Abrir menu principal

Alterações

1 byte removido ,  17h26min de 3 de abril de 2018
m
Foram revertidas as edições de 2804:14C:6581:59CC:8CF3:A738:C108:D66A para a última revisão de Renato de carvalho ferreira, de 21h47min de 28 de março de 2018 (UTC)
===Literatura===
{{ver artigo principal|[[Literatura medieval]]}}
Os Jograis passam a cantar históricos poemas dos [[trovadorismo|Trovadores]], descrevendo romances, duelos e brigas dos Cavaleiros. Surgem então as Novelas de Cavalarias cujo texto feito pelo Trovador cantava os combates entre vilões e [[herói]]s, raptos de donzelas e final feliz. As [[romance de cavalaria|novelas de cavalaria]] constituem exemplo expressivo da influência dos [[Península Ibérica|povos ibéricos]] na formação da [[cultura brasileira]]. Trazidas pelos Colonizadores, essas narrativas acabaram se incorporando à cultura popular, principalmente a da Região Nordestina, onde a [[Literatura de Cordel]] até hoje reflete essa influência.
Os Jograis passam a cantar históricos poemas dos [[trovadorismo|Trovadores]], descrevendo
 
romances, duelos e brigas dos Cavaleiros. Surgem então as Novelas de Cavalarias cujo texto feito pelo Trovador cantava os combates entre vilões e [[herói]]s, raptos de donzelas e final feliz. As [[romance de cavalaria|novelas de cavalaria]] constituem exemplo expressivo da influência dos [[Península Ibérica|povos ibéricos]] na formação da [[cultura brasileira]]. Trazidas pelos Colonizadores, essas narrativas acabaram se incorporando à cultura popular, principalmente a da Região Nordestina, onde a [[Literatura de Cordel]] até hoje reflete essa influência.
Dentre os vários tipos de Cordel, destacam-se os [[romance]]s, [[lenda]]s e [[folclore]] do [[Brasil]].