Sven Markelius: diferenças entre revisões

Sem alteração do tamanho ,  4 de março de 2018
No terceiro parágrafo, ao invés de "Em 1931", havia "In 1931".
m (traduzindo nome/parâmetro nas citações, outros ajustes usando script)
(No terceiro parágrafo, ao invés de "Em 1931", havia "In 1931".)
 
Estudou no [[Instituto Real de Tecnologia]] e na [[Academia Real de Artes da Suécia]] em Estocolmo, de 1910 a 1915, trabalhando depois nos escritórios de [[Ragnar Östberg]] e [[Erik Lallerstedt]]. Desenvolveu interesse precoce por moradias e planejamento, sendo um dos membros fundadores do [[Congresso Internacional da Arquitetura Moderna]] (CIAM) em 1928, e participou da seção de moradia moderna da [[Stockholm Exhibition (1930)]], o nascimento do funcionalismo sueco.
 
InEm 1931 foi coautor com outros cinco arquitetos do manifesto em tamanho de livro ''Acceptera!'' ("Aceite!"), promovendo diretamente o modernismo como um conjunto de valores culturais. Sua associação com a reformadora sueca [[Alva Reimer Myrdal]] resultou em um projeto para uma casa coletiva de vivência comum de 57 unidades no centro de Estocolmo, em 1935. A edificação oferecia comodidades comuns como creches, cozinha comunitária e espaços sociais, todos mais ou menos inspirados no [[Narkomfin Building]] em [[Moscovo|Moscou]]. Markelius morou na casa coletiva durante 30 anos, servindo como um faz-tudo não oficial, para garantir que o edifício funcionasse da forma projetada, e para mostrar seu compromisso com os valores da habitação social.<ref name=svenmarkelius1/>
 
Nesta época, entre seus principais projetos cívicos Markelius começou a trabalhar no ''Concert Hall'' em [[Helsingborg]] em 1932. Em 1952 Markelius foi nomeado para o conselho de consultores de projeto para o [[United Nations Secretariat Building]] pela [[Suécia]]. No fim de sua carreira voltou sua atenção para o planejamento de cidades.
Utilizador anónimo