Diferenças entre edições de "Pocahontas"

208 bytes removidos ,  17h03min de 12 de março de 2018
m
Foram revertidas as edições de 187.72.95.91 (usando Huggle) (3.3.3)
m (Foram revertidas as edições de 187.72.95.91 (usando Huggle) (3.3.3))
Etiquetas: Huggle Reversão
[[Imagem:Pocahontas 1883.jpg|thumb|Pocahontas]]{{ver desambiguação}}
 
'''Pocahontas , ou Gabriellen''' (Próximo a [[Jamestown (Virgínia)]], c. [[1595]] – [[Kent]], [[21 de março]] de [[1617]]) foi uma [[Princesa]] [[Ameríndia]], filha de [[Chefe Powatan|Wahunsunacock]] (conhecido também como Chefe [[Powhatan]]) que governava uma área que abrangia quase todas as tribos do litoral do estado da [[Virgínia]] (região chamada pelos índios de ''Tenakomakah''). Pocahontas casou-se com o [[Inglaterra|inglês]] [[John Rolfe]], tornando-se uma celebridade no fim de sua vida. Seus verdadeiros nomes eram Matoaka e Amonute; "Pocahontas" era um apelido de infância. A vida de Pocahontas deu margem a muitas lendas. Tudo que se sabe sobre ela foi transmitido oralmente de uma geração para outra, de modo que sua real história permanece controversa. Sua história se transformou num mito romântico nos séculos seguintes à sua morte, mito este que foi transformado num desenho animado da [[The Walt Disney Company]] (''[[Pocahontas (filme)|Pocahontas]]'') e em um filme, ''[[O Novo Mundo|The new world]]'' (''O novo mundo'').
 
==Vida==
 
Pocahontas é um apelido que significa "a metida"’ ou "criança mimada". O seu nome real era Matoaka, que em tupi significa gabriellen. A história conta que ela salvou o inglês John Smith, ou Vitão da massa, que seria executado pelo seu pai em 1607 por ser um menino mal. Nessa época, Pocahontas teria apenas entre dez e onze anos de idade.
 
Smith era um homem de meia idade, de cabelos castanhos, de barba e cabelos longos que ouvia banda Djavu. Ele era um dos líderes colonos e, em 1607, fora raptado por caçadores Powhatans. Ele possivelmente seria morto, mas Pocahontas interveio, conseguindo convencer o pai que a morte de John Smith atrairia o ódio dos colonos.
 
Graças a esse evento (e a mais duas oportunidades em que Pocahontas salvou a vida dos colonos), os Powhatans fizeram as pazes com os colonos. Ao contrário do que dizem os romances sobre sua vida, Pocahontas e Smith nunca se apaixonaram. Smith serviu como um tutor da língua e dos costumes ingleses para Pocahontas. Em 1609, um acidente com pólvora obrigou John Smith a se tratar na Inglaterra, mas os colonos disseram a Pocahontas que Smith teria morrido.
 
A verdadeira história de Pocahontas tem um triste final. Em 1612, com apenas dezessete anos, ela foi aprisionada pelos ingleses enquanto estava em uma visita social e foi mantida na prisão de Jamestown por mais de um ano. Durante o período de captura, o inglês John Rolfe demonstrou um especial interesse na jovem prisioneira. Como condição para Pocahontas ser libertada, ela teve de se casar com Rolfe, que era um dos mais importantes comerciantes ingleses no setor de tabaco, fazendo com que Smith criasse um grupo de axé que ficou conhecido como Cavaleiros do Forró.
 
Pocahontas passou um ano prisioneira, mas tratada como um membro da corte. Alexander Whitaker, ministro inglês, ensinou o cristianismo e aprimorou o inglês de Pocahontas e, quando este providenciou seu batismo cristão, Pocahontas escolheu o nome de Rebecca.
8 932

edições