporárias. Como forma de simbolizar este período, durante a celebração de Sucot, os judeus fazem suas refeições sob folhas e galhos ao ar livre, em uma '''[[sucá]]'''. A sucá deve ser erguida ao ar livre e ser constituída de [[palha]] ou [[folhagem]], que possibilite ver o céu. Deve ter pelo menos 3 paredes, as quais não devem estar pregadas ao teto. Além desta passagem pelo deserto, a sucá também simboliza todos os judeus que moram na diáspora, ou seja, fora de Israel.
 
Sucot relembra os 40 anos de [[êxodo]] dos hebreus no [[deserto]] após a sua saída do [[Egito]]. Nesse períod,o o povo judeu não tinha terraprópria;, eram [[nômade]]s e viviam em pequenas tendas ou cabanas frágeis e temporárias. Como forma de simbolizar este período, durante a celebração de Sucot, os judeus fazem suas refeições sob folhas e galhos ao ar livre, em uma '''[[sucá]]'''. A sucá deve ser erguida ao ar livre e ser constituída de [[palha]] ou [[folhagem]], que possibilite ver o céu. Deve ter pelo menos 3 paredes, as quais não devem estar pregadas ao teto. Além desta passagem pelo deserto, a sucá também simboliza todos os judeus que moram na diáspora, ou seja, fora de Israel.
Outro ritual que se faz em Sucot é a [[oferenda]] da [[água]]. Esta era uma [[cerimônia]] que precedia a época das [[chuva]]s e a água. Por ser um elemento vital, era implorada a [[Deus]] pelos camponeses. Também faz parte do ritual o uso dum ramo com [[quatro espécies]], precisamente chamado de ''arba'á minim'', em hebraico, que são [[lulav]], [[etrog]], [[hadass]] e [[aravah]].
 
A festa da cabana era uma cerimonia religiosa como agradecimento a Deus, por ele ter suprido os israelitas no deserto e não ter deixado faltar água.
Eles comiam carne de cordeiro e ervas amargas, conforme o livro Êxodo da Bíblia.
113 219

edições