Diferenças entre edições de "Homo erectus"

185 bytes adicionados ,  15h09min de 28 de março de 2018
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
A descoberta do "Menino de Turkana ''(H. ergaster)'' em 1984 evidenciou que, apesar de sua anatomia semelhante ao do ''Homo sapiens'', os erectus poderiam não ter sido capaz de produzir sons comparáveis a [[fala]] humana moderna. É provável que se comunicavam em uma [[Origem da linguagem|proto-linguagem]] sem a estrutura totalmente desenvolvida da linguagem humana moderna, mas mais desenvolvida do que a comunicação não-verbal usada pelos chimpanzés.<ref>{{citar livro|último =Ruhlen|primeiro = Merritt|título=The origin of language: tracing the evolution of the mother tongue |publicado=Wiley |local=New York |ano=1994 |isbn=0-471-58426-6}}</ref> Esta inferência é desafiada pela descoberta em Dmanisi, na Geórgia, de uma vértebra de ''H. ergaster / erectus'' (pelo menos 150.000 anos antes do Menino de Turkana) que reflete capacidades vocais na faixa de ''H. sapiens''.<ref name="Bower, Bruce 275–276" /> Tanto o tamanho do cérebro como a presença da área de Broca também suportam o uso da linguagem articulada.<ref>{{citar livro|título=Origins Reconsidered|primeiro = Richard |último = Leakey|ano=1992|publicado=Anchor|páginas=257–58|isbn=0-385-41264-9}}</ref> O aumento da capacidade craniana também levou a criação de ferramentas mais sofisticadas ocasionalmente encontradas com os fósseis.
 
A sua organização baseava-se em pequenas comunidades<ref name="avph.com.br"/> com alguns abrigos de pedra pequenos e simples, mas mais sofisticados de que as dos seus antepassados ''[[Homo habilis]]''. A guarda do grupo era feita com fogueiras, para se protegerem dos animais selvagens. ''Homo erectus'' foi provavelmente o primeiro hominídeo a viver em sociedades de bandos pequenos e familiares semelhantes às modernas sociedades de bandos de caçadores e coletores<ref>{{citar livro|último =Boehm|primeiro =Christopher |título=Hierarchy in the forest: the evolution of egalitarian behavior |publicado=Harvard University Press |local=Cambridge |ano=1999|isbn=0-674-39031-8|url=https://books.google.com/books?id=ljxS8gUlgqgC&pg=PA198 |página=198}}</ref> e é pensado para ser a primeira espécie hominina a caçar em grupos coordenados, a usar ferramentas complexas, e cuidar de companheiros enfermos ou fracos. Não foram encontradas nenhuma forma de arte em sítios com fósseis de Homo erectus, o que sugere que talvez não tivessem abstração suficiente para pensar além "do aqui e agora".
 
A divisão do trabalho era baseada em tarefas: os talhadores de pedra (normalmente pessoas idosas já sem capacidade para caçar e crianças), os caçadores, e as mulheres, para tratar das crianças e fazer recoleção de frutos.
Utilizador anónimo