Abrir menu principal

Alterações

43 bytes removidos ,  00h27min de 20 de março de 2018
A CART, assim como seu antecessor, a USAC, foi amplamente dominada por pilotos norte-americanos até à década de 1990. Muitas estrelas do automobilismo estadunidense, como [[A.J. Foyt]], [[Mario Andretti]], [[Al Unser]], [[Al Unser Jr]], [[Rick Mears]], [[Bobby Rahal]] e [[Danny Sullivan]], fizeram carreira na CART.
 
Apesar disso, aconteceram casos isolados de bons resultados de estrangeiros durante a década de 1980, como o vice-campeonato do italiano [[Teodorico Fabi|Teo Fabi]] em [[Temporada da CART World Series de 1983|1983]], e o 4º lugar obtido pelo colombiano [[Roberto Guerrero]] em [[Temporada da CART World Series de 1987|1987]].
 
Logo após o bicampeão da [[Fórmula 1]] [[Emerson Fittipaldi]] vencer as [[Indianapolis 500 de 1989|500 Milhas de Indianápolis de 1989]] e conquistar o título no mesmo ano, no entanto, vários pilotos estrangeiros (a maioria de origem latino-americana, européia e nipônica) passaram a competir pela categoria, ao longo da década de 1990, como o escocês [[Dario Franchitti]] (que correu na [[IndyCar Series|IndyCar]] até 2013), o italiano [[Massimiliano Papis]] (que já correu na Fórmula 1 em {{AnosF1|1995}}), o mexicano [[Adrián Fernández]], o holandês [[Arie Luyendyk]], o inglês [[Mark Blundell]] (também ex-Fórmula 1), o sueco [[Stefan Johansson]] (também vindo da F-1), os japoneses [[Hiro Matsushita]] e [[Naoki Hattori]] (também ex-F1), os brasileiros [[Maurício Gugelmin]], [[Christian Fittipaldi]] e [[Roberto Pupo Moreno|Roberto Moreno]], entre outros.
3 200

edições