Abrir menu principal

Alterações

573 bytes adicionados ,  02h55min de 17 de fevereiro de 2018
m
Correções, atualizações e acréscimos carreira; correções Grammy;
|assinatura =
}}
'''Antônio César Camargo Mariano''' ([[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[19 de setembro]] de [[1943]]) édesenvolveu umuma [[pianista]]carreira eexpressiva [[arranjador]]como [[brasil]]eiro de renome internacionalpianista, pai da cantora [[Maria Rita]]arranjador, do cantor [[Pedro Mariano]] ,da produtora musical Luísa Camargo Marianoprodutor e do baixista Marcelo Mariano. É, desde os 16 anos, profissional da área musicalcompositor.
 
Pai do baixista Marcelo Mariano, do cantor [[Pedro Mariano]] ,da cantora [[Maria Rita]], e da produtora musical Luísa Camargo Mariano.
 
É, desde os 16 anos, profissional da área musical.
 
== Biografia ==
Filho de um [[professor]] de [[música]]Autodidata, começa a tocar piano por conta própria, e aos quatorze anos passa a ser apresentado como "menino prodígio" em espetáculos em que acompanha bandas de jazz. Em seguida fez amizade com [[Johnny Alf]], que o incentivou a estudar harmonia, arranjo e composição. Logo começa a atuar como profissional na Orquestra de William Furneaux, e em [[1962]] forma o grupo "Três Américas", que toca em festas e bailes.
 
No ano seguinte vai para São Paulo e integraIntegra o "Quarteto Sabá", com quem grava o primeiro LP. Em seguida vemmonta o gupo "Sambalanço Trio", ao lado de [[Airto Moreira]] e Humberto Claiber, que gravagravam cinco LPs ,um discodeles com o cantor e bailarino [[Lennie Dale]] e ganha prêmios. No fim da década de 60 é contratado pela [[TV Record]] de São Paulo, onde trabalha como instrumentista e arranjador, e grava vários discos com seu novo grupo, "Som Três". Participou como jurado de festivais de música da Record. Na mesma época, entra no mercado de ''[[jingle]]s'' e [[canções]] para cinema e propaganda. Dedicou-se por muitos anos como arranjador e produtor de Wilson Simonal.
 
Nos [[década de 1970|anos setenta]] tem início uma bem-sucedida parceria com [[Elis Regina]] e logo após casou-se com ela. César atua como diretor musical, produtor e arranjador da cantora, excursionando pelo Brasil e por vários países. O hoje histórico álbum “Elis e Tom” (1970) teve a participação de Cesar Camargo Mariano como arranjador, pianista e diretor musical. Também participa de trabalhos com [[Chico Buarque]], [[Maria Bethânia]], [[Jorge Ben]], e outros. NaIvan mesma épocaLins, entraGal noCosta mercadoentre de ''[[jingle]]s'' e [[canções]]outros. para cinema e propaganda.
 
Na [[década de 1980|década de oitenta]] César gravou dois discos considerados históricos: "Samambaia", com o guitarrista [[Hélio Delmiro]], e "Voz e Suor", com a cantora [[Nana Caymmi]]. Em [[1987]], sua música instrumental "Mitos" é usada como tema de abertura da telenovela [[Mandala (telenovela)]], de [[Dias Gomes]], na [[Rede Globo]]. Ainda nesta década, apresenta o programa "Um Toque de Classe", na [[Rede Manchete]].
 
Foi o primeiro a utilizar teclado sintetizador nos seus arranjos musicais. Continua atuando como arranjador, produtor, compositor e pianista no Brasil até [[1994]], quando se muda para os Estados Unidos,. ondeCesar começatem a trabalharcolaborado com ograndes compositornomes [[Sadao Watanabe]]internacionais, quedesde a música clássica de Yo-YoMa até o levaJazz asofisticado turnêsde noBlossom JapãoDearie. Mesmo nos EUA, continua em contato permanente com os maiores nomes da [[MPB]], dirigindo e produzindo discos e espetáculos.
 
Entre suas mais de 200 composições, figuram as hoje clássicas “Samambaia”, “Cristal” e “Curumim”, gravadas também por outros artistas como Yo-YoMa, Paquito D’Rivera, Clare Fisher e Ettore Stratta & The London Royal Philharmonic.
 
Entre vários prêmios nacionais e internacionais, Cesar Camargo Mariano recebeu dos Diretores da Academia de Artes e Ciências ''o prêmio especial''  “Lifetime Achievement Latin Grammy® Award” 2006, em reconhecimento à importância do conjunto de sua obra.
É pai dos cantores [[Maria Rita]] e [[Pedro Mariano]],
 
== Discografia ==
* [[2006]] Grammy Latino - Prêmio Conjunto da Obra
* [[2007]] [[Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira]]: ''Ao Vivo'' (com [[Leny Andrade]])
* [[2017]] Grammy Latino de [[Grammy Latino de Melhor Álbum Instrumental|Melhor Álbum Instrumental]]: ''Joined'' (com [[Rudiger]]).<ref name="latingrammy2017">{{citar web|último1 =Ceccarini|primeiro1 =Viola Manuela|título=The 18th Latin GRAMMY Awards in Las Vegas|url=http://www.livein-style.com/the-18th-latin-grammy-awards-las-vegas/|website=Livein Style|acessodata=28 de dezembro de 2017|data=20 de novembro de 2017}}</ref>
 
=== Indicações ===
* 5º Grammy Latino Grammy (Melhor ALbum MPB "Piano & Voz")
* 7º Grammy Latino (Produtor do Ano)
* [[2017]] Grammy Latino de [[Grammy Latino de Melhor Álbum Instrumental|Melhor Álbum Instrumental]]: ''Joined'' (com [[Rudiger]]).<ref name="latingrammy2017">{{citar web|último1 =Ceccarini|primeiro1 =Viola Manuela|título=The 18th Latin GRAMMY Awards in Las Vegas|url=http://www.livein-style.com/the-18th-latin-grammy-awards-las-vegas/|websitetítulo=LiveinThe Style18th Latin GRAMMY Awards in Las Vegas|acessodatadata=2820 de dezembronovembro de 2017|dataacessodata=2028 de novembrodezembro de 2017|website=Livein Style|último1=Ceccarini|primeiro1=Viola Manuela}}</ref>
 
== {{Ver também}} ==
3

edições