Abrir menu principal

Alterações

141 bytes adicionados, 22h24min de 5 de abril de 2018
Todavia, há casos em que só resta usar mesmo a palavra estrangeira, quando não for possível encontrar um equivalente português nem fabricar um aportuguesamento.<ref>http://escreverbem.com.br/de-bem-com-o-estrangeirismo/</ref><ref>http://brasilescola.uol.com.br/redacao/palavras-aportuguesadas.htm</ref>
Um caso particular dos aportuguesamentos é aquele que se refere aos nomes de pessoas e aos nomes geográficos. Se o termo [[Nova Iorque]] (do [[Língua inglesa|inglês]] ''New York'') está consagrado e definitivamente adotado, já outros termos como [[Beijing]] (a antiga [[Pequim]]) e [[Mumbai]] (a antiga [[Bombaim]]) causam desconforto a muitos falantes de português. Certos topónimos estão consagrados na sua forma original, não costumando ser aportuguesados: [[Buenos Aires]] (não ''Bons Ares''), [[La Paz]] (não ''A Paz'').
 
{{Referências}}
42 064

edições