Abrir menu principal

Alterações

3 bytes removidos ,  14h56min de 9 de março de 2018
m
"implicar", neste caso, é transitivo direto.
O Índice de Desenvolvimento Humano (IDHM) - Areado é 0,727, em 2010, o que situa esse município na faixa de Desenvolvimento Humano Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799). A dimensão que mais contribui para o IDHM do município é Longevidade, com índice de 0,847, seguida de Renda, com índice de 0,700, e de Educação, com índice de 0,649.<ref name=":3">{{citar web|url=http://www.atlasbrasil.org.br/2013/pt/perfil_m/areado_mg|titulo=Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil|data=|acessodata=|ultimo=|primeiro=}}</ref>
 
O IDHM passou de 0,605 em 2000 para 0,727 em 2010 - uma taxa de crescimento de 20,17%. o IDHM do município e o limite máximo do índice, que é 1, foi reduzido em 69,11% entre 2000 e 2010. Nesse período, a dimensão cujo índice mais cresceu em termos absolutos foi Educação (com crescimento de 0,234), seguida por Longevidade e por Renda.<ref name=":3"/> O IDHM passou de 0,478 em 1991 para 0,605 em 2000 - uma taxa de crescimento de 26,57%. O hiato de desenvolvimento humano foi reduzido em 75,67% entre 1991 e 2000. Nesse período, a dimensão cujo índice mais cresceu em termos absolutos foi Educação (com crescimento de 0,152), seguida por Renda e por Longevidade.<ref>{{citar web|url=http://www.atlasbrasil.org.br/2013/pt/perfil_m/areado_mg|titulo=Atlas Do Desenvolvimento Humano no Brasil|data=|acessodata=|ultimo=|primeiro=}}</ref> De 1991 a 2010, o IDHM do município passou de 0,478, em 1991, para 0,727, em 2010, enquanto o IDHM da Unidade Federativa (UF) passou de 0,493 para 0,727. Isso implica em uma taxa de crescimento de 52,09% para o município e 47% para a UF; e em uma taxa de redução do hiato de desenvolvimento humano de 52,30% para o município e 53,85% para a UF. No município, a dimensão cujo índice mais cresceu em termos absolutos foi Educação (com crescimento de 0,386), seguida por Longevidade e por Renda. Na UF, por sua vez, a dimensão cujo índice mais cresceu em termos absolutos foi Educação (com crescimento de 0,358), seguida por Longevidade e por Renda.<ref name=":3" />
 
=== Religião ===