Mário Couto: diferenças entre revisões

791 bytes adicionados ,  15h06min de 29 de março de 2018
Inserção do tópico "impeachment de Dilma" e Desfiliação do PSDB"
(Inserção do tópico "impeachment de Dilma" e Desfiliação do PSDB")
 
Foi eleito Senador da Republica em 2006 com 51,87% dos votos válidos (então 1.456.587 eleitores)<ref>{{Citar web|url=http://g1.globo.com/Noticias/Eleicoes2006/0,,AUA0-6297-5,00.html|titulo=G1 > Eleições 2006 > Pará - APURAÇÃO ESTADUAL|acessodata=2018-03-13|obra=g1.globo.com|lingua=pt-br}}</ref> compondo a então coligação União pelo Pará<ref>{{Citar periódico|data=2017-08-07|titulo=Eleições estaduais no Brasil de 2006|url=https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Elei%C3%A7%C3%B5es_estaduais_no_Brasil_de_2006&oldid=49515975|jornal=Wikipédia, a enciclopédia livre|lingua=pt}}</ref>. Completavam a chapa do então tucano, os suplentes Demetrius Fernandes Ribeiro e Sydney Jorge Rosa, respectivamente.
 
O senador alçou fama por tecer severas críticas aos governos do [[Partido dos Trabalhadores|PT]]. Chegou a classificar senadores como "ladrões" em discurso proferido na tribuna do Senado e a pedir ao Supremo Tribunal Federal uma "limpeza" do Congresso, com a averiguação do patrimônio de cada senador.<ref>[http://www.pernambuco.com/ultimas/nota.asp?materia=20110824184626 Humberto pede a Sarney que ''impropérios'' de Mário Couto sejam coibidos.] Portal Pernambuco.com</ref><ref>[http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/veja-discussao-que-terminou-em-bateboca-no-senado-04020E9A3070E4C91326 Veja discussão que terminou em bate-boca no Senado.] [[Universo Online|UOL]]</ref><ref>[http://mais.uol.com.br/view/99at89ajv6h1/mario-couto-e-humberto-costa-discutem-no-senado-04020C183160C0812326 Mário Couto e Humberto Costa discutem no Senado.] [[Universo Online|UOL]]/[[BandNews TV|BandNews]]</ref><ref>[http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/postura-de-marta-irrita-senador-e-gera-bateboca-no-senado-0402993464DC812327 Postura de Marta irrita senador e gera bate-boca no Senado.] [[Universo Online|UOL]]</ref><ref>[http://www.clicapiaui.com/geral/47460/marta-suplicy-provoca-bate-boca-com-mario-couto-no-senado.html Marta Suplicy provoca bate-boca com Mário Couto no Senado.] Portal Clicapiaui.com</ref><ref>[http://www.cartacapital.com.br/politica/tucano-que-chamou-colegas-de-ladroes-tem-os-bens-bloqueados/ Tucano que chamou colegas de ‘ladrões’ tem os bens bloqueados] [[Carta Capital]]</ref>
 
Nas [[eleições estaduais no Pará em 2010]], [[Cilene Couto]], filha do senador, elegeu-se [[deputada estadual]].<ref>[http://www.alepa.pa.gov.br/alepa/blog.php?iddeputado=52 ALEPA]</ref>
 
O senador alçou fama por tecer severas críticas aos governos do [[Partido dos Trabalhadores|PT]]. Chegou a classificar senadores como "ladrões" em discurso proferido na tribuna do Senado e a pedir ao Supremo Tribunal Federal uma "limpeza" do Congresso, com a averiguação do patrimônio de cada senador.<ref>[http://www.pernambuco.com/ultimas/nota.asp?materia=20110824184626 Humberto pede a Sarney que ''impropérios'' de Mário Couto sejam coibidos.] Portal Pernambuco.com</ref><ref>[http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/veja-discussao-que-terminou-em-bateboca-no-senado-04020E9A3070E4C91326 Veja discussão que terminou em bate-boca no Senado.] [[Universo Online|UOL]]</ref><ref>[http://mais.uol.com.br/view/99at89ajv6h1/mario-couto-e-humberto-costa-discutem-no-senado-04020C183160C0812326 Mário Couto e Humberto Costa discutem no Senado.] [[Universo Online|UOL]]/[[BandNews TV|BandNews]]</ref><ref>[http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/postura-de-marta-irrita-senador-e-gera-bateboca-no-senado-0402993464DC812327 Postura de Marta irrita senador e gera bate-boca no Senado.] [[Universo Online|UOL]]</ref><ref>[http://www.clicapiaui.com/geral/47460/marta-suplicy-provoca-bate-boca-com-mario-couto-no-senado.html Marta Suplicy provoca bate-boca com Mário Couto no Senado.] Portal Clicapiaui.com</ref><ref>[http://www.cartacapital.com.br/politica/tucano-que-chamou-colegas-de-ladroes-tem-os-bens-bloqueados/ Tucano que chamou colegas de ‘ladrões’ tem os bens bloqueados] [[Carta Capital]]</ref>
Cilene havia sido envolvida como uma das principais articuladoras das fraudes em licitações durante a gestão de Mário Couto à frente da ALEPA<ref name=":0">{{Citar web|titulo = Senador que fala em 'ética' é réu em 11 processos por corrupção|url = http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/04/senador-que-fala-em-etica-e-reu-em-11-processos-por-corrupcao.html|website = Pragmatismo Político|acessodata = 2016-02-04}}</ref>
 
=== Impeachment de Dilma Rousseff ===
A primeira vez que Couto apresentou pedido de impeachment foi quando a presidente declarou ter lido todo o documento da compra da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), e aprovou a operação. Segundo Couto, a então Presidente teria cometido "crime de improbidade administrativa". Segundo informou aos jornais da época, Couto acreditava que esse fato teria dado início ao maior escândalo da corrupção no país.<ref>{{Citar periódico|titulo=Senador tucano quer impeachment de Dilma pela segunda vez|url=http://www.valor.com.br/politica/3793474/senador-tucano-quer-impeachment-de-dilma-pela-segunda-vez|jornal=Valor Econômico|lingua=pt-br}}</ref>
 
DespedindoEm uma segunda tentativa e já despedindo-se do Senado em 2014, após ser derrotado pelo petista Paulo Rocha nas eleições estaduais no Pará em 2014, o então Senador Mario Couto chegou a anunciar um novo pedido de impeachment da então Presidente Dilma Rousseff que foi posteriormente arquivado pela casa.<ref>{{Citar periódico|data=2014-11-25|titulo=Mário Couto apresenta novo pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff|url=https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2014/11/25/mario-couto-apresenta-novo-pedido-de-impeachment-da-presidente-dilma-rousseff|jornal=Senado Federal|lingua=pt-BR}}</ref>
 
=== A desfiliação do PSDB ===
Em 2015, após sua derrota na disputa pela reeleição ao Senado Federal, Couto desfilia-se do PSDB, entendendo que fora prejudicado pelo partido na corrida eleitoral, mais precisamente pelo Governador do Estado do Pará [[Simão Jatene]] (PSDB) que articulou a candidatura de 6 candidatos ao Senado Federal, incluindo Mário Couto, na coligação "Juntos Com o Povo". Com isso, restou à Mário Couto escassos 60 segundos para a realização de sua propaganda eleitoral gratuita frente aos 6 minutos de seu adversário [[Paulo Rocha (político)|Paulo Rocha]] (PT). Segundo informou à imprensa, a consequência direta do fato foi que o petista dispunha de vastos minutos para proferir acusações enquanto ele (Mario Couto) não tinha tempo suficiente para se defender e esclarecer os fatos em que fora direta ou indiretamente citado.
 
Permaneceu sem partido até outubro de 2017, quando assinou a ficha de filiação partidária pelo Partido Progressista (PP), não definindo publicamente, no entanto, seu próximo passo na vida pública.
Utilizador anónimo