Abrir menu principal

Alterações

1 195 bytes adicionados, 10h20min de 8 de março de 2018
==Quando aportuguesar==
 
Em princípio, qualquer falante de português pode fazer um aportuguesamento, independentemente de essa inovação poder vir a ser consagrada ou esquecida.<ref>https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-aportuguesamento-de-vocabulos-estrangeiros/25807</ref>
<br>
Os critérios que motivam o aportuguesamento de uma palavra estangeira são simultaneamente concretos e vagos, deixando espaço para interpretações variadas e até conflituantes.<ref>http://g1.globo.com/educacao/blog/dicas-de-portugues/post/temas-polemicos-12.html</ref>
<br>
 
O impulso de aportuguesar deve ter em consideração o respeito pelos usos consagrados e generalizados, e evitar novos termos que dificultem o reconhecimento do termo inicial e compliquem a comunicação entre as pessoas. Parece igualmente imperativo seguir os padrões fonéticos, gráficos e morfológicos da língua portuguesa.<br>
 
Todavia, há casos em só resta usar mesmo a palavra estrangeira, quando não for possível encontrar um equivalente português nem fabricar um aportuguesamento.<ref>http://escreverbem.com.br/de-bem-com-o-estrangeirismo/</ref><ref>http://brasilescola.uol.com.br/redacao/palavras-aportuguesadas.htm</ref>
{{Referências}}
42 107

edições