Abrir menu principal

Alterações

119 bytes adicionados, 00h39min de 13 de março de 2018
Desfeita a edição 51502640 de Eusofod
Jananmkso " | <big>Língua Geral Paulista</big>
|-----
| valign="top" | Nomes alternativos:
| Tupi austral, língua geral do sul, língua geral meridional
|-----
| valign=Fala | Falado em:
| [[brasil]] (''extinto'')
|-----
| valign="top" | Total de falantes nativos:
| 0
|-----
| valign="top" | [[Classificação lingüística|Classificação linguística]]:
|
[[Macro-tupi|tupi]]
 
[[Línguas tupis-guaranis|tupi-guarani]]
 
Subgrupo III
 
[[Língua geral (Brasil)|língua geral]]
 
'''Língua geral paulista'''
 
|-----
| valign="top" | Estatuto oficial:
| ''não tem''
|-----
! colspan="2" bgcolor="white" | Código de Línguas
|-----
| valign="top" | [[ISO 639]]-1: || ''não tem''
|-----
| valign="top" | ISO 639-2: ||
|-----
| valign="top" | [[SIL International]]: ||
|}
A '''língua geral paulista''', também chamada de '''língua geral meridional''', era uma [[língua crioula]] formada à época dos [[bandeirantes]] [[paulistas]] no [[Brasil Colônia]]. Hoje, tem apenas interesse histórico, pois, desde o início do século XX, está totalmente extinta. Constituía-se no ramo sulista da [[Língua geral (Brasil)|língua geral]].<ref>NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 537.</ref>
 
Como influência na [[Toponímia do Brasil|toponímia brasileira]] atual, a língua geral meridional legou muitos [[Topônimo|topônimos]] brasileiros atuais, tais como: [[Aricanduva (desambiguação)|Aricanduva]], [[Rio Baquirivu-Guaçu|Baquirivu-Guaçu]], Batovi, Batuquara, [[Bicuíba]], [[Biriricas]], etc.<ref>NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. 620 p. </ref>
 
== História ==
Nos primeiros séculos da colonização das Américas, séculos XVI e XVII, a expressão “língua geral” foi utilizada pelos colonizadores portugueses e espanhóis para designar as línguas veiculares indígenas disseminadas suprarregionalmente.<ref>{{citar web|url=http://tupi.fflch.usp.br/sites/tupi.fflch.usp.br/files/A%20lingua%20geral%20paulista.pdf|titulo=A Língua Geral Paulista e o “Vocabulário Elementar da Língua Brasílica|data=2013|acessodata=12/03/2018|publicado=FABIANA RAQUEL LEITE|ultimo=Leite|primeiro=Fabiana}}</ref>
 
Originária da [[língua tupi]] falada pelos [[Povos indígenas do Brasil|índios]] [[tupinambás]] localizados nas regiões [[São Paulo|paulistas]] da [[Região do Alto Tietê]] e [[São Vicente (São Paulo)|São Vicente]], passou a ser falada pelos [[bandeirante]]s a partir do final do [[século XVII]],<ref>NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 537.</ref> disseminando-se rapidamente por boa parte do [[Brasil]]. Dessa forma, tal idioma tornou-se corrente em locais onde esses tupinambás jamais estiveram, influenciando, dessa maneira, o modo de falar dos brasileiros de hoje.
 
 
== Ver também ==
* [[Português brasileiro|Português Brasileiro]]
* [[Prototupi]]
* [[Língua tupi]]
* [[Dialeto caipira]]
* [[Dialeto paulistano]]
* [[Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional|Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional]] (IPHAN)]]
* [[Instituto de Investigação e Desenvolvimento em Política LinguísticaLingüística|Instituto de Investigação e Desenvolvimento em Política Linguística]] (IPOL)]]
* [[:gn:Portada|Wikipédia em Língua Guarani]]
 
{{Referências}}
== Ligações externas ==
* {{Link||2=http://www.ethnologue.com/show_language.asp?code=yrl |3=Descrição no Ethnologue para o Nheengatu}}
* [[:gn:Portada|Wikipédia em Língua Guarani]]
* {{Link||2=http://mayafelix.blogspot.com/2008/03/as-lnguas-gerais.html |3=As Línguas Gerais.}}
* {{Link||2=http://vsites.unb.br/il/lablind/lingerais.htm |3=Rodrigues A.D. As línguas gerais sul americanas.}}
Utilizador anónimo