Diferenças entre edições de "Rich Text Format"

13 bytes adicionados ,  22h37min de 15 de fevereiro de 2018
Alterei informacoes que estavam faltando
(Melhoramentos gerais ao artigo com correção de erros e inclusão de nova informação e referências exteriores.)
(Alterei informacoes que estavam faltando)
Ao contrário da maioria dos formatos de ficheiros de processamento de texto, o formato RTF é um formato totalmente legível por humanos e possível de editar com editores de texto simples.
 
O formato de ficheiro RTF não deve ser confundido com a designação ''Enriched Text'' (tipo de ficheiro "text/enriched" segundo o [[rfc:1896|RFC 1896]]) ou o seu predecessor ''Rich Text'' (tipo de ficheiro "text/richtext" segundo os [[rfc:1341|RFC 1341]] e [[rfc:1521|1521]]), nem com a norma interna da [[IBM]] RFT-DCA (''Revisable Format Text-Document Content Architecture''), uma vez que são especificações totalmente diferentes. S E C S U
 
== Brasil ==
No Brasil, o formato RTF é o formato preferencial para edição e distribuição de documentos de texto oficiais conforme recomendação do [[Manual de Redação da Presidência da República]] <ref>{{Citar web|url=http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/manual/index.htm|titulo=Download para texto em Word|acessodata=2017-06-08|obra=www.planalto.gov.br}}</ref>. Também os Tribunais Superiores (STF e STJ) são exemplos de entidades onde os documentos são guardados e distribuídos frequentemente em formato ''Rich Text R O L A''.{{referências}}
 
== Ligações externas ==
Utilizador anónimo